Rozineide Gonçalves

Quem somos

O Jornal Mapa da Notícia entrou no mercado em novembro/11 em Palmeirópolis e hoje é o principal jornal da cidade e do Tocantins. É através do Jornal online, na internet, que o leitor se informa sobre sua cidade. Temos o impresso que atende toda região sudeste do estado do Tocantins e norte de Goiás.

Com reportagens profissionais, layout moderno, redação própria, informações confiáveis, textos ágeis e fotos como nas melhores publicações do país, tal que diariamente são postadas as principais informações sobre Palmeirópolis e as cidades da região. Esta agilidade e dinamismo fazem do Jornal a principal fonte de notícias. Para os que moram fora, em outras cidades, outros estados e outros países temos o site. Isso ocorre porque a disponibilização na internet cria a opção de recebimento de acessos sem limitação territorial, tanto é que o Jornal Mapa da Noticia é acessado todos os dias por leitores de todas as regiões do Brasil e de vários países distintos.

Estes acontecimentos atestam que o Jornal tem cumprido o propósito para o qual foi criado: ser referência quando o assunto é notícias

Rozineide Gonçalves

Jornalista Editor-chefe

 

 

Rozimaria G.da Silva

Diretora financeira

 www.mapadanoticia.com.br

WhatsApp: (63) 8438-1731

Instagram: 

Twitter: 

Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras

Lula defende a democracia e diz que é preciso restabelecer a paz

Agência Brasil
Lula na Paulista
ALEX SILVA/ESTADÃO CONTEÚDO

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta sexta-feira (18), no manifesto que a Frente Brasil Popular promove na Avenida Paulista contra o impeachment e a favor da democracia, que os brasileiros precisam aprender a conviver com a diversidade. Em discurso, no carro de som posicionado em frente ao Museu de Arte de São Paulo, sob aplausos, ele defendeu a democracia e disse que o tempo que resta ao final do governo Dilma é “suficiente para virar a história do país”.

“Quero dizer para aqueles que não gostam de nós, talvez falte informação, mas temos que convencê-los que democracia é acatar o voto da maioria do povo brasileiro”, destacou. Durante o discurso, Lula juntou-se ao coro dos manifestantes gritando a frase “Não vai ter golpe”. “Não vamos aceitar o fim da democracia e nenhum golpe no país”.

O ex-presidente destacou a importância de se restabelecer a paz no país e lembrou que perdeu as eleições muitas vezes, mas nunca protestou contra quem ganhou. “Tem gente que fala em democracia da boca pra fora. Perdi as eleições em 89, em 94 e em 98 e em nenhum momento vocês viram eu ir pra rua protestar contra quem ganhou.

Lula defendeu um país sem ódio, mas criticou as pessoas que participaram das manifestações em favor do impeachment da presidenta Dilma Rousseff. “Eles são o tipo de brasileiro que gostariam de ir para Miami fazer compra todos os dias, e a gente compra na 25 de Março”, referindo-se à rua de comércio popular que fica no centro de São Paulo.

Para Lula, a democracia é a única possibilidade de fazer um governo com a participação do povo. “Eles têm que saber que essas pessoas que estão aqui de vermelho são parte daqueles que produzem o pão de cada dia do povo brasileiro”.

Sobre o cargo de ministro-chefe da Casa Civil, que assumiu nesta quinta (17), Lula disse que relutou muito em aceitar ir para o governo, desde agosto do ano passado. “E, ao aceitar, veja o que aconteceu comigo, virei outra vez ‘Lulinha paz e amor’”. Ele garantiu que vai integrar o governo para ajudar a fazer o país voltar a crescer. “Não vou lá para brigar, vou lá para ajudar a fazer as coisas que tem que fazer nesse país. Não vou achando que os que não gostam de nós são menos brasileiros que nós”.

Ele relembrou os momentos desta semana, principalmente depois que foi anunciada sua ida para o governo, em que alguns setores, segundo ele, pregaram que os simpatizantes do PT seriam violentos. “Acho muito engraçado que essa semana inteira, alguns setores ficaram dizendo que nós somos violentos. E tem gente que prega a violência contra nós 24 horas por dia.”

Em determinado momento, Lula pediu aos manifestantes que levantassem o braço para que eles tirassem uma foto para a presidenta Dilma Rousseff. “Para ajudar que ela tenha tranquilidade”, afirmou. Lula havia chegado à Paulista por volta das 19h, ao lado do prefeito de São Paulo, Fernando Haddad e do presidente do PT, Rui Falcão.

 

Beneficiários do Bolsa Família poderão ter pagamento em poupança da Caixa

Estadão Conteúdo
Agência Brasil/ArquivoCARTÃO DO BOLSA FAMÍLIA

Os quase 14 milhões de beneficiários do Bolsa Família poderão ter o benefício depositado em uma conta poupança na Caixa. A alteração acaba, na prática, com a necessidade de sacar o benefício de uma só vez. A adesão à conta é facultativa.

