Jovem colombiano é assassinado a tiros em bar no sul do Tocantins

Testemunhas disseram que o rapaz seria agiota e estaria entregando dinheiro a um cliente, mas a versão ainda é investigada pela polícia. Jhowin Holguin Rodrigues, de 20 anos, morreu no local.

O jovem Jhowin Holguin Rodrigues, de 20 anos, foi assassinado a tiros em um bar no setor Vila Nova, em Gurupi.

O rapaz é da Colômbia e começou a frequentar o local há cerca de um mês, de acordo com o proprietário. O crime foi no final da tarde desta quarta-feira (21).

De acordo com a Polícia Militar, o rapaz chegou ao bar em uma motocicleta e pediu um refrigerante enquanto esperava outra pessoa.

Não há informações sobre como o atirador chegou ao local ou se ele chegou a conversar com a vítima. Os tiros atingiram a barriga e as costas de Rodrigues. Ele morreu no local.

Testemunhas disseram à Polícia Militar que o rapaz estaria entregando dinheiro para um cliente no local e que agia como agiota na cidade.

A história ainda não foi confirmada, mas o caso será investigado pela Polícia Civil. Ainda não há suspeitos para o crime.

G1 Tocantins

Prefeito de Paranã é intimado a pagar multa por descumprir liminar que obriga a estruturar Conselho Tutelar

A pedido do Ministério Público Estadual (MPE), o Poder Judiciário intimou o prefeito de Paranã, Fabrício Viana Camelo Conceição, a pagar multa pelo descumprimento de liminar que obriga o município a estruturar o Conselho Tutelar do município.

A multa foi imposta à pessoa do prefeito em outubro de 2017, tendo o valor diário de R$ 10 mil. Já está acumulada em R$ 510 mil, considerando-se a data em que foi proferida a liminar e o fim do prazo de 90 dias para que a administração pública adotasse as providências em favor do Conselho Tutelar.

De acordo com a Promotoria de Justiça de Paranã, desde que o prefeito foi notificado a cumprir a decisão, nenhuma providência foi adotada.

Uma certidão expedida por oficial de justiça em Mandado de Constatação comprova que os conselheiros tutelares continuam exercendo suas funções em condições precárias, em espaço físico inadequado e sem segurança, sem automóvel caracterizado e em boas condições de uso, sem telefones fixo e móvel, sem internet, sem equipe de apoio e com mobiliário insuficiente.

Também é relatado que o Conselho Tutelar não dispõe de assistência social e psicológica para o atendimento das crianças e adolescentes e que seus integrantes não estão recebendo formação continuada.

As melhorias para o Conselho Tutelar foram requeridas em Ação Civil Pública ajuizada em junho de 2017 pelo Promotor de Justiça Milton Quintana, na qual é enfatizada a obrigação legal das prefeituras em criar e manter, no mínimo, um Conselho Tutelar em cada cidade, estabelecendo na lei orçamentária anual recursos para esta finalidade.

Milton Quintana relata que o município de Paranã demonstra reiterada negligência quanto a essa obrigação, já que o Ministério Público vem cobrando providências e a administração se mantém inerte.

A decisão liminar e a intimação para o pagamento da multa foram proferidas pelo juiz Márcio Soares da Cunha. Caso o gestor não efetue o pagamento, o débito será acrescido de multa de 10%.

Assessoria de Comunicação do MPE-TO/Flávio Herculano

MPE quer obrigar município de Paranã a realizar concurso público; último certame ocorreu há 12 anos

Passados mais de 6 anos, nenhuma providência foi tomada para dar prosseguimento ao concurso ou para anulá-lo.

O Ministério Público Estadual (MPE) ajuizou Ação Civil Pública contra o município de Paranã, na terça-feira, 13, visando obrigar a administração a realizar concurso público e promover a substituição de todos os servidores contratados irregularmente.

Conforme o Promotor de Justiça Milton Quintana, da Comarca de Paranã, o último concurso público realizado pelo município ocorreu em 2006, portanto há 12 anos, situação que acarretou o predomínio de servidores temporários (283) e comissionados (58) sobre os efetivos (235) na administração municipal.

Essa desproporção fere a Constituição Federal, a qual determina, em seu artigo 37, que o concurso público deve ser a regra para o preenchimento de cargos públicos e que a contratação temporária deve ocorrer apenas em situações de comprovada excepcionalidade.

