Inscrições para processos seletivos do IFTO estão abertas

 

Para os cursos técnicos, os interessados têm até o dia 17 de julho para efetuar a inscrição. O valor da taxa é de R$ 25,00. Já para quem deseja cursar um curso superior as inscrições estão abertas até o dia 10 de julho. A taxa é de R$ 35,00. E para o Proeja é possível se inscrever gratuitamente até o dia 1º de julho.

As provas acontecem nos dias 24 de julho para os cursos superiores e 31 de julho para os cursos técnicos. Já no que se refere aos cursos do Proeja o sorteio das vagas será no dia 2 de julho.

Vagas 

Cursos Proeja: Manutenção e Operação de Microcomputadores e Atendimento
Cursos superiores: Gestão Pública e Agronegócio, Engenharia Civil e Engenharia Elétrica
Cursos técnicos: Agrimensura; Controle Ambiental; Mecatrônica; Edificações; Eletrotécnica; Informática; Secretariado; e Segurança do Trabalho.

IFTO/Divulgação

Fonte: (jornal do tocantins)

Dilma e Temer disputam 15 votos decisivos no Senado

A petista oferece plebiscito por novas eleições como alternativa à crise, já o peemedebista acumula dezenas de pedidos de cargos

15 senadores passaram a ser o foco do presidente em exercício Michel Temer e da presidente afastada Dilma Rousseff, na tentativa de assegurar os votos necessários para o desfecho que pode favorecer um ou outro na votação final do processo de impeachment, com previsão para ocorrer em agosto.

A equipe de Dilma, segundo petistas com acesso às discussões no Alvorada, resolveu fazer abordagens a esses parlamentares na esperança de que ao menos cinco votos sejam revertidos. Numa contraofensiva do peemedebista, muitos desses parlamentares já se reuniram com ele no Planalto, conforme O Globo. 

No grupo que tem seus votos disputados pelos dois lados estão membros que votaram em favor da admissibilidade do impedimento da petista ou se ausentaram da sessão, que resultou no afastamento dela. Dilma teve 22 votos ao seu favor, já no julgamento final serão necessários 28 votos ou ausências. O afastamento temporário de Dilma contou com 55 votos, um a mais do que os 54 necessários para retirá-la definitivamente do cargo. 

Com as mãos amarradas para sinalizar com cargos e vantagens, os petistas oferecem a realização de plebiscito por novas eleições como alternativa à crise. O governo interino vem acumulando dezenas de pedidos de cargos. O senador Hélio José (PMDB-DF) pediu a Temer 34 cargos, entre eles as presidências do BB DTVM, dos Correios, do FNDE e de Itaipu. Ele ainda quer ser o líder do governo no Congresso e relatar as medidas provisórias sobre infraestrutura. No Planalto, os pedidos do peemedebista causaram irritação.  

Nas últimas semanas estiveram com Temer os senadores: Romário (PSB-RJ), Cristovam Buarque (PPS-DF), Eduardo Amorim (PSDC-SE), Benedito de Lira (PP-AL), Acir Gurgacz (PDT-RO) e Jader Barbalho (PMDB-PA).  

O grupo dos 15 tem ainda tem Fernando Collor (PTC-AL), Omar Aziz (PSD-AM), Pedro Chaves (PSC-MS), Roberto Rocha (PSB-MA), Vicentinho Alves (PR-TO), Wellington Fagundes (PR-MT), Wilder Moraes (PP-GO) e Marcelo Crivella (PRB-RJ) — que se licenciará para disputar a prefeitura do Rio, mas controla o voto do suplente, Eduardo Lopes (PRB). 

Os petistas já desistiram de Romário, que deve votar pelo impeachment. Eduardo Amorim, Vicentinho e Wilder Moraes declaram voto pró-deposição.(fonte:notícias ao minuto)

Edson Celulari está com câncer, diz colunista

Ele foi diagnosticado com linfoma não-Hodgkin e anunciará nesta segunda-feira (20)

O ator Edson Celulari, de 58 anos, foi diagnosticado com linfoma não-Hodgkin, o mesmo que a presidente afastada Dilma Rousseff teve.

O artista deve fazer o anúncio publicamente nesta segunda-feira (20), segundo informa o colunista Anselmo Gois, do Globo.

“Reuni minhas forças, meus santos, meu punhado de coragem, coloquei tudo numa sacola e estou indo cuidar de um linfoma não-Hodgkin. Foi um susto, mas estou bem e ao lado de pessoas amadas. Com determinação e fé, sairei deste tratamento ainda mais forte”, disse o autor.

