Rozineide Gonçalves

Deputada Dorinha convida deputado Eduardo Siqueira e ex-governador Siqueira Campos para se filiarem ao Democratas

Deputada Dorinha

Nesta semana, cinco deputados federais se filiaram ao partido, passando a ter representação em estados que não tinham anteriormente.

O Democratas passa por um processo de reorganização e crescimento em todo o Brasil, consequentemente, aumentando a sua representação no Congresso Nacional. Nesta semana, cinco deputados federais se filiaram ao partido, passando a ter representação em estados que não tinham anteriormente.
No caso do Tocantins, a presidente estadual do partido, deputada federal Professora Dorinha, e o presidente do diretório municipal, Lutero Fonseca, fizeram o convite ao deputado Eduardo Siqueira e também ao ex-governador Siqueira Campos para se filiarem. Outros nomes fortes compõem essa nova fase da legenda, como os pré-candidatos a prefeitos Júnior Marzola em Araguaína, Marcão Poggio em Palmas, e Junior Noleto em Miracema. O partido ainda contará com candidatos majoritários em   Paraíso, Dianópolis, Pedro Afonso, Tocantinópolis, Miranorte, Presidente Kennedy e Araguatins. São nomes que têm o apoio das lideranças nacionais do Democratas, os senadores Ronaldo Caiado e Agripino Maia.
O Democratas é um partido que tem uma história de expressão nacional, de ideologias fortes e trabalho de comprometimento com a sociedade e que o seu fortalecimento ocorrendo no momento em que o país passa por uma grave crise política só reforça os seus valores rumo à construção de um Brasil melhor.
© Copyright 2000-2016, O GIRASSOL

Agentes apreenderam maconha que entraria no Presídio em Cariri

por Nando Vieira

Neste domingo (20), uma mulher foi presa ao tentar entrar com porções de maconha no Centro de Ressocialização Social Luz Do Amanhã (CRSLA), em Cariri no Sul do Estado.

A prisão aconteceu durante o período de visitas aos detentos. Quando foi feita a verificação, os agentes penitenciários localizaram seis papelotes de maconha em um fundo falso de uma sacola que continha alimentos e que estava com a mulher que não teve o nome divulgado.

Maconha 2A acusada, que é mãe de dois detentos e namorada de outro detento que cumprem pena por tráfico de drogas, disse que estava sem dinheiro e que por isto resolveu cometer o crime. Ela não divulgou para quem iria passar os entorpecentes e não disse também quem foi que lhe entregou o material ilícito.

A mulher está presa a disposição da justiça e foi autuada por tráfico de drogas.

© Atitude Tocantins – Jornalismo com Rigor e Seriedade – Todos os direitos reservados.

Estrutura para a Paixão de Cristo 2016 já está em fase final de montagem

Considerado um dos maiores espetáculos teatrais do Tocantins, a Paixão de Cristo 2016 estreia na próxima sexta-feira, 25, no estádio Nilton Santos, em Palmas.

Estrutura para a Paixão de Cristo 2016 já está em fase final de montagem

Considerado um dos maiores espetáculos teatrais do Tocantins, a Paixão de Cristo 2016 estreia na próxima sexta-feira, 25, no estádio Nilton Santos, em Palmas. Com uma equipe técnica e de atores que ultrapassa o número de 400 pessoas, a produção teatral da Cia ArtSacra já está em fase final de acabamento, com a montagem do cenário, que começou a cerca de duas semanas. Para prestigiar o espetáculo, são esperadas mais de 10 mil pessoas.
Para contar uma das mais antigas histórias da humanidade, estão sendo utilizados mais de 20 toneladas de tablado (palco), oito mil metros de tecido para confecção dos cenários, 2.700 metros de madeira para cenários, 2.500 toneladas de alumínio para fixação da iluminação, três mil toneladas de cabos equipamentos e som, e mais de duas mil toneladas de iluminação e equipamentos de efeito especial.
 A equipe de montagem do cenário também é grande. Na montagem inicial são mais de 20 profissionais entre marceneiros, costureiras, forradores e montadores de estrutura, um arquiteto, um engenheiro estrutural. “E na semana do evento se junta a essa equipe mais nove técnicos de som, luz, e vídeo, e mais oito ajudantes de produção e montagem num total de mais de 40 pessoas diretamente e indiretamente envolvidas no projeto. Até a realização do espetáculo são 19 dias trabalhando direto e mais cinco dias para desmontagem e entrega do estádio limpo e organizado novamente”, acrescenta o responsável pela estrutura do cenário, Glauter Cardoso Silva.
Diferencial
 
