Rozineide Gonçalves

Adolescentes são apreendidos com moto roubada e drogas

Todos já tem passagens por tráfico, roubo e receptação

Três jovens foram apreendidos com drogas, moto roubada e dinheiro do tráfico em uma casa no Setor Estrela Dalva, em Goiânia. Segundo a Polícia Militar (PM), foi feita uma denúncia anônima de que uma residência no setor seria ponto de tráfico de drogas.

Já no local, a PM constatou que era um barracão nos fundos de uma casa, mas com a chegada da polícia, os moradores fugiram saltando muros e não foram localizados. Dentro do barracão havia R$ 515,00, três porções de maconha e uma pedra de crack.

De acordo com a PM, durante a busca, os moradores da casa da frente apresentavam bastante nervosismo e a equipe desconfiou. Uma moto que estava na garagem da residência tinha registro de furto/roubo e por isso os três adolescentes foram apreendidos por receptação.

Segundo a polícia, todos tem passagens por tráfico, roubo e receptação. Os rapazes e a moto foram encaminhados a Central de Flagrantes.(fonte:o popular)

Moto roubada
Moto roubada

 

 

 

 

Publicada MP que prorroga prazo para profissional estrangeiro no Mais Médicos

Brasília – O Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira, 2, traz publicada a Medida Provisória 723, que prorroga por mais três anos o prazo para que profissionais estrangeiros possam trabalhar no Brasil no âmbito do Programa Mais Médicos, sem necessidade de validação do diploma. O texto foi assinado pela presidente Dilma Rousseff na sexta-feira, 29 de abril.

Do total do programa, 73% dos médicos foram recrutados no exterior. Hoje, trabalham no Brasil 11.429 médicos cubanos e outros 1.500 profissionais formados em outros países.

Para parte dos médicos cubanos, o contrato de cooperação, feito por meio de um convênio com a Organização Pan-Americana de Saúde, terminaria em maio e, pela lei, não poderia ser renovado. Aqueles que quisessem continuar no programa teriam de fazer a prova do Revalida. A regra, no entanto, foi mudada agora com a MP.(fonte:Redação Folha Vitória)

Homem é preso e caminhão roubado carregado de gado apreendido

Um homem de 43 anos foi preso por receptação e um caminhão roubado nas proximidades da cidade de Uberlândia (MG), carregado com gado foi apreendido na manhã de domingo (1), no distrito de Pires Belo, perto de Catalão.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), uma equipe recebeu a informação sobre o veículo roubado que estaria em uma fazenda nas proximidades do distrito de Pires Belo. Chegando ao local, a PRF encontrou o caminhão com placas de Promissão (SP) em uma estrada vicinal, acoplado a um reboque boiadeiro.

Quando perceberam a presença dos policiais, o condutor e o passageiro fugiram para o matagal e não foram encontrados.

Junto com o caminhão, vinha um homem em uma GM/S10 com placas de Catalão e durante abordagem, ele disse aos policiais que iria receber os animais a pedido de uma pessoa. Dentro da S10 estava uma chave que abriu o cadeado da porteira da fazenda onde os 115 bovinos roubados, foram deixados.

A PRF entrou em contato com o proprietário dos animais e do caminhão, que informou que o veículo tinha saído da Bahia com destino a São Paulo e, perto de Uberlândia, fora abordado por homens armados e encapuzados, em três veículos, que tomaram o caminhão e mantiveram o motorista refém durante algumas horas.

O motorista do caminhão roubado foi localizado e, em companhia do proprietário da carga, foi encaminhado à delegacia para procedimentos legais e restituição dos bens. O condutor da S10 foi preso por receptação e levado para a delegacia de polícia civil. Após receberem água e comida, os animais foram novamente embarcados e o veículo foi colocado à disposição da polícia civil de Catalão.

Gado encontrado dentro do caminhão
Gado encontrado dentro do caminhão

Xerife do impeachment no Senado é alvo de NOVE inquéritos da Lava Jato

Após ser conduzido pelo presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), alvo da Lava Jato, o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff também está sob comando de outro investigado no esquema de desvios da Petrobras.

