Bebê de 10 meses morre com calazar em hospital de Palmas

Isadora Moreira morava em Gurupi e foi transferida para capital depois do diagnóstico de leishmaniose. Vizinhos estão assustados com o aumento dos casos da doença.

Uma bebê de apenas 10 meses morreu com calazar em Palmas. Isadora Moreira dos Santos morava em Gurupi e foi transferida para capital quando foi diagnosticada com leishmaniose. A mãe, Deuzilene Moreira dos Santos, disse que a filha começou a sentir os sintomas ainda no fim do mês de julho, quando ela procurou a Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

“Percebi que ela estava ruim e procurei a UPA, de lá ela foi para o regional de Gurupi e depois encaminhada para Palmas.” Deuzilene disse ainda que a filha também estava com anemia. “Abriram ela, colheram material dos órgãos e constataram que ela tinha anemia falciforme, mas também o calazar. Eu não sabia que ela tinha anemia.”

A morte de Isadora na madrugada do último sábado (5) deixou os moradores assustados. Segundo eles, outras três crianças do bairro Jardim dos Buritis estão fazendo o tratamento contra o calazar. “Estou muito preocupado porquê eu tenho minhas crianças. Que os órgãos públicos aqui da cidade tomem alguma providência”, disse a dona de casa Floraci Alves de Sousa que tem seis netos que moram com ela.

A veterinária Camila Martins Lopes fez um levantamento colhendo material para exame de 127 cães de Gurupi. De acordo com ela, 60% tiveram resultado positivo para doença, número que pode ser considerado preocupante.

“O que preocupa é que os proprietários não estão procurando o tratamento ou realizando a eutanásia nos animais. Ele tem essas duas opções: ou faz eutanásia para que a doença não seja transmitida, para o animal não ficar portador, ou fazer o tratamnento”, explicou.

A Prefeitura de Gurupi informou que vai realizar uma ação de combate à doença no bairro Jardim dos Buritis.

G1/TO

Morte de mais de mil cabeças de gado em Água Clara ainda é um mistério

Botulismo pode ter sido a causa da morte de mais de mil cabeças de gado em Água Clara.

Na tarde desta segunda-feira (7), o pecuarista Pérsio Airton Tozzi teve um prejuízo de mais de R$ 2 milhões com o falecimento de 1.100 animais que estavam confinados na fazenda Marca 7, localizada no município de Água Clara, a 200 km da capital do Mato Grosso do Sul, Campo Grande. Os animais estão sendo enterrados na própria fazenda e não há registro da doença nas propriedades vizinhas.

De acordo com a Agência Estadual de Defesa Sanitária e Animal (Iagro), a suspeita clínica da causa da morte dos animais é botulismo, mas o resultado laboratorial só será divulgado em uma semana. Amostras da ração oferecida aos animais, que é produzida na própria fazenda, e da água da localidade foram enviadas para o laboratório estadual e, caso o resultado seja positivo, será enviado para uma segunda análise em um laboratório de São Paulo.

O botulismo ataca o sistema nervoso do animal provocando paralisia motora e o período de incubação é de uma semana a oito dias. A gravidade da doença está diretamente ligada à quantidade de toxinas que o animal ingeriu e pode ser dividia em quatro graus: Super aguda, Aguda, Subaguda e Crônica. Os principais sintomas são anorexia, falta de coordenação e ataxia.

 No ser humano, a doença também ataca o sistema nervoso, podendo levar a morte conforme a quantidade de toxina expelida pela bactéria. Os principais sintomas no ser humano são visão dupla e embaçada, fotofobia (aversão à luz), ptose palpebral (queda da pálpebra), tonturas, boca seca, intestino preso e dificuldade para urinar.2147-botulismo-agua-clara-fazenda-percio1-a

Informaçoes: ruralnewsms

Planalto inicia exoneração de aliados de deputados que traíram Temer

Mais de 20 nomes estão sob análise do Planalto, diz jornal.

O governo deve publicar, ainda nesta semana, uma série de exonerações de servidores que foram indicados por deputados que votaram a favor da continuidade da denúncia contra o presidente Michel Temer.