O Promotor de Justiça também explica que o município chegou a publicar edital de concurso público em 2011, mas que o edital para a contratação da empresa responsável pela operacionalização do certame foi questionado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) e restou suspenso.

Passados mais de 6 anos, nenhuma providência foi tomada para dar prosseguimento ao concurso ou para anulá-lo.

A Promotoria de Justiça chegou a recomendar, em novembro de 2017, a anulação do edital publicado em 2011 e a realização de uma nova seleção para o ingresso de servidores, mas nunca houve resposta ao órgão de controle por parte do município.

Diante do quadro atual, a Promotoria de Justiça considera que os cargos públicos estariam sendo utilizados para cumprir compromissos políticos da campanha eleitoral, empregando-se aqueles que foram aliados durante as eleições, situação que fere os princípios constitucionais da administração pública e prejudica a execução dos serviços públicos.

Medidas urgentes
Na Ação Civil Pública, a Promotoria de Justiça pede à Justiça a concessão de liminar que imponha ao prefeito a obrigação de iniciar o procedimento para realização do concurso no prazo de 30 dias, sob pena de multa pessoal no valor de R$ 5.000,00.

Até que o concurso público venha a acontecer, a Promotoria da Justiça pede que seja realizada a revisão dos contratos temporários vigentes para que se rescindam todos aqueles que não se enquadrem no critério de excepcionalidade.

Caso a rescisão dos contratos afete os serviços das áreas de educação, saúde e controle de endemias, a Promotoria de Justiça quer que seja realizado processo seletivo simplificado para a contratação de profissionais dessas áreas pelo prazo máximo de 180 dias.

Assessoria de Comunicação do MPE-TO/Flávio Herculano

 

Carga é saqueada de caminhão que tombou no sul do Tocantins

Homem tira “selfie” enquanto carga é saqueada de caminhão que tombou na BR 153 no sul do Tocantins.

Um caminhão tombou na madrugada desta quinta-feira (15) na BR-153, próximo de Alvorada, na região sul do estado. Uma selfie foi tirada no local no início da manhã, suspostamente no momento em que a carga estava sendo furtada por moradores.

Segundo a Polícia Civil, até agora não houve nenhum registro oficial sobre o saque, mas testemunhas confirmaram que o crime aconteceu. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente ocorreu por volta das 4h da madrugada.

A suspeita é de que o motorista dormiu ao volante e tombou. O veículo ficou fora do asfalto e não foi preciso interditar a rodovia.

No caminhão estavam dois homens. O motorista, que não teve o nome divulgado, foi levado para o hospital de Alvorada e depois transferido para o Hospital Regional de Gurupi. Ele teve ferimentos na cabeça e no braço e deve passar por exames.

O outro homem não teve ferimentos e recusou atendimento médico, ficando no local supostamente para tentar proteger a carga.

Imagens que circulam nas redes sociais mostram pessoas pegando os produtos que estavam no caminhão. Não há informação se os produtos foram liberados para os moradores.

A PRF informou que durante a manhã o responsável da seguradora chegou ao local do acidente, mas não providenciou a contratação de nenhuma equipe particular para fazer a segurança da carga.

A equipe voltou ao local no final da manhã e verificou que não havia mais carga, pois a população havia retirado tudo. O responsável pelo veículo não se manifestou sobre o fato.

A carga estava sendo transportada para um supermercado no Pará.

G1 Tocantins

Homenagens marcam velório do vice-prefeito de Jaú do Tocantins

O prefeito Municipal Onassys Moreira decretou luto de três dias.

Em clima de despedida, várias homenagens marcam o velório do vice-prefeito da cidade de Jaú do Tocantins, Domingos Pereira Gama de 62 anos, que faleceu na madrugada desta quarta-feira, (14), em Goiânia de uma parada cardíaca.

No início da tarde, o corpo chegou ao ginásio de esportes do Povoado Novo Horizonte, que fica cerca de 23km de Jaú, onde permanece até amanhã para o sepultamento.

As primeiras horas do velório foram marcadas pela visita de amigos, políticos, cidadãos e familiares, que sempre estiveram apoiando a árdua trajetória de Domingos Gama.

Muita comoção e lembranças rodeavam as conversas e os diálogos no velório. Entre a tristeza, também, houve espaço para alegria e recordações dos amigos e admiradores. Autoridades e amigos divulgaram mensagens de luto e homenagearam o trabalho dele em vida.