Os que aceitarem vão receber um cartão de débito da bandeira Elo (parceira da Caixa junto com Bradesco e Banco do Brasil). Poderão fazer compras, efetuar saques e consultas de saldo e extratos bancários. O cartão será desbloqueado no momento da primeira utilização, com a senha que foi cadastrada na abertura da conta.

O dinheiro do benefício que ficar na conta terá a remuneração da poupança: 0,5% ao mês mais variação da Taxa Referencial. Para abrir a conta no banco estatal, o beneficiário precisa ir a uma lotérica ou correspondente Caixa Aqui com o CPF e documento de identidade – sem necessidade de comprovação de renda ou residência. A conta possui limite de saldo e movimentação mensal

Se o beneficiário já tiver uma conta de poupança, poderá solicitar o recebimento do benefício automaticamente a partir de março.

“Vamos ampliar a inclusão bancária dos beneficiários, oferecendo mais segurança, comodidade e acesso aos serviços bancários às famílias, como o uso do cartão de débito ao realizar compras, saques e pagamentos”, afirma a presidente da Caixa, Miriam Belchior.

O Programa Bolsa Família é direcionado a famílias em situação de pobreza (renda por pessoa entre R$ 77,01 e R$ 154,00 por mês) e extrema pobreza (renda por pessoa de até R$ 77,00 por mês).

4º BPM prende homem dentro de depósito e frustra roubo em comércio em Gurupi

Aparelhos celulares e arma recuperados pela PM

(4º BPM – GURUPI) – Na tarde desta quinta-feira (17), o 4º Batalhão de Polícia Militar, por intermédio do serviço operacional, prendeu em flagrante delito um homem de 40 anos de idade, acusado de tentativa de roubo em estabelecimento comercial. Em poder do autor a PM encontrou 19 aparelhos celulares e 01 revólver marca Taurus, cal. 38 e 05 munições de mesmo calibre.

A PM foi acionada por funcionários da loja que relataram à atendente do Sistema Integrado de Operações – SIOP sobre a ação delituosa. De acordo com as testemunhas, o autor adentrou no estabelecimento comercial se passando por cliente e se dirigiu ao ambiente onde se faz cadastro de pessoas para compras à prazo. Ainda, conforme relatos, enquanto aguardava o atendimento, o homem espionava os funcionários, esperando o momento de eles acessarem o depósito da empresa.

No momento em que duas funcionárias abriram a porta do depósito, o homem as acompanhou sorrateiramente e as manteve sob ameaça com o revólver, ao mesmo tempo em que passou a recolher os aparelhos celulares numa sacola para subtraí-los. Entretanto, outros funcionários da loja perceberam a ação delituosa e fecharam a porta do depósito, acionando a PM em seguida.

Viaturas operacionais que patrulhavam nas imediações do local do crime chegaram imediatamente e interviram na ocorrência. As equipes fizeram o adentramento no depósito e efetuaram a prisão do autor, que percebendo a ação da PM, se rendeu não oferecendo resistência à atuação dos militares.

Logo após a prisão, o autor e o produto do crime foi conduzido e apresentado na Delegacia Central de Flagrantes para as devidas providências.

4º BPM apreende dois adolescentes em flagrante, ambos portando arma de fogo em Gurupi

Fonte: Ascom 4º BPM

Em Gurupi – TO, 17 de março de 2016

Referência: Ocorrência nº 855/2016 – Ato infracional de Porte ilegal de arma de fogo

(4º BPM – GURUPI) – Dois adolescentes, ambos de 17 anos de idade, foram apreendidos em flagrante delito por policiais militares do serviço operacional do 4º Batalhão de Polícia Militar, na tarde desta quinta-feira (17). A dupla é acusada de porte ilegal de arma de fogo, em poder dos quais a PM encontrou 02 revólveres calibres 38 e 32, além de 11 munições dos dois calibres.

A apreensão dos autores do ato infracional aconteceu na avenida Alagoas, esquina com a rua 16, região central de Gurupi – TO. Na ocasião, pessoas que passavam pelo local presenciaram os menores jogarem as armas dentro de um lote baldio, no momento em que uma viatura militar passava na rua patrulhando o bairro.

Diante da cena suspeita, uma pessoa ligou anonimamente no telefone “190” e noticiou o fato e descrição dos suspeitos para a atendente do Sistema Integrado de Operações – SIOP, que por sua vez designou uma equipe de Rádio Patrulha para fazer a averiguação. Durante as diligências, os militares localizaram os dois menores portando as armas de fogo, os quais receberam imediata voz de apreensão em flagrante.

Em seguida, ambos, juntamente com os revólveres foram conduzidos e apresentados na Delegacia Central de Flagrantes para as devidas providências.

A PM ressalta que um dos menores já possui diversas passagens pela prática de ato infracional.