De acordo com a coluna Painel, do site do jornal Folha de S. Paulo, mais de 20 nomes são analisados pelo governo. A previsão é de que as lideranças da base aliada substitutos para os servidores que serão cortados.

O deputado Beto Mansur levará ao Planalto a lista infiéis na votação da denúncia contra o presidente nesta terça-feira (8). O parlamentar fará um comparativo com a estimativa de apoio que o governo tinha para a reforma da Previdência antes do recesso.

Ainda segundo o jornal, vários deputados tentaram fazer um último apelo contra as exonerações, pedindo que Temer considerasse o “histórico” de parceria e não apenas o posicionamento no dia da votação.

Noticias ao Minuto

Polícia Militar recupera objetos furtados em casa alugada por equipe da Globo em Ponte Alta do TO

Polícia Militar recupera objetos furtados.

Na noite desta segunda (07), a Polícia Militar recuperou dois celulares e um relógio, todos objetos furtados em uma residência em que estava a equipe técnica da Globo em Ponte Alta do Tocantins. Um suspeito de ter participado na ação foi apreendido.

Ao tomar conhecimento do furto que teria ocorrido na madrugada de sábado (05), policiais militares analisaram o vídeo da ação criminosa e conseguiram identificar o autor de 16 anos.

Após diligências, localizaram o paradeiro do mesmo que ao perceber a aproximação policial, evadiu em direção a uma área de matagal.

No local também encontraram outro menor, 17 anos, que contou sobre a ação, indicando onde poderiam estar os objetos furtados.

Segundo ele, estava com o autor do furto passando em frente à residência alugada pela equipe técnica da Rede Globo, quando foi convidado para fazer o furto, tendo se recusado a participar no crime.

No dia seguinte, o autor teria lhe contado sobre a ação e que havia furtado 03 celulares e um relógio.

Durante buscas no local, os policiais militares encontraram o relógio e um celular no quarto do menor que evadiu e os outros dois celulares em uma área de matagal próxima à residência do autor.

Os objetos foram entregues na Delegacia de Ponte Alta, bem como o menor, de 17 anos, que foi conduzido, na companhia do Conselho Tutelar, para prestar esclarecimentos. A Polícia Militar continua em diligências na busca pelo autor do furto.

Site:pmto

Idosa morre após ser atacada por pit bull dentro de casa

Ataque ocorreu dentro de uma casa em Araguaína, norte do Tocantins, e animal pertencia a uma filha da mulher. Idosa chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos.

Uma idosa de 86 anos morreu após ser atacada por um cachorro da raça pit bull em Araguaína, norte do Tocantins. O animal seria de uma filha da vítima e o caso ocorreu no Setor Palmas, no último sábado. A ocorrência não foi registrada pela Policia Militar.

Conforme apurado pela TV Anhanguera, o animal teria entrado na casa no momento em que a idosa estava com uma filha. As duas mulheres foram socorridas por um vizinho. A vítima chegou a ser levada para o Hospital Regional de Araguaína pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

A mulher morreu nesta segunda-feira (7) e o corpo foi levado para o IML de Araguaína.

G1/TO

Equipes da Rede Globo são furtados em Ponte Alta do Tocantins

Meliantes invadiram uma casa alugada por algumas equipes que filmava a novela, “O Outro Lado do Paraíso”, próxima atração das 21 horas. 

Uma equipe de filmagem da Globo foi assaltada em Ponte Alta do Tocantins, a 187 Km de Palmas. O grupo está na cidade para filmar a próxima novela das nove e alugou a residência para ficar os 5 dias gravando a novela, “O Outro Lado do Paraíso”.

Ladrões até agora não identificados entraram na casa alugada e levou três celulares e um relógio de ouro, entre outros itens de menor valor. 

Segundo o dono da casa, que não quis se identificar, a equipe passou a noite de quinta-feira (3/8) fazendo churrasco. Quando todo mundo foi dormir, o furto ocorreu. “Logo quando chegaram, adiantei para a equipe que a cidade é pequena e pacata, na minha casa mesmo, nunca entrou ninguém e nunca roubaram nem uma flor do meu jardim, mas um dia antes do ocorrido, avisei que tinha uma molecada entrando em algumas casas, fazendo roubos pequenos, pois eles estavam dormindo de porta abertas”, contou ao jornal mapa da noticia.

