Assaltante e agentes penitenciários trocaram perto de mercado na região norte de Palmas. Crime aconteceu no fim de setembro; vítima estava fazendo compras foi atingida na cabeça.

A Polícia Civil acredita que a bala que matou o motorista Rafael Brito de Oliveira, em um supermercado da região norte de Palmas, saiu da arma de Jailson Gomes da Silva. Ele foi preso no dia do crime suspeito de trocar tiros com agentes penitenciários após anunciar um assalto na quadra 405 Norte. O caso foi registrado no dia 30 de setembro.

O motorista estava dentro do supermercado fazendo compras com a esposa grávida e o filho pequeno, quando foi atingido na cabeça.Imagens de câmera de segurança mostram que a vítima estava ao lado do caixa do supermercado. O tiro passou por cima de um funcionário e acertou Oliveira. O homem caiu no chão ao lado da esposa e do filho. Ele morreu no local.

O delegado Guido Camilo, responsável pela Delegacia de Homicídios de Palmas, disse que há 90% de chance de a bala ter saído da arma do criminoso.

Delegado Guido Camilo falou sobre as investigações — Foto: Jesana de Jesus/G1

Delegado Guido Camilo falou sobre as investigações — Foto: Jesana de Jesus/G1

“As três vitimas [agentes penitenciários] atiraram de costas para o mercado, mas Jailson atirou na direção do mercado. Vamos ter 100% de certeza quando o exame necroscópico ficar pronto. Caso o projétil tenha se alojado no corpo da vitima, vamos fazer o confronto de balística com a arma que o criminoso usou”, afirmou.

Ainda segundo o delegado, havia a suspeita de o crime ter sido praticado por dois homens, mas a policia revelou que Jailson agiu sozinho. O suspeito segue preso na Casa de Prisão Provisória de Palmas.

Entenda

O tiroteio foi registrado durante a manhã do dia 30 de setembro próximo do supermercado. Dois homens tentaram assaltar um agente penitenciário, que reagiu. Houve troca de tiros e uma das balas entrou no supermercado após atravessar uma janela.

Um dos assaltantes tentou fugir usando uma motocicleta, mas foi baleado no pé e acabou caindo. Ele se escondeu em uma casa em construção, mas foi capturado uma hora mais tarde. Ele foi identificado como Jailson Gomes da Silva. O segundo suspeito continua foragido.

Ainda conforme a PM, os dois agentes penitenciários foram baleados. Um deles foi ferido nas costas e o outro na altura da áxila. Na época do fato, a Secretaria Estadual de Cidadania e Justiça (Seciju) afirmou iria tomar as medidas administrativas para apurar o caso.

G1 Tocantins.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here