Fonte: noticias ao minuto

Com pneumonia, Siqueira Campos deve permanecer internado

Ex-governador deu entrada no hospital com quadro de desidratação.
Ele deve continuar na UTI por até sete dias, segundo a assessoria.

Internado desde a noite deste sábado (18), o ex-governador José Wilson Siqueira Campos, 87 anos, foi diagnosticado com pneumonia no pulmão direito. Ele deu entrada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital particular em Palmas após um quadro de desidratação.

Siqueira está recebendo medicação e precisará ficar internado por até sete dias, mas “por ele já voltava para casa”, descatou a assessoria.

Durante o tempo em que ficar internado, ele não poderá receber visitas por causa dos riscos de contrair uma nova infecção. “Está consciente. A pressão e os batimentos cardíacos estão normais”, segundo a nota.

Entenda
O ex-governador deu entrada na UTI por volta das 20h deste sábado, após quadro de desidratação.

Nas redes sociais, o filho dele, o deputado estadual Eduardo Siqueira Campos, escreveu uma mensagem para tranquilizar os amigos e parentes. “Posso assegurar que seu estado é bem estável”, pontuou.

Eduardo também agradeceu os pensamentos positivos e as orações. “Homem forte e temente a Deus, o nosso velho guerreiro há de nos permitir ainda muitos sonhos, amor e anos de vida no seio da família tocantinense, Estado pelo qual ele tanto lutou e que se confunde com a sua própria vida de tantas conquistas”, concluiu.

Siqueira Campos é o autor da emenda de criação do Estado do Tocantins. Após a separação do estado, ele se tornou o primeiro governador e criou o projeto de construção de Palmas. No total, exerceu quatro mandatos no governo do Tocantins.

Fonte:/g1.globo.com/

Bebê não espera por pouso de emergência e nasce em pleno voo

O avião fazia a ligação Jeddah – Nova York mas foi obrigado a fazer um desvio devido a uma emergência médica

O Boeing 777 da companhia aérea Saudia anunciou uma emergência médica a bordo: uma mulher entrou em trabalho de parto, mas nem houve tempo para o pouso de emergência.

O bebê acabou nascendo em pleno voo, a mais de nove quilômetros de altitude, conta o Metro.

A história ficou conhecida nesta sexta-feira (17) depois que companhia aérea da Arábia Saudita publicou em seu perfil no Facebook uma fotografia do recém-nascido e das aeromoças que auxiliaram o parto.

O avião foi notícia na quinta (16) por ter sido obrigado a pousar de emergência no aeroporto de Heathrow, no Reino Unido, quando o seu destino era Nova York, mas até agora não se sabia qual o motivo.

Tanto o bebê como a mãe estão bem.

Fonte: noticias ao minuto

Deputados são convocados para eleição da Mesa Diretora

Pela terceira vez a Assembleia Legislativa vai eleger uma nova Mesa Diretora quase setes meses antes do início do mandato da nova presidência. O edital de convocação dos deputados foi lido na manhã desta quarta-feira, 15, durante o expediente da sessão ordinária e prevê o dia 8 de julho, às 9h, para o início do pleito.

A convocação está embasada nos artigos 12 e 26 do Regimento Interno da Assembleia que atribuem ao presidente desta Casa de Leis a competência para convocar sessão extraordinária para a eleição da Mesa.

Na primeira sessão de cada mandato parlamentar, com duração de quatro anos, os 24 deputados elegem a nova Mesa Diretora que vai dirigir a Assembleia e os trabalhos legislativos. Por sua vez, a vigência do mandato da Mesa dura dois anos. O Regimento prevê datas distintas para a eleição da Mesa Diretora em cada biênio.

Por exemplo, no atual mandato parlamentar, que começou em 1º de fevereiro de 2015 e vai até 1º de fevereiro de 2019, a Assembleia tem sido dirigida pela Mesa eleita em 1º de fevereiro de 2015, na primeira reunião dos deputados recém-eleitos. Mas no caso da eleição da Mesa para o segundo biênio, de 1º de fevereiro de 2017 a 1º de fevereiro de 2019, a eleição terá de acontecer em julho de 2016.

A distinção da data do pleito para diferentes biênios existe desde 2008, quando o então presidente da Assembleia, deputado Carlos Gaguim, se reelegeu. O mesmo expediente foi usado na eleição de então deputado Sandoval Cardoso, em 2012, durante a segunda presidência do deputado Raimundo Moreira, falecido no ano passado.

