Suspeito de estupro é preso após tentar matar pai de vítima com facão

Conforme a polícia, estupro aconteceu em 2014. Desde então, pais de criança estavam sendo ameaçados; tentativa de homicídio aconteceu no último mês de julho.

Um homem foi preso em Araguaína, norte do Tocantins, suspeito de estuprar uma menina de nove anos e tentar matar os pais dela com um facão. O estupro teria acontecido em 2014 e a tentativa de assassinato no último mês de julho, segundo a Polícia Civil. O suspeito foi detido na casa dele, na manhã desta quinta-feira (10).

O homem tem 36 anos, estaria ameaçando o casal desde que foi denunciado pelo estupro. Ainda de acordo com a polícia, no início de julho o suspeito seguiu os pais da criança e bloqueou a passagem deles no setor Ana Maria.

Uma câmera de segurança mostra o momento em que um carro bloqueia a passagem do casal e um homem desce do veículo. Depois, o agressor dá golpes de facão no pai da criança. A vítima foi socorrida pelo Samu e sobreviveu ao crime.

O suspeito foi preso em cumprimento a um mandado de prisão e levado para a Casa de Prisão Provisória de Araguaína. Ele foi indiciado por tentativa de homicídio qualificado.

G1/TO

 

Grávida morre após ambulância capotar ao desviar de ave em rodovia

Rosilene Dias dos Santos, de 27 anos, morreu no local. Namorado da jovem também ficou ferido no acidente e foi levado ao Hospital Regional de Paraíso.

Uma grávida morreu e o namorado dela ficou ferido após uma ambulância capotar na TO-342, próximo a cidade de Dois Irmãos do Tocantins. Eles estavam no veículo indo de Araguacema, no oeste do estado, para Palmas. O motorista da ambulância informou a Polícia Militar que perdeu o controle do veículo ao tentar desviar de uma seriema que estava na pista.

A jovem Rosilene Dias dos Santos, de 27 anos, morreu no local. O bebê também não resistiu ao acidente. Não há informações sobre o estado de saúde do namorado dela, o motorista teve ferimentos leves. O caso foi no começo da tarde desta quinta-feira (10).

Nas imagens é possível ver que a parte de cima da ambulância foi completamente arrancada, o veículo foi para em um matagal nas margens da pista. A PM informou que outros motoristas ajudaram no socorro às vítimas. Os dois homens foram levados ao Hospital Regional de Paraíso do Tocantins.

Motorista informou que tentou desviar de um pássaro (Foto: Divulgação)
Motorista informou que tentou desviar de um pássaro (Foto: Divulgação)
Acidente foi no começo da tarde desta quinta-feira (Foto: Divulgação)
Acidente foi no começo da tarde desta quinta-feira (Foto: Divulgação)
G1/TO

Grupo alvo de força-tarefa roubava cerca de 25 cargas por mês, diz PF

Segundo superintendente, valor arrecadado por mês era de R$ 2,5 milhões; montante total chega a R$ 30 milhões. Operação Hicsios II cumpre mandados em Goiás, no DF e em mais 4 estados.

Polícia Federal revelou que o grupo especializado investigado pelo roubo de cargas em Goiás, no Distrito Federal e em mais quatro estados, cometia cerca de 25 crimes por mês. Desta forma, o valor subtraído a cada 30 dias girava em torno de R$ 2,5 milhões.

O esquema foi desmantelado nesta quinta-feira (10), durante a Operação Hicsos II, na qual atuou uma força-tarefa composta, além da PF, das polícias Rodoviária Federal, Militar e o Ministério Público do Estado de Goiás. Ao todo, 91 mandados judiciais são cumpridos em Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e no Distrito Federal.

O valor total do prejuízo estimado pela força-tarefa é de R$ 30 milhões. De acordo com o superintendente regional da PF em Goiás, Umberto Ramos, as investigações começaram em agosto de 2016. Ele explicou como funcionava o esquema.

