Pelo menos 6 dos 11 congressistas tocantinenses se colocaram contra a mudança. A mais contrariada é a senadora Kátia Abreu (PDT), que dia desses travou uma pesada discussão com Gaguim no grupo de WhatsApp da bancada do Estado.

O governador Mauro Carlesse (DEM) propôs no dia 5 ao coordenador da bancada federal do Tocantins, deputado Carlos Gaguim (DEM), que pedisse à Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam) a mudança do plano de trabalho de convênio para aquisição de 10 escavadeiras hidráulicas sobre esteiras, 40 caminhões-toco com carrocerias e 105 kits de retroescavedeiras e pás-carregadeiras. Os recursos —R$68.635.706,51 — são frutos de emenda coletiva de bancada. 

Dificuldade de licitar
Um dia depois de receber pedido de Carlesse, em 6 de agosto Gaguim já enviou ofício ao superintendente da Sudam, Paulo Roberto Correia da Silva. Nele, o coordenador da bancada do Tocantins alega que a Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto) encontra dificuldade para fazer a licitação na forma original do convênio.

Mudança de equipamentos
Na prática, governador e Gaguim estão pedindo a mudança do tipo de equipamento, sob a alegação de que ficará mais fácil fazer a licitação, mantendo a quantidade e valores previstos.

Sem o consentimento
Kátia enviou mensagem de WhatsApp aos colegas de bancada dizendo que Gaguim pediu a mudança do plano de trabalho do convênio sem o consentimento dos demais colegas. Segundo ela, também ficaram contra a mudança o senador Irajá Abreu (PSD) e os deputados federais Tiago Dimas (SD), Dulce Miranda (MDB) e Vicentinho Júnior (PL). Além deles, Dorinha Seabra Rezende (DEM) também não teria concordado.

Ou ofício, ou denuncia sozinha
A senadora Kátia Abreu sugeriu aos demais colegas fazer um ofício da bancada para Sudan. “Agora, se maioria concordou, eu me calo e farei minha denúncia sozinha”, avisou Kátia.

Concordam ou discordam?
Enquanto a senadora afirma que os prefeitos não concordam com a mudança do objeto da licitação, porque municípios podem ser prejudicados, Gaguim disse o contrário. Ele participou do evento dessa segunda-feira, 26, do Palácio Araguaia com os prefeitos, e afirmou aos colegas congressistas que os gestores querem a mudança.

Clima tenso
De toda forma, esse debate ajudou o clima a ficar muito mais tenso na bancada federal, e dividir coordenador e governo de um lado e os demais do outro.

Confira abaixo os ofícios de Carlesse e Gaguim:

Cleber Toledo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here