A policia não sabe informar ainda porque não levaram os notebooks, computadores, filmadoras e outros equipamentos mais caros que estvam no local. 

 

Sanfoneiro da dupla Racyne e Rafael, Felipe Melo é morto a facadas após briga

Segundo a PM, músico de 20 anos foi esfaqueado após interferir na discussão de um casal em um bar. Suspeito foi preso e, conforme a corporação, confessou o crime.

O sanfoneiro Felipe Divino Mendonça de Melo, de 20 anos, que trabalha com a dupla sertaneja Racyne e Rafael, foi morto a facadas em Goiânia. Segundo a Polícia Militar, o artista foi assassinado após tentar intervir na briga entre um casal, em um bar no Setor Santo Hilário. O suspeito do crime, Jackson da Silva Guimarães, de 37 anos, foi preso no mesmo bairro. A corporação disse que ele confessou o crime.

O homicídio ocorreu na noite de domingo (6). De acordo com o subtenente Paulo César de Castro Gomes, Felipe viu Jackson discutindo com a mulher e resolveu interceder, mesmo sem conhecer o casal.

“Houve uma confusão e ele acabou sendo ferido na barriga. Ele saiu do local a pé em busca de socorro, mas acabou não resistindo e morreu”, disse.

O corpo só foi encontrado na manhã desta segunda-feira (7), em uma calçada do Setor Recanto das Minas Gerais, vizinho ao Santo Hilário, cerca de dois quarteirões de onde ocorreu a briga. Testemunhas o localizaram e chamaram a PM. Algumas delas repassaram as características do suspeito, que foi localizado em sua casa.

“Quando chegamos ele estava com a faca em punho, mas conseguimos detê-lo. Ele nos disse que estava com receio de que fossem outras pessoas querendo linchá-lo por conta do homicídio, uma vez que ele já tinha sido agredido no bar”, afirmou o policial.

O corpo de Felipe está no Instituto Médico Legal (IML) à espera da liberação.

Felipe Melo durante show com a dupla Racyne e Rafael, com quem trabalhava (Foto: Divulgação)
Felipe Melo durante show com a dupla Racyne e Rafael, com quem trabalhava (Foto: Divulgação)

G1/GO

Dono de postos de combustíveis se entrega à polícia após quatro meses foragido

Eduardo Augusto Rodrigues Pereira, o Duda Pereira, é acusado de mandar matar um concorrente. Ele se entregou na delegacia de homicídios de Palmas.

Empresário do ramo de combustíveis, Eduardo Augusto Rodrigues Pereira, conhecido como Duda Pereira, se entregou à polícia na manhã desta segunda-feira (7) após quatro meses foragido. Duda é suspeito de mandar matar um concorrente em Porto Nacional e de formar um cartel que controlava os preços dos combustíveis em Palmas. Ele se entregou na Delegacia de Homicídios da capital.

Duda Pereira chegou a delegacia por volta das 11h20 e chorou ao conversar com jornalistas. Ele deve prestar depoimento e ir ao Instituto Médico Legal antes de participar de uma audiência de custódia em Porto Nacional, onde corre o processo.

O empresário estava foragido há quase quatro meses, desde que teve a prisão decretada. O nome dele chegou a ser mandado para a lista da Interpol depois que o Ministério Público Estadual informou à Justiça que ele poderia ter fugido para os Estados Unidos.

Na semana passada, a defesa do empresário fez um pedido para que ele fique preso em uma cela no Quartel do Comando Geral da Polícia Militar, já que outro suspeito de participação no crime foi assasinado dentro da Casa de Prisão Provisória de Palmas.

O crime

O empresário é suspeito de mandar matar Wenceslau Leobas, que era dono de postos de combustíveis em Porto Nacional. Ele morreu aos 77 anos, no dia 14 de fevereiro após ficar 17 dias internado. Ele foi baleado em Porto Nacional no dia 28 de janeiro, no momento em que saía de casa para trabalhar. No mesmo dia da tentativa de homicídio, dois suspeitos foram presos. A polícia disse que um deles chegou a confessar a participação no crime.

