O presidente disse que não entende de economia, mas que escolheu um time que entende, em especial o ministro Paulo Guedes.

O presidente Jair Bolsonaro indicou mais uma vez que poderá ser candidato a reeleição em 2022, após afirmar que pretende entregar um “Brasil melhor” em “2022 ou 2026”. A declaração foi dada no final de discurso que o presidente fez em cerimônia de abertura de evento da Fenabrave em São Paulo, neste terça-feira, 6.

O presidente disse que não entende de economia, mas que escolheu um time que entende, em especial o ministro Paulo Guedes. Bolsonaro fez um agradecimento especial ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e ao Senado, pela ajuda com a agenda econômica, principalmente a reforma da Previdência, num esforço para restabelecer a confiança na classe política e facilitar a vida dos empresários. “O Parlamento vem entendendo dessa maneira e votação da Previdência em primeiro turno na Câmara foi muito clara”, disse.

Bolsonaro voltou a dizer que a vida dos empresários no Brasil é muito difícil. “Eu não quero ser patrão no Brasil, com esse emaranhado de leis. É impossível ser empresário”, afirmou. Disse, mais uma vez, também que um dia os trabalhadores terão de escolher entre ter direitos ou ter emprego.

O presidente também ressaltou que está nos seus planos a privatização dos Correios. “Paulo Guedes vem mostrando ao Brasil que eu mudei. No passado eu fui estatizante”, disse.

Notícias ao Minuto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here