“Havia um líder, que é daqui de Goiás e comandava duas células. Uma ligada aos autores dos roubos e outra aos receptadores, que adquiriram o produto dos crimes”, disse Ramos.

Nesta segunda fase da operação, até o meio dia desta quinta, já tinham sido cumpridos 30 dos 40 mandados de prisão, sendo 28 em Goiás, um no Paraná e um no Distrito Federal. Todos os detidos serão trazidos para Goiânia. Um dos envolvidos está foragido na Inglaterra. Por isso, será solicitado auxílio das autoridades britânicas e da Interpol para encontrá-lo.

 Também foram emitidas 35 ordens de busca e apreensão e 15 de condução coercitiva, quando a pessoa é levada para prestar depoimento.

A ação ocorre nas seguintes cidades: Goiânia, Anápolis, Guapó, Luziânia, Piracanjuba, Trindade (GO); Brasília (DF); Ponte do Araguaia (MT); Araguari (MG); Mandaguari (PR); Itajaí (SC).

Alvos

A primeira fase da operação, batizada de Hicsos, ocorreu em fevereiro deste ano, quando 37 pessoas foram presas. Naquela ocasião, os alvos eram os autores dos roubos, aqueles que de fato praticavam os crimes.

Desta vez, o foco foi outro. “Agora nós atacamos os receptadores, em geral comerciantes e empresários que aceitavam a proposta para comprar os produtos roubados”, explicou o superintendente da PF.

Um dos presos é o dono de um supermercado no Conjunto Riviera, em Goiânia. A operação apontou que ele era receptador de cargas roubadas, as quais eram revendidas em seu estabelecimento. Na residência dele foram encontrados quatro veículos de luxo.

Outra detida é uma suplente de vereadora de Buritis (MG). Conforme as investigações, ela usava documentos de identidade falsos com o intuito de lavar dinheiro para o grupo criminoso. Apesar de não declarar nenhum bem, segundo a polícia, ela tinha uma vida de luxo.

Ramos explicou que, nas duas fases da operação, foram emitidos 77 mandados de prisão. Porém, o número total de presos durante a investigação é de 104, pois ocorreram algumas detenções em flagrante neste período.

Os envolvidos responderão pelos crimes de roubo qualificado, cárcere privado, lavagem de dinheiro, organização criminosa, tráfico de drogas e receptação.

Um dos crimes atribuído ao grupo criminoso ocorreu no último dia 9 de junho. Um vídeo mostra o momento em que um caminhão passa pela BR-060, em Anápolis, a 55 km de Goiânia. De repente, após parar no quebra-molas em frente a um posto da PRF, o motorista, de 45 anos, pulou do veículo para denunciar que estava sendo vítima de um assalto. 

Três policiais da corporação faziam outra abordagem no momento e conseguiram render o assaltante, que foi preso e levado para a Central de Flagrantes de Anápolis.

Nas imagens de câmeras de segurança é possível ver quando o caminhoneiro passa pelo quebra-molas em velocidade reduzida. Antes que o veículo parasse totalmente, ele abriu a porta, pulou para fora e saiu correndo, apontando para o caminhão. Em seguida, os policiais rendem o jovem, de 22 anos, que saiu pela janela e entregou o revólver de calibre 38 que usava no assalto.

Segundo a PRF, a vítima relatou que foi rendida pelo assaltante enquanto passava por Abadiânia, que fica a 36 km de Anápolis. Conforme o relato, o jovem e um comparsa pararam o veículo, e o suspeito seguiu com o caminhoneiro enquanto o outro fugiu em um carro.

G1/GO

Após morte de bebê, prefeitura intensifica combate ao calazar em Gurupi

Equipes do CCZ vão visitar casas e aplicar inseticidas no setor Jardim dos Buritis, onde a criança morava. Ações serão realizadas durante todo o mês.

