Dona de casa morre em acidente minutos depois de deixar os filhos na escola no sul do Tocantins

Vessa Ribeiro Lima estava em uma motocicleta e foi atingida por um carro. Acidente foi na manhã desta quinta-feira (19), em Gurupi.

A dona de casa, Vanessa Ribeiro Lima, de 21 anos, morreu em um acidente minutos depois de deixar os filhos na escola. Ela estava em uma motocicleta quando foi atingida por um carro ao atravessar um cruzamento de Gurupi. Segundo a Polícia Militar, a vítima não respeitou a sinalização do local.

A mulher que dirigia o carro, não teve o nome divulgado, estava no sentido contrário e acabou atropelando a vítima.

O acidente foi entre a rua 7, esquina com a avenida Ceará. O Samu foi acionado, mas chegando ao local a jovem havia morrido. O corpo de Vanessa foi levado para o Instituto Médico Legal de Gurupi.

G1/Tocantins

Polícia encontra carro capotado em estrada vicinal próximo a Gurupi

Testemunhas disseram que no veículo havia cinco pessoas. As vítimas teriam sido levadas para o Hospital Regional de Gurupi.

Um carro foi encontrado capotado em uma estrada vicianal próximo da cidade de Gurupi, no sul do Tocantins, na manhã desta quinta-feira (12). Segundo a Polícia Militar, quando os policias chegaram no local não tinha mais ninguém.

Testemunhas disseram que no veículo, que ficou totalmente destruído, havia cinco pessoas. As vítimas teriam sido levadas para o Hospital Regional de Gurupi. O movimento nessa estrada costuma ser intenso, já que liga a avenida Goiás,a principal da cidade, à BR-153.

G1/TO

Gestores de escolas indígenas destacam que Circuito trouxe avanços

Esta é uma forma de valorizar os povos indígenas.

Os gestores e coordenadores de escolas indígenas da Diretoria Regional de Educação de Gurupi foram recebidos na tarde desta quinta-feira, 21, pela secretária da Educação, Juventude e Esportes, Wanessa Zavarese Sechim. Na ocasião, eles ressaltaram a importância do programa Circuito Campeão para o avanço na aprendizagem dos alunos.

Gestores e coordenadores de escolas indígenas falam das experiências

Leandro Barros, coordenador pedagógico da Escola Indígena Temanaré, localizada em Formoso do Araguaia, falou das transformações que o Circuito Campeão promoveu na unidade escolar. “Este foi o ano que mais crescemos. O programa foi enriquecedor, as coisas estão acontecendo na escola, antes não havia evolução”, contou. 

Leandro Barros “Este foi o ano que mais crescemos”

O diretor da Escola Temanaré, Ademir Kurciri Javaé também enfatizou o resultado que o Circuito Campeão está trazendo para os alunos indígenas. “Esse programa é um avanço, tínhamos alunos com dificuldades de leitura, percebemos que eles já estão lendo. Também foi importante a formação de professores”, contou Ademir.

Manoel Karajá, diretor da Escola Indígena Tainá, localizada em Formoso do Araguaia, também destacou as ações que a Seduc levou para a escola, como o Programa Nacional de Alfabetização da Idade Certa (Pnaic) e o programa Circuito Campeão. “Na nossa escola estamos desenvolvendo um projeto em que cada professor adota um aluno que esteja com dificuldade de aprendizagem. Esse professor acompanha o estudante individualmente. Percebemos que deveríamos priorizar o pedagógico e é isso que estamos fazendo para preparar no nosso professor cada vez mais”, comentou Manoel.

Manoel Karajá – “Na nossa escola estamos priorizando o pedagógico e isso está dando certo”.

A secretária Wanessa Sechim explicou que as comunidades indígenas podem sugerir propostas para a estrutura curricular e calendário escolar de 2018, observando o Documento Referência e as características de cada povo indígena. “Eu também apoio a elaboração de materiais didáticos específicos, o fortalecimento dos conselhos de Educação Indígenas e a formação de professores, para que eles passem a utilizar conhecimentos presentes nas aldeias”, esclareceu.

Neusa Graciotto, supervisora da DRE de Gurupi, que atua há 18 anos nas escolas indígenas, disse que estava satisfeita com o desenvolvimento da educação indígena este ano. “Esta é a primeira vez que os gestores e coordenadores de unidades escolares indígenas são convidados para participarem de uma ação como a Seduc Descentralizada. Esta é uma forma de valorizar os povos indígenas”, ressaltou.