Diretor do espetáculo e presidente da Cia ArtSacra, Valdeir Santana conta que o cenário é muito importante para aproximar o público da realidade das cenas e muita novidades está sendo preparada para este ano. “Este ano temos um diferencial no efeito especial da crucificação, mudança no aspecto de alguns cenários e o formato curvado na forma de arco dos cenários que vai possibilitar ao espectador um conforto melhor para visualização das cenas, onde em qualquer ponto da arquibancada ele terá visualização total dos cenários”, adianta Valdeir Santana.
No ano de 2014 o espetáculo foi encenado no estádio e nesta 14ª edição o local volta a sediar o evento. De acordo com o presidente da ArtSacra, Valdeir Santana, o espaço é uma grande conquista, pois permitirá a construção de uma cidade cenográfica, construída com todos os cuidados necessários para fazer o diferencial dos demais espetáculos da Paixão de Cristo já realizado pela Cia. “O estádio Nilton Santos é o lugar ideal para essa construção cenográfica, sem contar a visão privilegiada da plateia”, comenta.
Segundo Santana, a estrutura do estádio permite uma melhora nas instalação dos equipamentos de sonorização, iluminação e telões, dentre outros, sem que prejudique a visão da plateia. “O espaço já tem uma estrutura pronta com banheiros, arquibancadas, sinalizadores, estacionamentos e tudo isso reduz os investimentos financeiros para o evento, uma vez que nossa instituição é sem fins lucrativos e se mantêm de doações, parcerias e patrocínios”, complementa.
Ensaios
 
Último final de semana antes da estreia, no sábado, 19, e no domingo, 20, haverá ensaio geral do elenco no estádio Nilton Santos. O encontro vai reunir todo elenco para passagem completa do espetáculo com a trilha sonora. O ensaio de sábado acontecerá das 14 às 21 horas, e o de domingo, das 8 ao meio dia, e de 16 às 21 horas.
© Copyright 2000-2016, O GIRASSOL

Gurupi: PTN, PHS e PSL se articulam para eleições municipais

Aproveitando os últimos prazos da janela da infidelidade, os vereadores Dr. Macêdo (ex-PMDB) e Glaydson Nato (ex-PR) filiaram no PTN e PHS, respectivamente. Enquanto, 30 dissidentes do PTN, que defendem chapa sem vereador com mandato, enfileiraram no PSL.

Nos últimos dias, alguns partidos da oposição articula para fortalecer um nome de consenso para a disputa da Prefeitura e das 13 vagas de vereadores em Gurupi.

Depois do anúncio do deputado Mauro Carlesse ir para PHS e do Dr. Iury Garcia para o PR, no último final de semana a movimentação política envolveu os vereadores da oposição:  Glaydson Nato, que deixou o PR para filiar no PHS e Dr. Macêdo  que deixou o PMDB para se filiar no PTN.

Gustavo 1

Gustavo Adriano

Por não aceitarem a presença de vereador com mandato no grupo, 30 pré-candidatos  a vereador deixaram o PTN e passaram a fazer parte do PSL.

Segundo o ex-presidente do PTN, Gustavo Adriano, agora presidente do PSL, a decisão foi tomada na quinta-feira, 17.