A banda de música Sidineia Dias esteve apresentando e várias lideranças fizeram homenagem, dentre elas o prefeito Onassys Moreira.   

Emocionado o prefeito Municipal Onassys, disse da tristeza e a falta que seu companheiro irá fazer. “Domingos era um vice que não levava problemas para mim, sempre tentava resolver as coisas antes que chegasse a prefeitura. Cuidava da população de Novo Horizonte com carinho, vai fazer muita falta na nossa administração”, expressou.

TRAJETÓRIA

Domingos Pereira Gama, natural de Luziania-GO, e filiado ao (PSD), conhecido pela sua forte popularidade na região, principalmente na zona rural.

Foi vereador por um mandato e emplacou sua candidatura a vice-prefeito em 2012, com o apoio e a força política do prefeito Onassys Moreira.

Em 2016 continuou, na chapa que reelegeu Onassys Moreira (PSD) para chefe do executivo municipal.

Mudou-se para o município ainda jovem, com seus pais em 1974. Cinco anos depois se casou com Neide Pereira Alves e teve quatro (4) filhos, três (3) homens e uma mulher.  

Aos 63 anos, parte para o outro lado da vida, mas deixa todo um legado histórico e político engrenhado na vida do povo de Jaú, Novo Horizonte e cidades vizinhas.

O sepultamento acontecerá amanhã por volta das 9horas em Monteirópolis, um povoado que fica cerca de 9km de Novo Horizonte, onde seus pais foram enterrados.

Além dos vereadores de Jaú, acompanhados do presidente Joca, o prefeito de Palmeirópolis Fábio Vaz, vice Josemir Bastos e o presidente da Câmara William Marques, presidente do Ipasgu em Gurupi Gutierres Torquato, ex-prefeita de Jaú dona Euridice, estiveram no velório dando suas condolências a família.

Da redação

 

Servidores da prefeitura de Palmeirópolis participam do encontro técnico que habilitará à utilização do Sicap-LCO

Público-alvo inclui membros de comissões de licitações municipais e estaduais.

O Tribunal de Contas do Estado do Tocantins está realizando desde de ontem 13, o Encontro Técnico com jurisdicionados, buscando capacitar servidores para operacionalizar o Sistema Integrado de Controle e Auditoria Pública na modalidade, Licitações, Contratos e Obras (Sicap-LCO), em Palmas.

Os encontros está acontecendo no auditório do TCE/TO, das 14h Às 18h e vai até amanhã dia 15.

O público-alvo inclui participantes de comissões de licitação e servidores com acessos autorizados ao sistema.

No dia 13, foram os jurisdicionados da 1ª, 2ª e 5 ª Relatorias; no dia 14 os jurisdicionados da 3ª, 4ª e 6ª Relatorias e no dia 15, as orientação serão destinadas aos gestores das unidades estaduais.

A Instrução Normativa nº 03/2017 se refere à operacionalização do Sicap-LCO, que dispõe sobre as remessas de dados de Procedimentos Licitatórios , Contratos, Obras e Medições de serviços de Engenharia.

A equipe de servidores do município de Palmeirópolis estão entre os participantes. A primeira dama Ana Paula Vaz, Millena Viana, Dhulia Jaqueline, Taysson Reis, Marilene Correia e o secretário de saúde Nélio de Oliveira. 
Da redação/Com informações do site TCE

Risco de contaminação da água consumida em Palmas é tema de discussão na Câmara

Atualmente o ribeirão é um dos principais responsáveis pelo abastecimento de água da Capital.

Nesta quinta-feira, 15, às 9h, na Câmara Municipal de Palmas acontecerá uma sessão especial sobre o risco de contaminação da nascente do Ribeirão Taquarussu por agrotóxicos.

Moradores do entorno e organizações da sociedade civil do Tocantins estão preocupadas com essa situação e estarão reunidas na sessão especial, na qual também estarão presentes órgãos governamentais, bem como especialistas.

Paralelo a sessão está acontecendo um abaixo-assinado em defesa das nascentes.

A partir da sessão, almeja-se a proposição de um Projeto de Lei que proteja as nascentes com a criação do Parque das Águas na região das micro bacias Taquaruçu Grande, Macacão, Macaquinho, Cotovelo e Mata Verde.