Os dois acusados de executar o crime Alan Sales Borges e José Marcos de Lima iriam a júri popular, mas José Marcos foi encontrado morto dentro da Casa de Prisão Provisória de Palmas (CPPP) na manhã do dia 3 de março deste ano.

No mês de junho do ano passado, o juiz aceitou a denúncia contra Duda. Ele é acusado de ser o mandante do crime. Segundo o promotor Abel, o processo contra o Duda corre separadamente. A audiência de julgamento dele já estava marcada para o mês de maio. Na época, Duda disse que estava sendo acusado injustamente.

Cartel

O ex-presidente do sindicato dos postos Eduardo Augusto Rodrigues Pereira, o Duda, e o empresário Benedito Neto Faria foram denunciados por supostamente estabelecer um cartel na venda de combustíveis em Palmas. Conforme investigação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), o alinhamento de preços foi verificado entre 2009 e 2011 e continuou entre 2014 e 2015.

A denúncia foi aceita pela Justiça nesta quinta-feira (3). Segundo foi apurado, Eduardo Augusto, impôs “não só aos seus associados, mas também a todo e qualquer proprietário de posto de combustíveis, alinhamento dos preços em Palmas. Para tanto, contou com a indispensável colaboração do também denunciado Benedito Neto de Faria.”

G1/TO

Assistente social morre após sofrer traumatismo craniano em acidente no TO

Ela foi socorrida, mas sofreu três paradas cárdio respiratórias e não resistiu. Rafisa Fernanda tinha 29 anos e foi socorrida pelos próprios colegas de trabalho no hospital.

A assistente social Rafisa Fernanda Dourado Machado, de 29 anos, morreu após sofrer um traumatismo craniano em um acidente na TO-404. O acidente foi na madrugada desta segunda-feira (7). O carro em que Rafisa estava capotou póximo a cidade de Augustinópolis, no extremo norte do estado. Ela chegou a ser socorrida, mas não resistiu e morreu no hospital.

O Corpo de Bombeiros informou que quando chegou no local a jovem estava inconsciente, no chão ao lado do carro. Como ela tinha dificuldade para respirar a equipe usou oxigênio O2 e imobilizou a coluna da vítima. Rafisa sofreu duas paradas cárdio respiratórias a caminho do hospital, mas chegou ao local com vida.

Na chegada ao Hospital Regional de Augustinópolis o coração dela parou novamente e não voltou mais. A equipe médica ainda tentou reanimá-la por 48 minutos antes de declarar o óbito. Rafisa trabalhava na mesma unidade hospitalar onde foi feito o socorro. Ainda não há informações sobre as causas do acidente.

Rafisa Fernanda Dourado tinha 29 anos e trabalhava como assistente social (Foto: Reprodução/Facebook
Rafisa Fernanda Dourado tinha 29 anos e trabalhava como assistente social (Foto: Reprodução/Facebook

G1/TO

Avô e neto são baleados em tentativa de assalto no norte do Tocantins

Ladrões estavam em matagal na beira de estrada e tentaram forçar o avô a parar a moto em que estava com o neto. Criança foi levada para o hospital em estado grave.

Uma criança de apenas 8 anos de idade e o avô dela, de 56 anos, foram baleados durante uma tentativa de assalto em Araguaína, no norte do Tocantins. De acordo com a Polícia Militar, os dois estavam em uma motocicleta, andando por uma estrada de terra entre os setores Maracanã e Parque Bom Viver quando dois homens saíram de um matagal e tentaram obrigar o condutor da moto a parar.

Os criminosos atiraram quando o homem tentou fugir. Os tiros atingiram o neto e o avô, que caíram da moto. A PM disse que ainda não há informações sobre se alguma coisa foi levada pelos ladrões. Os dois baleados foram levados para o Hospital Regional de Araguaína. O estado da criança é considerado grave. O crime aconteceu no final da tarde deste domingo (6).

G1/TO