Pai e filho são presos por tráfico após polícia encontrar maconha enterrada em quintal

Todas as prefeituras do TO têm irregularidades em portais da transparência

Constatação é do Tribunal de Contas do Estado, que fiscaliza a divulgação das contas públicas. Responsáveis podem receber multas que chegam a quase R$ 40 mil.

Todas as prefeituras do Tocantins apresentam pelo menos uma irregularidade no portal da transparência, segundo o Tribunal de Contas do Estado. O levantamento foi feito nas páginas online de cada um dos 139 municípios do estado. O TCE é um dos responsáveis por fiscalizar a divulgação das contas públicas.

As irregularidades mais comuns identificadas pelo tribunal são:

  • Informações não publicadas ou divulgadas com atraso
  • Licitações e contratos não disponíveis
  • Falta de dados sobre remuneração de servidores
  • Terceirização do controle das informações

Segundo o TCE, os gestores que não providenciarem a solução dos problemas estão sujeitos a multas que podem chegar a R$ 33.963,89 e ainda podem ficar irregulares com a Justiça Eleitoral. Isso significaria que um político ficaria impedido de assumir cargos públicos, por exemplo.

A diretora de controle externo do TCE, Wellane Monteiro, informou que certos repasses podem ficar suspensos em função dos problemas. “Inclusive podendo repercutir no julgamento das contas anuais daquele município”.

Outro órgão que está sendo observado de perto é a Câmara de Vereadores de Palmas. A ONG Observatório Social diz que há vários problemas no portal da casa de leis. Além disso, relatórios mostram que as contratações de comissionados continuam acontecendo mesmo após a Justiça determinar que eles sejam demitidos.

“A gente poderia chamar até mesmo de ilegal e imoral. O veredicto já foi executado e eles ainda não cumprem com essa determinação. É como se estivessem zombando da nossa cara”, diz a coordenadora Amanda Oliveira.

A Câmara diz que cumpre a legislação em relação a divulgação dos dados no portal da transparência, mas não se manifestou sobre as contratações de comissionados.

G1 Tocantins.

Ibope: Bolsonaro continua líder, Haddad sobe 11 pontos e se isola em 2º lugar

Ciro tem 11%; Alckmin, 7%; Marina, 6%

Pesquisa Ibope divulgada nesta terça (18) mantém Jair Bolsonaro (PSL) na liderança da corrida presidencial, mas com Fernando Haddad se consolidando em segundo lugar, se distanciando de Ciro Gomes (PDT).

O capitão reformado tem 28%, enquanto o petista subiu 11 pontos em relação ao levantamento anterior do Ibope e agora aparece com 19%. O pedetista aparece em terceiro, com 11%, mesmo índice da última pesquisa. Em seguida, tecnicamente empatados, estão Geraldo Alckmin (PSDB), com 7%, e Marina Silva (Rede), com 6%.

A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.No pelotão seguinte aparecem empatados com 2% Alvaro Dias (Podemos), João Amoêdo (Novo) e Henrique Meirelles (MDB). Cabo Daciolo (Patriota) tem 1%, enquanto Guilherme Boulos (PSOL), João Goulart Filho (PPL), Vera (PSTU) e Eymael (DC) não pontuaram na pesquisa.

Brancos e nulos somam 14%, enquanto 7% não sabem em quem vão votar.

REJEIÇÃO

Os líderes na pesquisa também são os candidatos com maior índice de rejeição. Bolsonaro é rejeitado por 42% dos eleitores, enquanto 29% não votariam em Haddad.

Em seguida aparecem Marina (26%), Alckmin (20%), Ciro (19%), Meirelles (12%), Cabo Daciolo (11%), Eymael (11%), Boulos (10%), Dias (10%), Vera (9%), Amoêdo (9%) e Goulart Filho (8%).

SEGUNDO TURNO

Nas simulações de segundo turno, segundo o Ibope, Bolsonaro e Haddad empatam com 40% das intenções de voto. O candidato do PSL também empata em uma disputa com Alckmin (38%) e supera Marina (41% a 36%), e é superado numericamente por Ciro (40% contra 39%), mas tecnicamente empatados.

O Ibope ouviu 2.506 eleitores em 177 cidades brasileiras nos dias 16, 17 e 18 de setembro.