“Em decisão unânime, reafirmamos o compromisso de estarmos em grupo igualitário, sem vereador de mandato, e com autonomia de decisão dos rumos do grupo e por isso os 30 lideres e pré-candidatos do PTN decidiram ingressar em uma nova sigla, escolhendo o PSL”, disse Gustavo.

© Atitude Tocantins – Jornalismo com Rigor e Seriedade – Todos os direitos reservados.

Gurupi se apresenta na próxima terça para o Estadual

por Rogério Rodrigues

Ficou para terça-feira, 22, às 17h no  Estádio Gilberto Resende Rocha, conhecido por Resendão, a apresentação do elenco do Gurupi e comissão técnica visando o Campeonato Tocantinense 2016.

De acordo com o Presidente Wilson Castilho problemas de viagens dos jogadores contratados que só vão chegar na segunda à noite e outros na terça pela manhã fizeram com que a diretoria mudasse a data previamente marcada para segunda-feira.

 Ainda segundo o cartola, a maioria dos jogadores já estão em atividade disputando outros campeonatos e por isso não haverá dificuldades nos treinamentos para condicionamento físico. Resendão 1

O Gurupi estréia dia 09 de abril em Palmas às 16 horas no estádio Nilton Santos contra o Ricanato.

© Atitude Tocantins – Jornalismo com Rigor e Seriedade – Todos os direitos reservados

Preço de ovos de Páscoa varia até 59,25% em Palmas, segundo Procon

A Superintendência Estadual de Proteção aos Direitos do Consumidor (Procon Tocantins), realizou levantamento de preços de produtos de Páscoa em estabelecimentos comerciais da Capital, e comparou os preços praticados

A Superintendência Estadual de Proteção aos Direitos do

Preço de ovos de Páscoa varia até 59,25% em Palmas, segundo Procon
Publicada em 21/03/2016

Consumidor (Procon Tocantins), realizou levantamento de preços de produtos de Páscoa em estabelecimentos comerciais da Capital, e comparou os preços praticados. Foram confrontados três marcas de bombons e 30 ovos de chocolate de diversas marcas, tipos e modelos, totalizando 33 itens. A maior diferença, 59,25%, foi encontrada no ovo de Páscoa Patati Patatá 100g, da Arcor, cujo preço variou entre R$ 19,90 a R$ 31,69. No preço da caixa de bombom a maior variação é de 50,82%, com o preço oscilando de R$ 7,89 a R$11,90.

A coleta dos preços foi realizada entre os dias 15 a 17 de março, em seis estabelecimentos comerciais de Palmas. De acordo com o gerente de Fiscalização, Magno Silva, o objetivo da pesquisa é oferecer uma referência ao consumidor através dos preços médios obtidos dentro da amostra pesquisada.
Dicas da compra
O Procon-TO orienta que o consumidor faça uma comparação entre os preços praticados por diferentes estabelecimentos e também considere a relação qualidade, peso e preço do item a ser adquirido. Neste ano, em especial, foi observado no levantamento, que alguns fabricantes reduziram a gramatura de seus produtos, sendo observado com mais frequência nos ovos de Páscoa.
Ressalta-se que algumas informações que são obrigatórias na embalagem devem ser observadas com atenção como prazo de validade, composição e peso líquido do produto. Nos ovos que contêm brinquedos verifique na embalagem se está estampada a frase “Atenção: contém brinquedo certificado no âmbito do Sistema Brasileiro da Avaliação da Conformidade”. Também é obrigatória a indicação de faixa etária ou, se for o caso, frase que informe que não existe restrição de faixa etária.
O brinquedo deve ter o selo do Inmetro em sua embalagem, identificação do fabricante (nome, CNPJ, endereço), importador (caso o brinquedo seja importado), instruções de uso e de montagem, e eventuais riscos que possam apresentar à criança.
© Copyright 2000-2016, O GIRASSOL

Senador Ataídes diz que PSDB terá 70 candidatos a prefeito no Tocantins

Numa entrevista de 30 minutos, o presidente do PSDB no Tocantins, senador Ataídes Oliveria, falou sobre a repercussão das declarações do vereador Walter Júnior durante seu retorno ao PSDB publicada no Portal Atitude.