Depois de registrar casos de calazar em Gurupi, sul do Tocantins, a prefeitura vai intensificar ações de combate à doença. Nesta quinta-feira (10) começa o mutirão de conscientização. No decorrer do dia, serão realizadas palestras nas escolas. Nesta sexta-feira (11), equipes do CCZ vão até o setor Jardim dos Buritis, onde percorrerão as casas para falar sobre a importância de manter a cidade limpa. Foi nesta região que uma bebê de 10 meses adquiriu leishmaniose visceral e morreu. Outras três crianças estariam fazendo tratamento por causa da doença. 

As ações seguem no sábado (12), quando será feita a coleta de sangue em cães para diagnóstico do calazar. O local de encontro será na escola Domingos Barreira Amorim, das 8h às 13h. O resultado estará disponível a partir de segunda-feira (14), e em caso de negativo pode ser agendado a castração dos animais para as famílias de baixa renda.

Já na segunda-feira começa o trabalho de bloqueio químico vetorial com inseticida em todas as casas do setor Jardim dos Buritis. Ele deve combater o mosquito num período de 4 meses. Esse trabalho deve demorar cerca de 30 dias. Eles devem percorrer as 954 casas do setor.

G1/TO

Aposentado é preso no DF suspeito de estupro e exploração de menores

Vítimas relataram à Polícia Civil que recebiam celulares e dinheiro após encontros em motéis. Delegado investiga se mãe de duas das meninas era conivente com atos.

Um aposentado de 72 anos foi preso, nesta quarta-feira (9), em Brasília, suspeito de abusar e explorar sexualmente de meninas entre 9 e 16 anos em Luziânia, no Entorno do Distrito Federal. O pai de uma das vítimas fez a denúncia à Polícia Civil após perceber que a filha estava com um celular novo e contou que havia recebido o aparelho de um idoso que encontrou em um motel. Mãe de duas das vítimas também é investigada suspeita de ser conivente com os atos.

O delegado responsável pelo caso, Daniel Marcelino, afirmou que já foram identificadas cinco vítimas do idoso. Segundo o investigador, as meninas relatavam que ele pagava entre R$ 50 e R$ 200 ou dava aparelhos eletrônicos como pagamento, além de pedir que elas levassem outras garotas.

Em depoimento à Polícia Civil, ele admitiu ter se encontrado apenas com duas meninas, que ele acreditava que fossem maiores de idade. Além disso, ele relatou que as conheceu por meio de uma amiga em comum.

“No interrogatório, ele disse que não conhecia a maioria das vítimas, que só reconhecia duas delas que ele disse que achou que eram maiores de idade. Ele contou que conheceu as meninas através de uma amiga, trocou telefones e marcavam esses encontros. Ele alega que essa pessoa que os apresentou é uma adulta, mas ainda vamos investigar”, disse.

Marcelino esclareceu que ainda não é possível determinar exatamente há quanto tempo ele agia. Conforme o delegado, ele está detido por mandado de prisão temporária na Casa de Prisão Provisória de Luziânia.

“Ainda estamos investigando com quais e quantas delas é caracterizado o crime de estupro de vulnerável e em quais casos houve exploração sexual. Se for condenado por esses crimes, ele pode pegar até 40 anos de prisão”, afirmou.

Mãe suspeita

A mãe de duas das vítimas também foi ouvida na delegacia nesta quarta-feira, porque tinha conhecimento dos atos, segundo o delegado. Marcelino explicou que ela soube que as filhas adolescentes haviam se encontrado com um aposentado em um motel e recebido dinheiro.

“Ela conta que as filhas chegaram a dar um pouco do dinheiro para ela e ela usou o valor para pagar algumas contas. Ainda vamos apurar se essa mulher vai responder por algum crime, porque, mesmo sabendo disso não tomou nenhuma atitude, se omitiu quando deveria agir. Estamos vendo ainda a questão da responsabilização dela”, declarou.

G1/GO

Pensando no meio ambiente prefeitura de Palmeirópolis promove descarte de pneus

Prefeitura de Palmeirópolis realiza coleta de pneus velhos do município.