A pesquisa está registrada no TSE sob o número BR-09768/2018.O nível de confiança é de 95%. A pesquisa foi contratada pelo jornal O Estado de S. Paulo e pela TV Globo.

Por noticia ao minuto

Carro fica atravessado na pista após capotar na TO-050

Acidente foi por volta das 20h desta terça-feira (18) e deixou uma mulher ferida. Duas faixas da rodovia precisaram ser interditadas.

Um acidente na TO-050 deixou uma mulher ferida e a pista parcialmente bloqueada no começo da noite desta terça-feira (18). O carro capotou logo após uma lombada eletrônica, perto da entrada do Jardim Aureny IV. Não há informações sobre as causas do acidente.

A mulher estava no carro e foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência. O nome dela não foi divulgado. O acidente bloqueou por algumas horas duas faixas da pista, que liga o centro de Palmas a Taquaralto. Como a rodovia tem três faixas no trecho, o trânsito continua fluindo normalmente. 

G1 Tocantins.

Cidades do Tocantins entram em alerta para chuvas fortes; atenção para sul e sudeste

Inmet diz que há risco de corte de energia, queda de galhos, alagamentos e de descargas elétricas. Cidades da região central e sul do estado podem ser afetadas.

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta amarelo para chuvas fortes em 38 cidades do Tocantins na noite entre a terça-feira (18) e a quarta-feira (19). As regiões mais afetadas são a central e sul do estado, a capital está fora da zona de risco.

O Inmet classifica a situação como de “perigo potencial”. Segundo o instituto, há risco de corte de energia, queda de galhos, alagamentos e de descargas elétricas. O risco é considerado baixo, ainda de acordo com o aviso.

As chuvas podem ser de até 50 milímetros. As rajadas de vento estão previstas para chegar a até 60 km/h. Em caso de emergência, os moradores devem acionar a Defesa Civil pelo telefone 199 ou o Corpo de Bombeiros pelo número 193.

Veja a lista de cidades:

  • Aliança Do Tocantins
  • Almas
  • Alvorada
  • Araguaçu
  • Arraias
  • Brejinho De Nazaré
  • Cariri Do Tocantins
  • Chapada Da Natividade
  • Conceição Do Tocantins
  • Cristalândia
  • Crixás Do Tocantins
  • Dueré
  • Figueirópolis
  • Formoso Do Araguaia
  • Fátima
  • Gurupi
  • Ipueiras
  • Jaú Do Tocantins
  • Lagoa Da Confusão
  • Natividade
  • Novo Alegre
  • Oliveira De Fátima
  • Palmeirópolis
  • Paranã
  • Peixe
  • Pium
  • Ponte Alta Do Bom Jesus
  • Porto Nacional
  • Sandolândia
  • Santa Rita Do Tocantins
  • Santa Rosa Do Tocantins
  • Silvanópolis
  • Sucupira
  • São Salvador Do Tocantins
  • São Valério
  • Taguatinga
  • Taipas Do Tocantins
  • Talismã

Acidente com Kombi que fazia transporte escolar deixa quatro feridos na TO-226

Todos os feridos foram levados pelo Corpo de Bombeiros para a Unidade de Pronto Atendimento em Araguaína. Acidente foi próximo ao povoado de Garimpinho.

Uma Kombi que faz o transporte escolar de alunos da zona rural capotou na TO-226 na tarde desta terça-feira (18). O acidente deixou quatro pessoas feridas, mas nenhuma corre risco de morrer. Eles foram levados pelo Corpo de Bombeiros para a Unidade de Pronto Atendimento de Araguaína.

O caso foi por volta das 13h, próximo ao povoado Garimpinho. Os Bombeiros informaram que quando chegaram no local as vítimas tinham sido levadas por testemunhas para uma fazenda a 3 km do ponto onde a Kombi capotou. Eles fizeram a transferência de três pessoas para a UPA, um homem de 20 anos e duas crianças uma de 11 e outra de 12 anos. O quarto ferido foi levado por terceiros.

As causas do acidente ainda não foram informadas. Segundo os Bombeiro, o homem de 20 anos tinha um ferimento no ombro, assim como a criança de 11 anos. Já o menino de 12 anos machucou o pulso e a quarta vítima teve lesões nos dedos.

Uma funcionária da Prefeitura de Araguaína acompanha o atendimento aos feridos no hospital.