O Regimento estabelece ainda que a eleição deve acontecer em escrutínio secreto e com a presença da maioria absoluta dos deputados. A posse dos eleitos está prevista para o dia 1º de fevereiro de 2017, às 15h, em sessão especial de posse para o biênio (2017-2019).

Glauber Barros.
Foto: Koró Rocha.

Cerca de 500 kg de maconha são apreendidos em Aparecida de Goiânia

Cerca de 500 kg de maconha foram apreendidos e dois homens presos em Aparecida de Goiânia, durante a madrugada desta sexta-feira (17). Eles foram encaminhados para o 4º Distrito Policial onde serão ouvidos.

Segundo a Polícia Militar (PM), um dos suspeitos fugiu da polícia após uma tentativa de abordagem no Jardim Buriti Sereno. Ele chegou a pular alguns muros, mas foi preso por policiais do Giro que trabalharam na ação.

Durante a prisão, ele contou sobre o comparsa e que a maconha estava em uma casa no Setor Vila Romana. Ainda na abordagem, o celular do detido começou a tocar. Ele então contou aos policiais que um primo dele está preso na Penitenciária Odenir Guimarães, de onde comanda uma quadrilha especializada no tráfico de drogas.

A dupla será autuada por tráfico e associação criminosa.

(Fonte: o popular)

Senadora lamenta vetos à MP da renegociação de dívidas agrícolas da Sudene

A parlamentar chamou a atenção para a dificuldade enfrentada sobretudo pelos pequenos produtores atingidos pela forte estiagem na região

A senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) lamentou os vetos parciais do presidente interino Michel Temer à Medida Provisória 707/2015, que trata da renegociação das dívidas de produtores rurais na área da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (SUDENE). A parlamentar chamou a atenção para a dificuldade enfrentada sobretudo pelos pequenos produtores atingidos pela forte estiagem na região.
“Quero lamentar que, depois de uma ampla e grande negociação a respeito das dívidas do Nordeste, foram vetados itens da maior importância. Não é apenas um grupo de produtores do Nordeste chorando a prorrogação de dívidas, querendo empurrar com a barriga as suas dívidas. Ao contrário, são cinco anos de seca brava, de seca total. Então, é a total incapacidade de pagamento”, afirmou Kátia Abreu nesta quarta-feira (15), durante sessão plenária do Senado.
Apesar de a matéria ter sido resultado de ampla negociação entre Congresso Nacional e Executivo, Michel Temer vetou os artigos que abatiam parte das dívidas referentes ao crédito rural e estabeleciam a remissão integral da dívida.
Segundo a senadora, os vetos colocarão na inadimplência milhares de pequenos agricultores, visto que cerca de 80% dos agricultores familiares que aderiram ao programa de crédito agrícola tiveram perdas comprovadas superiores a 50% da produção com a seca de 2014 e 2015, a pior dos últimos 50 anos.
“Não se trata de um mau negócio realizado pelo produtor. A chuva não veio. Isso não depende da sua vontade própria. Ele fez o que tinha que ser feito, mas, infelizmente, não tem o comando sobre a natureza. Isso vai dar problema para o Nordeste mais uma vez, além dos grandes problemas que já tem com a seca. Não foi cumprido um grande acordo feito, debatido amplamente por todos os Ministérios afins”, lamentou a senadora.
Kátia Abreu falou sobre os vetos durante votação da MP 715/2016, que destina R$ 316,2 milhões para o pagamento de parcelas do Benefício Garantia-Safra. O recurso é destinado a 440 mil famílias de agricultores familiares Sudene atingidos pela seca no período 2014/2015. A matéria foi aprovada pelo Senado e agora segue para promulgação.
Fonte: o girassol

Assédio moral: número de ações cresce 300%

Prática comum em empresas causa doenças nos funcionários e afeta produtividade; No Brasil, 42% dos trabalhadores já foram vítimas

Subiu 300% o número de ações ajuizadas no Tocantins por assédio moral no trabalho. Segundo os dados do Ministério Público do Trabalho (MPT), neste ano foram três ações ajuizadas enquanto em 2014 apenas uma foi registrada. Quanto aos procedimentos abertos pelo MPT, o Estado apresentou uma redução de 44 em 2014, para 35 em 2015. Até a primeira quinzena deste mês, o MPT abriu 18 procedimentos para apurar supostos casos de assédio moral.

Uma pesquisa da Organização Internacional do Trabalho (OIT) revelou que 42% dos brasileiros já sofreram assédio moral, e a prática interfere na autoestima e na autodeterminação do funcionário o que influencia diretamente no quanto ele é produtivo.