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) é alvo de nove inquéritos noSupremo Tribunal Federal (STF), no âmbito da Lava Jato.

Ele responde ainda a outro processo em tramitação na Corte em que é acusado de receber propina da construtora Mendes Júnior em troca de emendas parlamentares.

De acordo com as investigações, o empresário Claudio Gontijo, lobista da empreiteira, teria feito pagamentos a Mônica Veloso, jornalista com quem o senador teve um relacionamento extraconjugal. Em 2007, o processo levou Renan a renunciar à presidência do Senado para escapar da perda de mandato. O parlamentar diz já ter dado as devidas explicações sobre o assunto.

Na Lava Jato, a Procuradoria Geral da República (PGR) investiga se o peemedebista cometeu crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. De acordo com o delator Carlos Alexandre de Souza Rocha, o Ceará, o doleiro Alberto Youssef teria prometido darR$ 2 milhões a Calheiros para evitar a instalação de “uma CPI da Petrobras”.

O senador nega conhecer Ceará, e Youssef negou que tenha dito que o dinheiro era para Renan.

Também em delação, o ex-diretor Internacional da Petrobras Nestor Cerveró afirmou queRenan recebeu US$ 6 milhões por meio do lobista Jorge Luz, apontado como um dos operadores de propinas, referentes a um contrato de afretamento do navio-sonda Petrobras 10.000.

Mais uma vez, o parlamentar nega as acusações.

Nos dois inquéritos abertos mais recentemente no STF, Renan é investigado por supostas irregularidades em contratações na Transpetro e por suposto conluio com o senador Aníbal Gomes (PMDB-CE) para facilitar a contratação de empresas pela Petrobras.

Renan também rechaça essas acusações e diz que nunca permitiu a Gomes que falasse em seu nome.

Renan é suspeito ainda de desvio de dinheiro público, uso de documento falso e falsidade ideológica. Isso porque teria apresentado notas fiscais falsas para comprovar ter renda suficiente para pagar as despesas de uma filha que teve fora do casamento. A suspeita é que os valores foram pagos por empreiteiras.(fonte:msn notícias)

Niquelândia: presos fogem durante troca de plantão da equipe

Do Goiás Real

Cinco presos fugiram do presídio de Niquelândia, no norte de Goiás, na manhã do domingo, 1º de maio. Ao G1 Goiás, a Secretaria de Segurança Pública informou que homens escaparam durante a troca de plantão da equipe de carceragem.  Os cinco presos têm idade entre 20 e 23 anos e cumprem penas por crimes como homicídio, roubo, tráfico de drogas e estupro. Hoje, 150 estão na unidade.

De acordo com a direção da carceragem, os agentes estavam na sala de monitoramento quando perceberam que os presos estavam escapando pelo telhado da cela. Até agora, ninguém foi recapturado.

Cinco pessoas são presas por crime eleitoral em cartório do Tocantins

Suspeitos tentavam transferir o domicílio com documentos falsos.
Cartórios eleitorais fazem plantão de atendimento no fim de semana

Do g1/to

Cinco pessoas foram presas por crime eleitoral em Miracema do Tocantins, a 78 km de Palmas, na tarde deste sábado (30). Segundo informações da Polícia Civil, duas mulheres e três homens tentaram transferir o domicílio eleitoral para o município de Lajeado com comprovantes de residência e outros documentos falsos.

A fraude foi constada por funcionários do Cartório Eleitoral de Miracema e a prisão feita pela Polícia Militar. Os suspeitos foram presos e levados para a Cadeia Pública de Miracema, onde ficarão à disposição da Justiça.

Cartórios lotados
Este sábado (30) foi de muito movimento nos cartórios eleitorais. Isso porque o período para regularizar o cadastro eleitoral termina na próxima quarta-feira (4). “Correria do dia a dia, trabalho, escola. Aí não deu tempo, tive que vir no sábado”, disse a estudante Vitória Cristina.