Pensando na sustentabilidade e na responsabilidade ambiental, a prefeitura de Palmeirópolis, por meio das Secretarias de Recursos Hídricos e Meio Ambiente, Saúde e Urbanismo, firmou convênio com o Programa Reciclanip para dar destinação correta aos pneus inservíveis que estão num deposito.

O objetivo desta ação é evitar que o armazenamento destes materiais poluam o Meio Ambiente e ameacem a saúde pública, pois servem de criadouros de mosquitos transmissores da dengue, febre-amarela e malária.

Da mesma forma, a queima dos pneus produz uma fumaça tóxica que apresenta riscos à saúde.

As 24 toneladas de pneus foram doadas para a Reciclanip de São Paulo, onde serão reciclados e reutilizados para massa asfáltica e alimentação de caldeiras nas indústrias de grande porte em cidades metropolitanas.

Palmeirópolis já é uma cidade credenciada ao Ecoponto, no entanto, devido a quantidade acumulada de pneus que havia no prédio municipal, a empresa Pneus Neto está fazendo a retirada no local.​20170803_153128

Fonte:Ascom/meioambiente

 

Gincana do Meio Ambiente mobiliza alunos do 5º ano do Ensino Fundamental em Palmeiropolis

Gincana do Meio Ambiente da Escola Municipal Elda Silva.

A 1ª Gincana do Meio Ambiente da Escola Municipal Elda Silva Barros, realizou a 3ª pesagem nesta segunda-feira (07) e surpreendeu pela quantidade de material reciclável recolhido pela campanha.

A Gincana está sendo realizada dentro do Projeto Piloto de Coleta Seletiva, feito pelo prefeitura municipal, em parceria com a Associação de Coletores de Materiais Recicláveis de Palmeirópolis e Região – ACOMP e Engie Brasil Energia. Vai estar acontecendo nos próximos meses em Palmeirópolis e nas cidades vizinhas. 

A gincana envolve todos alunos do 5º ano do ensino fundamental. O desafio dos participantes é conseguir a maior quantidade de lixo seco, que posteriormente será encaminhado a ACOMP, para beneficiamento e reaproveitamento.

Os materiais foram recolhidos ao longo de vários dias desde o mês de março, e na manhã dessa segunda-feira aconteceu a quarta entrega. A quantidade de lixo seco surpreendeu até mesmo os organizadores. “Esse recolhimento de lixo seco tomou uma proporção muito grande, os alunos se emprenharam muito […] os pais se envolveram, a comunidade toda. Estão vindo pessoas do comércio, supermercados e lojas com caminhões para trazer esses materiais”, disse o secretário de Meio Ambiente Jean Carlos.

Além de papel e papelão, foram recolhidos outros materiais como plásticos e o alumínio.

Todo material recolhido será pesado e a turma vencedora ganhará um passeio na FELT – Fundação de Esporte e Lazer dos Funcionários da ENGIE, localizada no município de Palmeirópolis -TO, e a escola receberá um conjunto de coletor seletivo de resíduo e uma mesa de ping pong.

O projeto visa conscientizar os alunos com relação a reciclagem e a quantidade de lixo jogado no meio ambiente. “Quando eles caminham pelas ruas, o que veem de coisas inúteis jogadas, é fora do normal. Eles literalmente fizeram uma faxina na comunidade. A educação ambiental deve estar presente de forma interdisciplinar em todo o currículo escolar. Assim poderá atingir todos os cidadãos por meio de um processo pedagógico participativo, que procure construir no educando uma visão crítica sobre as questões ambientais”, explicou Jean.

A participação é aberta as turmas do 5º ano de escolas dos municpios de Palmeirópolis, Paranã, São Salvador, que participaram do “Programa de visitas”, da Usina Hidrelétrica no período de março de 2017 a 19 de setembro.  elda lixolixo eldaeldinelda alueldaaelda silvaelda capa

Fonte: Ascom Meio Ambiente Palmeiropolis

Dois são presos com drogas escondidas nos bancos e porta-malas de carro

Um dos homens se apresentou como motorista da Uber e mora em Goiânia. Ele foi levado para a Casa de Prisão Provisória de Gurupi.