“Eu percebo que o Walter Júnior falou com a alma e com o coração. Às vezes na política você tem que dá um passo atrás para dar dois na frente e eu espero que o Walter Júnior continue conosco representando não somente Gurupi, mas todo o Sul do nosso Estado”, disse o senador

Em seguida o senador falou da perspectiva do PSDB para as eleições municipais deste ano.

Ataídes ruas 1“Estamos reestruturando o PSDB em todo Estado e criou 125 comissões provisórias nos municípios e nós teremos, no mínimo, 70 candidatos com possível vitória nestas eleições de 2016 nas prefeituras de nosso estado”, defendeu o senador.

Impeachment

O senador considerou ainda que o PMDB será  “fiel da balança” no andamento do pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

“O pior problema deste governo chama-se PMDB porque é um partido com o maior grupo parlamentar que dá sustentação a este desgoverno e hoje conta com oito ministérios. Se o PMDB disser que vai tirar o apoio a este governo, ele cai imediatamente”, defendeu o senador.

© Atitude Tocantins – Jornalismo com Rigor e Seriedade – Todos os direitos reservados

Diante do fim irreversível da era PT, Kátia já se prepara para saltar do navio, de novo

Presidente Dilma Rousseff com a ministra da Agricultura, a senadora Kátia Abreu

O portal G1 afirma que a ministra da Agricultura, Kátia Abreu (PMDB), avalia a hipótese de deixar o governo Dilma Rousseff (PT). A conversa vem ganhando volume desde o início da semana. O motivo que ela estaria usando seria a nomeação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para ministro da Casa Civil, com quem Kátia não se entende desde quando ela era contra e combatia a 
Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF). Hoje Kátia mudou de ideia sobre o tributo e já o defende.

Conforme o G1, a avaliação de Kátia Abreu é de que, com Lula na Casa Civil, projetos da pasta poderão ser paralisados. Grande parte dos programas dos ministérios precisa passar pelo aval da Casa Civil.

Segundo o portal, a ministra ainda não tomou a decisão de sair, mas tem consultado sobre isso assessores diretos e integrantes da bancada ruralista no Congresso. Kátia Abreu é senadora licenciada do PMDB, partido que decidirá no dia 29 se deixará o governo.

SOBREVIVÊNCIA POLÍTICA

Contudo, nos bastidores, o que se diz mesmo é que a preocupação de Kátia é com sua sobrevivência política. Como o blog afirmou no início da semana, a cúpula do PMDB não quer saber dela, e numa reunião com o vice-presidente Michel Temer, no dia 12, logo após a convenção nacional do partido, não se poupou críticas à senadora tocantinense, que às vésperas da convenção ainda defendia o governo Dilma e a permanência do PMDB no “neo-Titanic”.

Diante um impeachment tido como irreversível contra a presidente Dilma, Kátia corre sério risco de ficar de fora do poder. Assim, seria hora exata de saltar do navio para tentar uma reaproximação com Temer e demais caciques peemedebistas.

HISTÓRICO DE DESERÇÃO EM CRISE

Além disso, a ministra tem um imenso histórico de deserção em momentos de crise. Em 2009, quando o governador Marcelo Miranda (PMDB) entrou em profundo desgaste, Kátia se descolou dele e sumiu do Estado.