Desde o dia 25 os cartórios do estado estão atendendo em horário diferenciado. No Cartório Eleitoral de Palmas, maior colégio eleitoral do estado, o atendimento é das 8h às 18h.
“No dia 4 de maio, quarta-feira, acaba o prazo e não tem mais como fazer nada. Porque o cadastro fecha 150 dias antes da eleição”, explicou o auxiliar de cartório Michel Leão.

Ex prefeito de Palmeirópolis Enoque Souza responde sobre julgamento de contas de Ordenador de Despesa, exercício 2009

Do Mapa da Notícia

De acordo com Enoque o julgamento das contas, na qual a Câmara de Palmeirópolis tem realizado, diz respeito ao Acórdão do Tribunal de Contas no julgamento das contas do ORDENADOR DE DESPESA, exercício de 2009 quando ele era prefeito.

Ele afirma que o processo julgado por aquela Casa de Leis, contém  várias irregularidades que tornam os atos referentes à intenção ilegal, dentre elas o descumprimento do prazo de que trata o inciso VIII do art. 56 da  LEI ORGÂNICA DO MUNICÍPIO  uma vez que, o  acórdão que julgou as contas irregulares, exercício 2009, foi publicado em 07 de novembro de 2012 e somente após transcorrer mais de 03 (três) anos, a Câmara entendeu por bem iniciar o processo de julgamento. “Se não bastasse o ato da Câmara em julgar minhas contas de ordenador de despesa, desrespeita o prazo estipulado no inciso VIII do art. 37 da Lei Orgânica do Município que estabelece prazo máximo de 60 (sessenta) dias para tomar e julgar as contas do Prefeito, no entanto já se passaram mais de 03 (três) anos e somente no ano de 2015 a Câmara resolveu julgar minhas contas de ordenador de despesa. Além disso, outro impedimento tem o julgamento das referidas contas, que diz respeito a falta de competência  da Câmara para julgar as contas de ordenador de despesas. O julgamento das contas de ordenador de despesa, exercício 2009, que a Câmara realizou e não aprovou, afronta ao art. 71II, da Constituição Federal, haja vista que a competência para julgar as contas relativas a atos de gestão, praticados pelos Chefes do Poder Executivo, na condição de ordenador de despesas, é do Tribunal de Contas e não da Câmara Municipal”, afirmou.

Afirma ainda que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já decidiu que as contas do prefeito que age como ordenador de despesas não estão sujeitas ao julgamento final pela câmara de vereadores. Desta forma, o juízo de valor sobre a inelegibilidade deve ser feito pela Justiça Eleitoral apenas com base na decisão do Tribunal de Contas competente. “Os atos de gestão do Chefe do Poder Executivo estão sujeitos a julgamento técnico do Tribunal de Contas, não cabendo apreciação pela Casa Legislativa. Sendo assim, não cabe à Câmara Municipal o julgamento das minhas contas como ordenador de despesa do exercício de 2009. Para demonstrar que o julgamento é totalmente motivado por política,  consta na Ata de Sessão da Câmara  nº 1.513 de 24 de setembro de 2014 e Decreto Legislativo nº 13/2011 que as Contas Consolidadas de competência da Câmara Municipal, já foram julgadas e aprovadas referente ao exercício de 2006 a 2010”. Continua “Quanto aos motivos pelo qual o TCE julgou minhas contas como ordenador de despesa exercício 2009, conforme consta no Relatório e Voto daquele Tribunal de Contas, foram consideradas irregulares em razão de pagamento em atraso de faturas de energia elétrica, telefonia e devolução de cheques sem fundos. Acontece que os nobres Vereadores de Palmeirópolis, desconsideraram o fato de que os valores foram referentes às despesas de faturas de energia elétrica, telefonia e devolução de cheques de outras administrações que foram pagas durante minha administração no ano de 2009. Portanto, os juros foram de fato pagos por má gestão de recursos financeiros, mas das administrações anteriores, o que foi totalmente desconsiderado pela Câmara Municipal que sequer analisou a defesa ponto a ponto, limitando-se apenas a não aprová-las após mais de 3 (três) anos da publicação do acórdão do TCE e, ainda,  após a própria Câmara ter analisado e aprovado as contas consolidadas de 2006 a 2010, conforme consta na ata nº 1.513.A Egrégia Casa de Leis de Palmeirópolis  no julgamento irregular da contas de ordenador de despesa  de minha administração, tem reiteradamente deixado de avaliar o conteúdo dos acórdãos do TCE no que diz respeito às contas de ordenador de despesa durante o tempo em que estive a frente da Prefeitura de Palmeirópolis.Também desconsidera que as contas julgadas irregulares pelo TCE dizem respeito às dividas contraídas por ex-gestores e pagas na minha administração e, que,  ainda cabem Recurso de Reconsideração que estão sendo propostos dentro do prazo permitido pelo TCE para demonstrar o que aqui está sendo alegado. Importante esclarecer que a Câmara não está tendo o devido cuidado e zelo quanto à análise do conteúdo dos acórdãos do TCE, juntamente com minhas defesas apresentadas instruídas com documentos comprobatórios”