Polícia Civil desvenda homicídio e prende autor do crime em Arraias

Suspeito de invadir casa para matar rival é preso; vítima dormia quando foi baleada.

A Polícia Civil do Tocantins, por intermédio da Delegacia de Arraias, sob a coordenação do Delegado de Polícia Ronan Almeida Souza e sua equipe, desvendou, na manhã desta segunda-feira, 12, a autoria do crime de homicídio qualificado, o qual vitimou Fábio Júnior Serafim Batista, vulgo “Bilú”.

Crime foi em Arraias, sul do Tocantins, em 2017. Polícia Civil acredita que morte esteja ligada a disputa pelo controle do tráfico de drogas na região.

Por sua vez, um menor de idade, que também participou do crime e que estava foragido, foi apreendido no dia 09 de março do corrente ano, na cidade Uruaçu/GO com a valiosa colaboração da Polícia Civil daquela cidade.  

Os dois suspeitos encontram-se recolhidos na Cadeia Pública da cidade de Arraias à disposição do Poder Judiciário.

Conforme apurado, Davi Rodrigues Izabel, em concurso com o adolescente infrator, durante a madrugada do dia 08 de julho de 2017, valendo-se de conhecimento prévio da ausência de tranca da porta dos fundos da residência da vítima, adentraram no imóvel e efetuaram dois disparos de arma de fogo contra Fábio Júnior Serafim Batista, enquanto este dormia, causando – lhe a morte.

Tão logo tomou conhecimento do fato, a equipe de policiais civis de Arraias, coordenada pelo delegado Ronan Almeida efetuou diversas diligências com o propósito de capturar e levar a justiça, os autores do grave delito que chocou e tirou o sossego dos moradores da cidade.

Durante as investigações, o delegado representou, junto ao Poder Judiciário, pela prisão preventiva de Davi e pela internação provisória do menor, as quais foram deferidas e devidamente cumpridas.

Conforme demonstraram as investigações, a prática do delito está ligada ao tráfico de drogas e o motivo da execução, seriam dívidas oriundas da mercancia de entorpecentes.

Rogério de Oliveira/Secom Segurança Pública

Escola Estadual do Retiro realiza Projeto de Intercâmbio Cultural

O Objetivo do projeto é resgatar um dos primeiro meios de comunicação através da troca de cartas entre professores e alunos.

Na noite desta quarta-feira, 07, a Escola Estadual Retiro, localizada no Município de São Salvador do Tocantins, realizou o Projeto Social de Intercâmbio Cultural: “Cartas, um Canal de Comunicação” que faz parte do PROEMI (Programa Ensino Médio Inovador).

O Objetivo do projeto é resgatar um dos primeiro meios de comunicação através da troca de cartas entre professores e alunos.

Essa troca de comunicação está sendo realizada via correios, e-mails e Whatsapp, entre as escolas estaduais do Retiro, no município de São Salvador e a escola estadual João de Abreu, localizada no Município de Dianópolis.

Durante as apresentações os alunos participaram de Dinâmicas, Karaokê, mensagem de motivação, apresentação de paródia, teve ainda uma apresentação de slides onde foi apresentado a cidade de Dianópolis.

A diretora da escolar estadual Retiro, Ana Maria Ribeiro da Silva, ressalta que é importante resgatar esse tipo de comunicação.

“É importante esse tipo de comunicação e instigar o aluno a produzir uma carta aos colegas e conhecer os gêneros textuais, epistolares o bilhete, o recado, o diário a carta os e-mails e os depoimentos na rede social, proporcionar aos alunos o conceito de comunicação”, explanou.

Ao final do evento foi lida uma mensagem do dia internacional da Mulher e oferecido um delicioso Jantar.

Leila Novais
Assessora de Comunicação da DRE – Regional Gurupi

Técnica em radiologia é morta com cinco tiros na porta de casa no sul do Tocantins

Vítima chegou a ser socorrida pelo Samu e foi levada ao hospital, mas não resistiu. Crime aconteceu no residencial João Lisboa da Cruz.

A técnica em radiologia, Cirlene Pereira, de 29 anos, foi morta com pelo menos cinco tiros na porta de casa, no residencial João Lisboa da Cruz em Gurupi, sul do Tocantins. O crime aconteceu na noite deste domingo (4), por volta das 22h40.