Fotos: Marcio Vieira/Josélia de Lima/Governo do Tocantins

 

Seduc reúne alunos de Gurupi para apresentar proposta do Aulão

Aulão será realizado no próximo sábado dia 23, no período da manhã.

A secretária da Educação, Juventude e Esportes, Wanessa Zavarese Sechim, reuniu nesta terça-feira, 21, com um grupo de alunos do ensino médio, com a finalidade de ouvi-los sobre o que pensam da escola e falar das ações #TO NO Enem, que está promovendo aulões destinadas aos estudantes da 3ª série do ensino médio.Estudantes conhecem ações da Seduc para Enem

Na ocasião, a professora Wanessa Sechim falou da Plataforma #TO NO Enem, disponível do site www.seduc.to.gov.br, que oferece aos alunos dicas e informações para quem está se preparando para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Os estudantes receberam kits contendo cadernos de estudos e redação. Esse material foi distribuído para as escolas do ensino médio de todo o Estado.

O professor Wellington Fraga divulgou o Aulão que será realizado no próximo sábado, dia 23, no período da manhã, no auditório do Centro de Ensino Médio Ari Ribeiro Valadão Filho em Gurupi. “Os Aulões serão ministrados por professores da Rede Estadual de Ensino com larga experiência na preparação para o Enem e estão preparados para tirar dúvidas dos alunos, fazer exercícios e passar dicas de estudos”, frisou.

Na ocasião, a equipe gestora da Seduc apresentou a proposta pedagógica 2017, com os avanços no Calendário letivo 2017, na atualizações das estruturas curriculares e na definição dos conteúdo visando ampliar a possibilidades de aprendizagens dos alunos. Dentre as ações, foram inseridas no 9º ano do ensino fundamental, aulas de Física e Química; houve a inserção de redação em todas as séries e os simulados para o Enem. “Os simulados foram preparados para orientar os estudantes sobre as exigências na hora de fazer a prova do Enem, o tempo destinado a cada questão, a documentação exigida e com isso, os alunos sentirão mais segurança na hora de fazer a prova”, esclareceu a professora Wanessa Sechim.Secretária Wanessa Sechim entrega kits do Enem para estudantes

Josélia de Lima/Fotos: Marcio Vieira/Governo do Tocantins

 

 

Operação fiscaliza transporte de explosivos na BR-153

Dínamo V’ segue até a próxima quinta-feira (21), em Gurupi, sul do Tocantins. Objetivo é evitar que explosivos sejam desviados para fins ilegais.

Militares do Exército iniciaram a operação Dínamo V nesta terça-feira (19) para fiscalizar o transporte de explosivos nas rodovias do Tocantins. Os trabalhos são realizados na BR-153, em Gurupi, onde se concentra o maior fluxo de veículos de cargas no estado.

A operação ocorre em todo o território nacional até a próxima quinta-feira (21). “Para fazer o transporte, o veículo precisa ter escolta e a empresa deve ter autorização do Exército”, explicou o comandante do 22º Batalhão da Infantaria, Athos Souza.

Ao todo, 25 militares participam da operação. Segundo o comandante, eles também vão fiscalizar como são acondicionados os explosivos, a data de validade dos produtos, se o tipo de veículo é adequado para o transporte e se a quantidade transportada é a mesma que consta nas notas fiscais.

O objetivo é evitar que os explosivos sejam desviados para fins ilegais. Segundo o coronel, a empresa que estiver ilegal pode levar advertência e ter o Certificado de Registro junto ao Exército cancelado, além das multas previstas em lei.

Entenda

A Operação Dínamo V caracteriza-se pela intensificação na fiscalização de explosivos nas fases de fabricação, importação, exportação, comercialização, armazenagem e transporte desses materiais. Ao todo, 300 militares participam da operação em todo o Brasil. A operação é considerada a maior de fiscalização de explosivos realizada no país.

G1/TO

Kátia Abreu reunirá com lideranças políticas da região sul

A reunião com a senadora Kátia Abreu (PMDB) em Gurupi será hoje segunda-feira, 18 e vai acontecer na casa da ex-primeira-dama Goiaciara Cruz (PSD) com líderes da região sul do Tocantins.

Conforme a assessoria da senadora, a reunião está prevista para inicar às 19h e a intenção da senadora é ouvir as necessidades de cada município, ocasião em que irá apresentar seus projetos para a região com a intenção de afinar as propostas entre as lideranças políticas.