O ex prefeito indignado diz ainda: “ A meu ver, entendo que a atitude dos vereadores de Palmeirópolis  é uma tentativa de me prejudicar em uma possível candidatura ao pleito de 2016, tratando-se de perseguição política, já que todas as contas referentes ao tempo em que exerci meu mandato foram devidamente julgadas e aprovadas em 2010 pela Câmara Municipal”. Explicou na integra o ex prefeito Enoque Souza Alves

IMG-20160501-WA0056
Câmara Municipal de Palmeirópolis

A Mesa Diretora da Câmara Municipal de Palmeirópolis responde

Quanto ao julgamento das Contas de Ordenador de Despesas, dos anos de 2005 a 2010, é em razão do cumprimento de uma das obrigações do Poder Legislativo, que é fiscalizar e julgar as contas dos Prefeitos. Depois desta legislatura, as próximas certamente seguirão com essa obrigação indispensável à função do legislativo, e ainda, esta legislatura da Câmara Municipal de Palmeirópolis deixará um legado para as demais legislaturas e Câmaras de Vereadores do Estado do Tocantins, em julgar as contas dos prefeitos concedendo-lhes o direito do contraditório e ampla defesa, direitos consagrados na Constituição Federal de 1988.

Sobre a legitimidade da Câmara Municipal Julgar as Constas de Ordenador de Despesas dos Prefeitos, salientamos que nos termos do Artigo 31, §1º da CF/88, a Câmara Municipal é legítima para julgar, como também a legitimidade é exclusiva, dispositivo transcrito abaixo: Read more

Morrem dois bebês dos quíntuplos que nasceram em Goiânia

Os outros três seguem internados em estado grave e sem previsão de alta.
Moradora do interior, fisioterapeuta deu à luz na 28ª semana de gestação

Dois bebês dos quíntuplos que nasceram em Goiânia morreram. Médica responsável pela Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal do Hospital da Criança, onde eles estavam internados, Paula Pires explicou que o estado de saúde dos outros três é grave. Não há previsão de alta.

“Os bebês sempre tiveram um prognóstico reservado. Eles seguem em estado grave, com ventilação mecânica e recebendo todo o suporte necessário”, disse ao G1.

Helena morreu na noite de sexta-feira (29). Na manhã seguinte, Fernando Filho não resistiu. Geovana, Heloísa e Lavínia continuam internadas. Os pais dos bebês, a fisioterapeuta Chirlei Rosa Medrade e o agrônomo Fernando de Assis Rodrigues Silva, disseram que não estavam bem e não comentaram a perda.

Parto
Os bebês nasceram de 28 semanas, na última quinta-feira (28). Vinte profissionais participaram da cesariana, que durou cerca de 1 hora. O peso deles variava de 500g a 900g.