Só veio aparecer novamente após a cassação de Marcelo, quando Carlos Gaguim (PTN) assumiu. Pediu o pacote de Agricultura (Seagro, Ruraltins, Naturatins e Adapec), Gaguim cedeu, mas depois a senadora quis trocar pelo pacote de Infraestrutura (Seinfra e Dertins), o que o governador negou porque já o tinha oferecido ao senador João Ribeiro. Kátia, então, rompeu com Gaguim (hoje, pelo pragmatismo da política, o maior aliado da ministra) e saiu tachando-o com os piores adjetivos. Foi quando a hoje ministra se uniu a Siqueira Campos (sem partido) e foi à TV dizer que o ex-governador “não era ditador, mas firme”.

Passadas as eleições, Siqueira começou o governo e logo entrou em profundo desgaste. A senadora sumiu de novo. Com a extrema impopularidade do governo Siqueira, em setembro de 2013 Kátia anunciou o rompimento, com críticas enormes à gestão do ex-aliado, e anunciou apoio, de novo, a Marcelo.

O atual governador venceu as eleições, e as dificuldades mais terríveis se anunciaram para a sua nova gestão. Em dezembro, mais uma vez, Kátia conseguiu uma briga monumental com Marcelo, rompendo com o governador prestes a tomar posse. A hoje ministra se livrou, de novo, de receber os respingos do desgaste do Palácio Araguaia.

Assim, tudo indica que a mesma coisa vai acontecer com Dilma, diante do fim do governo que está à frente. A gestão do PT não deve sobreviver por mais dois meses. Um fato tido como definitivo em Brasília é que a era PT acabou, já foi, não tem volta. A bola da vez, então, é Michel Temer.

Claro. Até que entre em desgaste.

Somente 10% no ensino médio público atingem nível satisfatório

Só 10% no ensino médio público atingem nível satisfatório: Os resultados dos alunos foram divididos em 5 níveis de desempenho
© Fornecido por Estadão Os resultados dos alunos foram divididos em 5 níveis de desempenho

Entre os alunos matriculados no último ano do ensino médio em escolas estaduais brasileiras, somente 10% atingem níveis satisfatórios ao concluir a etapa. Trata-se de uma das principais conclusões de um estudo elaborado pelo Instituto Alfa e Beto, organização não governamental da área educacional, com sede em Brasília.

Os números, segundo a pesquisa, indicam um baixo índice de estudantes com habilidades mínimas e provoca uma reflexão sobre a qualidade da formação dos jovens na rede pública. Para elaborar o documento, foram analisados dados do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2014, com base no relatório “Enem por Escola”, divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep).

Os resultados dos alunos foram divididos em 5 níveis de desempenho – o 1 é o mais baixo e o 5, o mais elevado. Considerando o nível 3 como o “mínimo adequado para concluir o ensino médio” (pelo menos 600 pontos na redação e 550 nas demais provas), aproximadamente 80% dos alunos avaliados das redes estaduais não estariam aptos a terminar o ensino médio, pois obtiveram nota inferior. Ao contar apenas os estudantes matriculados no terceiro ano dos colégios estaduais, essa margem aumenta para 90%.

“Nossos alunos não estão aprendendo o que é proposto pelo currículo do ensino médio. Temos de melhorar a forma com que estamos ensinando ou temos de mudar o currículo? Eu diria que as duas coisas”, diz o presidente do IDados (divisão do Instituto que guiou o estudo), Paulo Rocha e Oliveira. É possível, ainda, estabelecer uma comparação entre alunos de escolas estaduais e privadas.

Cerca de metade das instituições privadas tem média acima do ponto de corte do nível 3 – enquanto no universo da rede estadual, menos de 2% das escolas conseguem superar essa média. Só 4 escolas estaduais atingiram média superior a 700 pontos, índice alcançado por 549 colégios particulares.

A pesquisa ainda aponta que não existe correlação significativa entre os gastos de cada Estado por aluno e a performance no Enem. O Amapá, por exemplo, é a quarta unidade de federação que mais investe (R$ 6.375,53 por aluno) e amarga a 27.ª posição no ranking de desempenho das escolas estaduais nas provas objetivas. Já Santa Catarina, um dos Estados que menos gastam (R$ 4.669,13), está em 6.º lugar.