Kombi capotou na TO-226, próximo ao povoado de Garimpinho — Foto: Divulgação/Corpo de BombeirosKombi capotou na TO-226, próximo ao povoado de Garimpinho — Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

Kombi capotou na TO-226, próximo ao povoado de Garimpinho — Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

G1 Tocantins.

Vaca que teve pata presa em mata-burro é resgatada por bombeiros

Corporação usou equipamentos de resgate de vítimas presas em ferragens para liberar o animal, que saiu andando e aparentemente bem.

O Corpo de Bombeiros de Jataí, na região sudoeste de Goiás, resgatou uma vaca que havia ficado presa em um mata-burro perto da BR-060, nesta terça-feira (18). Segundo a corporação, o animal foi encontrado por uma pessoa que passava pelo local e chamou a equipe. Os bombeiros chegaram e viram a vaja já exausta, deitada no chão com a pata presa. Após o resgate, o animal saiu mancando, mas aparentemente bem.

“O local estava a uns 5 km de distância. Chegamos e, em cerca de 25 minutos, conseguimos libertá-la. Usamos o desencarcerador, o mesmo equipamento usado para resgatar vítimas presas em ferragens, e abrimos o espaço para a pata dela passar”, explicou o sargento dos bombeiros José Ricardo Vieira de Assis.

Equipe levanta vaca que estava presa em mata-burro — Foto: Divulgação/Corpo de BombeirosEquipe levanta vaca que estava presa em mata-burro — Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

Equipe levanta vaca que estava presa em mata-burro — Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

Ainda conforme o sargento, a equipe levantou o animal, que estava de lado, para que ficasse com a barriga para o chão, uma posição considerada mais confortável. Assim que libertaram a pata da vaca, ajudaram ela a ficar de pé e o animal saiu mancando, mas andando devagar.

“Não tinha nenhuma lesão aparente, exposta. É possível que ela tenha trincado algum osso, mas só um exame de raio X para confirmar. Também não sabemos quanto tempo ela ficou ali presa. Pode ter caído ontem, porque estava já deitada, cansada. Ainda assim, fizemos uma avaliação breve e ela aparentava estar bem, sem outras complicações”, completou.

Após resgate, vaca sai andando mancando — Foto: Divulgação/Corpo de BombeirosApós resgate, vaca sai andando mancando — Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

Após resgate, vaca sai andando mancando — Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

G1 Tocantins.

Homem é preso suspeito de agredir a mulher com barra de ferro e chutar a filha, em Goiás

Segundo o relato da vítima aos policiais, a criança, de 10 anos, tentou defender a mãe, mas também foi alvo de agressão, em Cidade Ocidental. Homem estava embriagado.

Um homem de 38 anos foi preso suspeito de bater na mulher com uma barra de ferro, na casa da família, em Cidade Ocidental, no Entorno do Distrito Federal. Segundo a Polícia Civil, a vítima, de 34 anos, contou que a filha, de 10 anos, tentou defendê-la, mas também foi agredida pelo pai.

“Ele deu tapas na mulher, bateu nas costas com uma barra de ferro e a jogou no chão. Ela disse que ia chamar a polícia, e ele a ameaçou de morte. A filha tentou defender a vítima, e ele a chutou”, contou o delegado Frederico Gama.

A agressão aconteceu por volta das 22 horas de segunda-feira (18), no Setor Parque Nápoles B. A vítima relatou aos policiais que o marido chegou em casa bêbado e, mesmo sem dizer nada, ele a agrediu.

Após uma vizinha pedir ajuda, policiais militares se deslocaram para a residência e prenderam o homem. Conforme o boletim de ocorrência, o marido da vítima estava embriagado e xingou os agentes.

Os policiais levaram o homem até a Central de Flagrantes de Luziânia, onde há plantão. De acordo com o Frederico Gama, responsável pela unidade, a investigação do caso ficará a cargo da delegacia de Cidade Ocidental, visto que o crime aconteceu no município.

Ao ser preso, o suspeito se manteve em silêncio. Ele foi autuado em flagrante por lesão corporal contra familiares no âmbito da Lei Maria da Penha. O preso já foi transferido para o presídio de Cidade Ocidental, onde segue detido até as 16h desta terça-feira.

A vítima relatou aos policiais que o marido já a agrediu várias vezes quando estava bêbado. No entanto, foi a primeira vez que ela o denunciou.

G1 Tocantins.