O casal está junto há cinco anos e mora em Edealina, a 153 km de Goiânia. A fisioterapeuta, de 36 anos, ficou grávida após uma inseminação artificial.

Eles comemoraram muito a chegada dos filhos e contaram que já estava tudo pronto para recebe-los. “A vontade é de ter eles nos braços, em casa”, disse a mãe.

Caso raro
O ginecologista e obstetra Waldemar Naves do Amaral foi o responsável tanto pelo parto como pela inseminação que ocasionou a gravidez. Ele diz que este tipo de caso é considerado bastante raro tanto em gestações “domésticas” quanto aquelas induzidas em laboratório.

“Gêmeos já são raros na população, cerca de 1,5% de incidência. A gravidez normal de quíntuplos é de uma para um milhão. A gestação assistida tem uma probabilidade maior, mas, ainda assim, é rara, porque a ideia é trabalhar com o menor número de embriões possíveis”, avaliou.(fonte:g1/go)

Capotamento deixa um homem morto e outro ferido na TO-201

Acidente foi registrado na zona rural de Buriti do Tocantins.
Suspeita é de que motorista perdeu o controle ao ser ultrapassado

Um acidente de trânsito na zona rural de Buriti do Tocantins, extremo norte do estado, causou uma morte e deixou um homem ferido. De acordo com informações da Polícia Militar, a ocorrência foi registrada neste sábado (30) na TO-201, próximo ao povoado Boa Sorte.

Francisco Gomes de Sousa, de 55 anos, e Daniel Manoel dos Santos Silva, de 47 anos, seguiam pela rodovia em um veículo de passeio. Conforme a PM, o carro era conduzido por Sousa, que perdeu o controle e capotou várias vezes ao cair em uma ribanceira.

O condutor morreu no local do acidente. Silva teve fraturas no braço direito e na clavícula, e foi levado para o hospital de Augustinópolis. A perícia foi acionada e a suspeita é de que um outro veículo não identificado tenha feito uma ultrapassagem perigosa, fazendo Sousa perder o controle.

O corpo dele foi levado para o Instituto Médico Legal de Augustinópolis e deve ser enterrado nesta mesma cidade, pois a família dele vive no local.(fonte:g1/to)

Dono de pit-dog é morto a tiros enquanto trabalhava, em Goiânia

Segundo polícia, autor fez pedido e disparou quatro vezes contra vítima.
Ainda não há informações sobre qual foi a motivação para o homicídio

O dono de um pit-dog foi morto a tiros dentro do próprio estabelecimento que fica na Praça da Liberdade, no Setor Jardim Pompeia, em Goiânia. Segundo a Polícia Civil, o autor chegou a até a vítima, fez um pedido e, em seguida, disparou quatro vezes contra ele. O jovem, identificado como Allison Almeida Souza Galvão Peres, de 26 anos, não resistiu e morreu no local.

O crime aconteceu na noite de sábado (30). O agente Lusaldy Gomes, da Polícia Civil, informou ao G1 por telefone que não foi dada voz de assalto.

“Sabemos que o autor chegou em um Chevrolet Agile preto e pediu um creme de maracujá para a vítima e não houve mais nenhuma conversa. Antes do pedido ser preparado, o homem sacou um revólver de calibre 38 e deu quatro tiros na vítima, acertando o tórax e os braços”, disse.

Conforme o policial, após os disparos o autor entrou de volta no carro e fugiu do local. Além da vítima, outras duas pessoas trabalhavam no momento do crime e havia alguns clientes no local, mas ninguém mais ficou ferido. Segundo o policial, uma das balas foi apreendida pela polícia para ser analisada.

A Polícia Civil ainda não sabe qual a motivação do crime, mas vai ouvir testemunhas durante esta semana na Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH). “A princípio, a vítima não teria nenhuma desavença com ninguém, mas as investigações vão apurar quais são as possíveis motivações para o crime”, afirmou o agente.