De acordo com o MPT, o assédio moral “caracteriza-se pela exposição dos trabalhadores a situações humilhantes e constrangedoras, geralmente repetitivas e prolongadas, no exercício de suas funções”.

Neste sentido, a psicóloga especializada em saúde do trabalhador, Zilma Araújo Dutra, alerta que “não é porque o chefe chegou de mau humor que a situação de assédio é configurada”. De acordo com a especialista, o assediador, na maioria das vezes, investe em ações que levam a vítima a desistir ou pedir demissão.

Comportamentos, palavras, atos, gestos, escritos que possam trazer danos à personalidade, à dignidade ou à integridade física ou psíquica de uma pessoa, são as formas mais comuns do assédio moral, segundo o MPT.

A relação pode ser considerada como triangular, quando envolve assediador, vítima e colegas de trabalho que por diversos motivos permanecem inertes ou aderem à exclusão do trabalhador vítima.

Prejuízos

Zilma explica que o assédio moral causa diversos malefícios para as empresas como a redução da produtividade e lucratividade, além do aumento das doenças nos funcionários e por consequência o número de ausências por causas médicas.

Para ela, o dano causado ao trabalhador, também preocupa. “É preciso lembrar que o trabalho é central na nossa vida e além de identidade, é subsistência. Por isso afeta tanto. Quando uma pessoa passa por uma situação destas parece que teve a alma roubada.”

Saúde

A ministra do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Maria Cristina Peduzzi, pontua que “a teoria do assédio moral se baseia no direito à dignidade humana” e por isso ela observa que a Constituição Federal (CF) garante o direito à saúde, neste caso, mais especificamente à saúde mental, e o direito à honra.

A psicóloga Zilma indica que quando o trabalhador perceber uma situação que possa configurar assédio moral é bom que procure ajuda profissional de um psicólogo ou psiquiatra, tendo em vista que os danos psicológicos podem afetar a saúde física causando dores de cabeça, problemas gastrointestinais e outros sintomas. “O profissional, ao identificar a situação, pode emitir laudo e inclusive afastar o trabalhador desse ambiente”, explicou ao lembrar que “muitas vítimas passam por vários especialistas antes de chegar à causa do problema: assédio moral”.

Denúncia

A maior dúvida de quem sofre assédio moral é como denunciar a prática, tendo em vista que apesar de alguns estados brasileiros, como São Paulo e o Distrito Federal, possuírem legislação específica para punir estes casos, o Brasil e o Estado do Tocantins ainda não possuem. Para a psicóloga “uma legislação que impeça essa prática ajudaria muito”.

Diante disto ela ressalta que é preciso que as empresas se conscientizem sobre a implantação da organização do trabalho e uma cultura organizacional que preze pela ética, no sentido de evitar o assédio moral naquele ambiente e caso ele aconteça, tenha condições de lidar com a situação.

Neste sentido, o MPT orienta que as situações se assédio sejam relatadas desde a origem por meio de ouvidorias, ou outros canais disponibilizados pelas empresas aos funcionários. Desta forma, é possível evitar consequências e prejuízos ao trabalhador, à empresa ou órgão público.

Caso a solução não surja dentro da organização, o MPT sugere que a vítima entre em contato com o sindicato ou associação e denuncie o caso, que deve ser informado também à Delegacia Regional do Trabalho (DRT) e ao Ministério Público. A denúncia pode ser feita de forma anônima ou com resguardo da identidade do denunciante.

Dependendo do grau da lesão, uma demanda judicial por danos patrimoniais e morais também pode ser iniciada pelo trabalhador. Todo dano sofrido pelo trabalhador, seja de caráter material ou moral, pode ser indenizado, segundo o MPT.

(Fonte: jornaldotocantins)

Morre Rubén Aguirre, intérprete do Professor Girafales, aos 82 anos

A notícia foi dada no Twitter por Edgar Vivar, intérprete do Senhor Barriga

Morreu nesta sexta-feira (17), aos 82 anos, o ator Rubén Aguirre, conhecido por ter interpretado o Professor Girafales no seriado “Chaves”, transmitido no Brasil pelo SBT.

No Twitter, Edgar Vivar, intérprete do Senhor Barriga, foi quem revelou a morte do colega:”Meu professor favorito, descanse em paz. Hoje meu grande amigo Ruben Aguirre parte deste mundo. Sentirei muitas saudades”, escreveu.

O ator foi internado recentemente com pneumonia e passou 11 dias no hospital. Ele também tinha diabetes, controlada com medicamentos, além de cálculos na vesícula e problemas de coluna.

(Fonte: noticias ao minuto)