Polícia investiga morte de bebê que foi asfixiada enquanto dormia com a mãe em Gurupi

Caso foi registrado no setor Alto da Boa Vista. Uma mulher que estava na casa percebeu que a menina estava com o corpo frio e chamou o Samu.

A Polícia Civil investiga a morte de uma bebê de 5 meses em Gurupi. O caso foi registrado no setor Alto da Boa Vista. Na noite de sábado (15), a criança dormiu com a mãe em um colchão de solteiro. No dia seguinte, de manhã, uma mulher, que estava na casa e que não teve o nome revelado, percebeu que a menina estava morta. A suspeita é que a mãe tenha dormido sobre a filha.

A mãe disse à Polícia Militar que durante a madrugada de domingo levantou e amamentou a menina normalmente. Depois voltou a dormir. Na manhã, a mulher que estava na casa tocou na bebê e percebeu que o corpo estava frio.

Ela avisou à mãe da criança, que chamou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Quando o médico do Samu chegou ao local, encontrou a menina sem vida.

As investigações estão sendo realizadas pelo delegado Luiz Francisco Felizardo, da 2ª Delegacia de Polícia Civil. Ao saber do caso, ele foi ao local, onde fez a coleta de provas e ouviu a mãe da criança. Também acompanhou o trabalho pericial.

A polícia apura se houve homicídio culposo, quando não há intenção de matar. A suspeita é que a mãe tenha dormido sobre a vítima de forma não intencional. A linha de investigação só será confirmada após a conclusão dos laudos periciais.

A bebê foi enterrada nesta segunda-feira (17), no cemitério da cidade.

G1 Tocantins.

Quadrilha de traficantes presa em Palmas é condenada a mais de 51 anos de cadeia

Suspeitos foram presos após serem encontrados com mais de 20 kg de drogas em março deste ano. Grupo recebia entorpecentes de Brasília e distribuía para traficantes na região sul da capital.

Cinco suspeitos de tráfico de drogas presos em março deste ano foram condenados pela Justiça. Eles foram detidos em Palmas durante uma operação da Polícia Civil com mais de 20 kg de drogas que seriam distribuídos em quadras da região sul. Juntos, os cinco suspeitos foram condenados a mais de 51 anos de prisão. A sentença é da 4ª Vara Criminal de Palmas e cabe recurso.

Na época da prisão, segundo a polícia, o grupo era responsável pelo armazenamento e distribuição das drogas na região sul da capital. No local onde eles foram presos também foram encontradas munições de grosso calibre e um carregador de pistola da Polícia Federal.

Conforme o Tribunal de Justiça, as investigações apontaram que a quadrilha era liderada por Carlos Augusto. O grupo tinha ligação com criminosos do Distrito Federal, fornecedores da droga que era vendida em Palmas para traficantes.

Os suspeitos foram presos na Arse 131 (1.304 Sul) e Arse 142 (1.406 Sul). A polícia encontrou com eles maconha, crack, cocaína e pasta base. No carro de um dos réus também foi apreendida uma barra com um quilo de maconha escondida no estepe.

Confira como ficou a pena de cada um:

  • Carlos Augusto Soares Santos – condenado a 17 anos de reclusão por tráfico de drogas, associação para o tráfico, porte ilegal de armas e falsificação. Também vai pagar multa.
  • Welton Botelho de Carvalho – 11 anos e seis meses de reclusão por tráfico de drogas e associação para o tráfico. Vai pagar multa.
  • Carla Pereira de Souza Oliveira – nove anos de reclusão por tráfico de drogas e associação para o tráfico, além de pagamento de multa.
  • Meryellen da Silva Brito – nove anos de reclusão por tráfico de drogas e associação para o tráfico, além de pagamento de multa.
  • Marcelo Rodrigo Mendes Barbosa – cinco de reclusão, em regime semiaberto, e pagamento de multa, pelo crime de tráfico de drogas.

“Havia divisão de tarefas, pelo que ficou demonstrado, sendo Carlos Augusto a pessoa que atuava como gerente do grupo e Welton quem lhe dava total assistência para a comercialização, quanto Carla e Maryellen consentiam e ajudavam com o armazenamento e distribuição dos entorpecentes em suas residências”, explicou o juiz Luiz Zilmar dos Santos Pires na sentença.

Os condenados ainda podem recorrer da decisão. O site ainda tenta contato com a defesa deles.

G1 Tocantins.