Dois homens foram presos na madrugada desta quarta-feira (9) por suspeita de tráfico de drogas na BR-153, em Gurupi, sul do Tocantins. No carro, a Polícia Rodoviária Federal encontrou tabletes de cocaína e maconha escondidos nas portas, nos estofados dos bancos e no porta-malas do veículo. O motorista disse ser funcionário da Uber em Goiás.

A Polícia Civil disse que os dois foram levados para a Casa de Prisão Provisória de Gurupi. Durante o depoimento, o motorista confirmou que trabalha para o aplicativo em Goiânia (GO). No celular, policiais encontraram áudios com conversas que comprovam que ele tinha sido pago para levar a droga até Santana do Araguaia (PA).

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, os homens foram abordados durante um patrulhamento. Após uma fiscalização no carro, foram encontrados quase 2 quilos de substância semelhantes à cocaína, cerca de 5 quilos de maconha e uma porção de substância análoga à cloridrato de cocaína.

G1 procurou a empresa para saber se o homem terá o cadastro excluído do aplicativo e aguarda resposta.

G1/TO

Queimada na serra de Natividade já dura uma semana e fumaça invade cidade

Moradores contaram que as chamas atingem área de difícil acesso na serra. Tocantins já teve mais de 5,3 mil focos de queimadas em 2017.

Uma queimada que atinge a serra de Natividade, na região sudeste do Tocantins, já dura uma semana. O local atingido pelas chamas é de difícil acesso, já que existem paredões de pedra e precipícios entre os montes. A cidade de Natividade, que fica próxima a serra, sofre com uma nuvem de fumaça.

O município não tem brigadistas ou uma unidade do Corpo de Bombeiros. Em algumas regiões de serra no Tocantins, militares auxiliam no combate ao fogo, é o caso da serra do Carmo, por exemplo, que fica próxima à capital.

O Tocantins está em terceiro lugar no ranking nacional de queimadas. O estado perde apenas para o Pará e o Mato Grosso. Em todo o ano de 2017, já foram 5,3 mil casos. Nas últimas 48 horas foram registrados 141 focos em todo o estado. Os moradores de Natividade relatam que o fogo aumenta nos horários em que há mais vento na região.

A cidade é também o centro de uma das principais romarias do Tocantins. Entre os dias 6 e 17 de agosto cerca de 90 mil pessoas devem passar pela região indo para o povoado de Senhor do Bonfim, que fica a 24 quilômetros da cidade. Muitas delas fazem o trajeto a pé.

G1/TO

Caminhão com 9 mil litros de produtos químicos bate em gado, e carga cai perto de córrego

Motorista e passageiro tiveram ferimentos e foram atendidos por bombeiros, em Abadia de Goiás.

Um caminhão que transportava cerca de nove mil litros de produtos químicos bateu em um rebanho de bovinos, saiu da pista, e a carga caiu perto de um córrego, às margens da BR-060, nesta quarta-feira (9), em Abadia de Goiás, na Região Metropolitana da capital. Segundo o Corpo de Bombeiros, o motorista e o passageiro tiveram ferimentos leves e foram atendidos no local.

O acidente aconteceu por volta das 5h30 desta quarta-feira no km 186 da rodovia. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o veículo, um Mercedes Benz, saiu de Aparecida de Goiânia e levava os produtos para Mineiros, na região sudoeste de Goiás. O motorista relatou à polícia que atropelou seis bovinos, e acabou saindo da pista.

O caminhão transportava nove mil litros de produtos de limpeza, distribuídos em tambores de 200 linhos. A maioria da carga foi perdida.

Conforme informou a corporação, equipes do Corpo de Bombeiros avaliam se houve dano ambiental causado pelo derramamento dos compostos químicos. Segundo a PRF o trânsito não foi prejudicado.

G1/GO