O encontro acontecerá na Rua 01, entre as Avenidas Mato Grosso e Amazonas em Gurupi.

Assessoria da senadora

Adolescente é apreendido por cultivar maconha em vaso na casa da avó no sul do Tocantins

Ele confessou o crime e mostrou aos policiais onde escondia a planta. Ocorrência foi no setor Sevilha, em Gurupi, na região sul do Tocantins.

Um adolescente de 16 anos foi apreendido suspeito de tráfico de drogas em Gurupi, no sul do estado. Segundo a Polícia Militar (PM), ele tinha porções de droga e na casa em que mora com a avó foi encontrado um pé de maconha em um vaso. Ele confessou o crime e disse que vendia as substâncias.

A apreensão ocorreu após um uma revista, quando os policiais acharam a atitude do adolescente suspeita. Com o menor, os policiais encontraram sete porções de maconha e dinheiro. Ele confessou o crime e levou os militares até a casa em que mora para mostrar mais três porções e a planta. A ocorrência foi registrada na noite desta quarta-feira (13) no setor Sevilha.

As porções e a planta foram levadas para a delegacia junto com o menor. A Polícia Civil deve investigar o caso.

G1/TO

Fazendeiro é preso suspeito de furtar e abater gado dos vizinhos no sul do Tocantins

Cova com 25 carcaças queimadas e a cabeça de uma vaca com marca de outro rebanho foram encontradas na propriedade dele. Ao menos 100 animais desapareceram na região no último ano.

Um fazendeiro de 48 anos foi preso na região sul do Tocantins suspeito de furtar gado de vizinhos e abater os animais. De acordo com a Polícia Civil, a cabeça de uma vaca marcada com o símbolo do rebanho de outra propriedade da região foi encontrada no local. Além disso, uma cova com 25 carcaças de outros animais também foi identificada dentro da fazenda.

A propriedade em questão fica a cerca de 30 km de Dueré, próximo a Gurupi Tocantins. Segundo as investigações, pelo menos 100 cabeças de gado desapareceram na região no último ano. O homem teria enterrado as carcaças dos animais na tentativa de destruir provas. Os vizinhos contam que o gado desaparecia pouco a pouco e que algumas fazendas perderam mais de 30 animais no ano.

A suspeita é de que a carne era vendida em estabelecimentos da região. Os ossos eram queimados antes de ser enterrados, para dificultar a identificação. De acordo com a Polícia Civil, o homem confessou os crimes. Ele está preso na Casa de Prisão Provisória de Gurupi.

G1/TO

LUTO: Morre o ex-vereador de Gurupi

Gurupi de luto pela morte do ex-vereador.

O ex-vereador e ex-presidente da Câmara Legislativa de Gurupi, Gilmar Alves Arruda, 58 anos, faleceu nesta manhã. A causa da morte ainda é desconhecida, e, segundo a família, o ex-vereador não teria acordado, quando perceberam que o mesmo estava sem vida. Arruda vinha lutando contra insuficiência renal.

Gilmar Arruda foi vereador por quatro mandatos consecutivos (de 1993 a 2008) e presidente por três.

O corpo será velado no plenário da Câmara Municipal de Gurupi, o horário ainda não foi definido, mas será divulgado logo que possível.

O presidente da Câmara de Gurupi Valdônio Rodrigues e demais vereadores, lamentam profundamente o ocorrido e apresentam condolências a família de Gilmar Arruda nesse momento de dor.

Fonte: jornal online cock1

Suspeito é preso com mais de nove quilos de cocaína na BR-153

Homem foi preso pelo mesmo crime em 2011. Caso foi durante a madrugada em Gurupi, no sul do estado.

Um homem de 41 anos foi preso na BR-153, em Gurupi, no sul do Tocantins, com mais de nove quilos de pasta base de cocaína. A prisão foi feita pela Polícia Civil que monitorava o suspeito e tinha informações de que ele estava transportando a droga dentro do próprio carro. De acordo com o delegado, Rafael Falcão, não havia nenhum compartimento especial e o suspeito só colocou os tabletes da droga debaixo do banco.

O delegado informou ainda que o homem já tinha sido preso em 2011 pelo mesmo crime e tinha se mudado após sair da cadeia. Ele estaria trazendo a droga da cidade de Goiânia, onde mora, de volta para Gurupi. A prisão foi na madrugada desta sexta-feira (1º). Ele foi levado para a delegacia para que fosse registrado o flagrante, ele aguarda decisão da Justiça.

G1/TO