Crítica

Oliveira critica, ainda, o fato de o Enem ser usado, majoritariamente, para o acesso às universidades. “A amostra exclui a maioria dos alunos mais fracos”, julga o presidente. Isso porque, de acordo com as informações colhidas pelos pesquisadores, 983 mil estudantes matriculados no terceiro ano não fizeram a prova – 88% deles eram da rede pública. Os alunos do ensino público que participaram representaram apenas 24% do total – a maioria desses candidatos já havia concluído o ensino médio em anos anteriores (52%) e uma fatia expressiva (24%) prestou o exame como “treineiro”.

Procurado, o Inep não se manifestou sobre as conclusões do estudo até as 19 horas de desta terça-feira, 15. No site em que o relatório “Enem por Escola” está publicado, o órgão, vinculado ao Ministério da Educação (MEC), diz que “quando disponibilizados por escola, os resultados agregados das proficiências médias possibilitam a análise pela comunidade escolar e pelas famílias, para que se percebam os avanços e desafios a serem enfrentados”. O Inep alerta, porém, que deve se ter “cautela”, pois a participação dos estudantes é voluntária. “Por esta razão, a representatividade dos resultados varia de acordo com o porcentual de participação de estudantes em cada escola.”

http://www.msn.com/pt-br

UE e Turquia fecham acordo para devolução de imigrantes

Manifestantes protestam contra acordo entre UE e Turquia em MadriLíderes da União Europeia finalizaram um acordo polêmico com a Turquia nesta sexta-feira cuja meta é deter o fluxo de imigrantes ilegais para a Europa em troca de recompensas financeiras e políticas para Ancara.

O acordo pretende fechar a principal rota usada por um milhão de imigrantes e refugiados no ano passado para chegar à Grécia pelo Mar Egeu antes de seguir para o norte, rumo a Alemanha e Suécia – mas ainda restam profundas dúvidas acerca da legalidade e da viabilidade do pacto.

Após uma manhã de conversas com o primeiro-ministro turco, Ahmet Davutoglu, o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, recomendou que os 28 países-membros da UE aprovassem o texto sem alterações, e estes rapidamente concordaram em se reunir para um almoço em Bruxelas.

“Acordo com a Turquia aprovado. Todos os imigrantes ilegais que chegarem à Grécia via Turquia a partir do dia 20 de março serão devolvidos!”, tuitou o premiê tcheco, Bohuslav Sobotka, antes de Tusk confirmar a aprovação unânime entre o bloco e os turcos.

Conforme o entendimento, Ancara irá receber de volta todos os imigrantes ilegais que cruzarem para o território grego, incluindo sírios, e em troca a UE irá acolher milhares de refugiados sírios diretamente da Turquia e recompensá-la com mais dinheiro, a liberação antecipada de viagens sem necessidade de visto e avanços na negociação da filiação turca ao bloco.

A partir de domingo, os imigrantes que chegarem à Grécia estarão sujeitos a serem mandados de volta à Turquia depois de serem registrados e seus pedidos de asilo serem processados. Uma autoridade turca de alto escalão disse que as devoluções irão começar em 4 de abril e que o reassentamento de refugiados sírios na Europa irá começar simultaneamente.

A UE também concordou em acelerar o desembolso dos 3 bilhões de euros já prometidos em apoio aos refugiados na Turquia e em providenciar outros 3 bilhões de euros até 2018 assim que Ancara elaborar uma lista de projetos que se qualificam para receber assistência do bloco.

(Reportagem adicional de Renee Maltezou, Robin Emmott, Paul Taylor, Gabriela Baczynska, Julia Fioretti, Jan Strupczewski e Elizabeth Pineau em Bruxelas e Ayla Jean Yackley em Istambul)