DISTRIBUIÇÃO________________________________________________________________________________________

ASCOM DA PMTO e a imprensa em geral………………………………………………………………………………………………. 01/01

Aderaldo Nunes Potencio – CAP QOA

Chefe da ASCOM

Idosa vítima de maus-tratos morre após 12 dias internada em Anápolis

Cega, ela chegou a ter a sua perna amputada, mas acabou morrendo

Fonte: Diario do Norte

 

Doze dias internada após delicada cirurgia para amputação do pé direito abaixo do joelho – necrosado em função de uma trombose – a idosa Francisca Santiago – conhecida como “França”, de 82 anos – morreu no final da manhã de terça-feira (15) num leito do Hospital de Urgências de Anápolis (Huana).

A mulher havia sido resgatada na manhã da segunda-feira (29/02) por agentes de investigação da Polícia Civil e pelo Corpo de Bombeiros de Niquelândia na casa onde vivia na Rua Nossa Senhora da Conceição, região central do município. Francisca ficou três dias internada no Hospital Municipal de Niquelândia até ser removida para o HUAna, onde não resistiu às complicações do procedimento. Na ocasião, mediante denúncia anônima, policiais e bombeiros encontraram a idosa deitada na cama de uma casa simples, onde foi possível notar que seu pé tinha a pele bastante escurecida e com várias lesões cutâneas em carne viva, embora sem exalar mau-cheiro.

Naquele dia, não havia familiar próximo no momento da operação de resgate da idosa, mas apenas uma jovem, com uma criança de colo, que relatou ter sido contratada para atuar no local como “cuidadora de idosos” por um sobrinho de Francisca, de prenome Ênio, que foi localizado pela polícia e viajou até Anápolis com a tia para a delicada cirurgia que, embora bem sucedida, não foi suficiente para salvar a vida da idosa.

Quando da ação policial na casa, havia poucos alimentos na geladeira, alguns já deteriorados. Na área de serviço, havia uma máquina de lavar nova, mas a jovem disse que o sobrinho da idosa teria proibido a funcionária de lavar as roupas da aposentada “para não contaminar” o eletrodoméstico.

Ainda na tarde desta terça-feira, uma parente de Francisca – que concordou em falar com o DN sob condição de total anonimato – disse que a situação de abandono material da idosa seria, em tese, motivada pela vontade de apropriar-se de bens e propriedades que a mulher possuía. “Esse ‘pessoal’ mais próximo dela era muito esquisito, muito estranho. Dava para a gente perceber que eles queriam realmente era isso o que aconteceu (a morte da idosa), que Deus levasse ela logo.

Desde que ela foi internada lá em Anápolis,  o Ênio – que estava com ela – ligava para a fazenda dela em Niquelândia pedindo que contassem as cabeças de gado, porque ela estava bem ruim mesmo. Eu nunca tinha visto uma coisa assim”, afirmou com exclusividade, ao DN, a familiar da idosa que morreu. No âmbito da Polícia Civil, o delegado Cássio Arantes do Nascimento disse que soube da morte através do DN e que iria aguardar ter em mãos a certidão de óbito de Francisca para comentar se haverá – ou não – mudanças nos rumos da investigação aberta por ele na terça-feira (01/03) para apurar eventuais responsabilidades criminais no abandono e no desfecho trágico do caso. 

PM concentra e intensifica policiamento nas ruas de Gurupi, efetua prisões, recuperações e apreensões, garantindo segurança de qualidade crescente ao cidadão

(4º BPM – GURUPI) – Devidamente comprometido com a melhoria da qualidade de vida e segurança da comunidade da região sul do Estado, o 4º Batalhão de Polícia Militar intensificou e reforçou o policiamento em toda a sua área circunscricional, principalmente nesta cidade de Gurupi – TO. As intervenções operacionais contam com o reforço de policiais militares do Serviço Administrativo da Unidade, da Companhia Independente de Operações Especiais – CIOE, através do Grupo de Operação com Cães – GOC e do Grupo de Intervenções e Rondas Ostensivas – GIRO e da 3ª Companhia Ambiental.

Policiamento nas ruas

O objetivo das incursões é atuar preventiva e repressivamente através do patrulhamento nos bairros comerciais e residenciais de Gurupi, executando ações proativas com abordagens a veículos e pessoas suspeitas. A operação iniciou-se na semana passada e já se percebe os resultados positivos advindos desse trabalho, pois se constata uma redução significativa nos índices de ocorrências, principalmente as que envolvem o emprego de violência contra a pessoa.

 
Veículo utilizado durante roubo

Em análise aos dados dos relatórios diários da Unidade, percebe-se que essa redução tem ocorrido graças às incursões operacionais desenvolvidas em todos os bairros, através das quais a PM tem desestimulado ações de indivíduos infratores e consequentemente promovido continua prestação de serviços de segurança ao cidadão. Nesse sentido, ressalta-se que no período em referência, a Unidade fez a abordagem a 107 veículos suspeitos, 152 pessoas, apreendeu 01 arma de fogo (pistola), 20 munições, 100g de produto entorpecente análogo à maconha, removeu 02 veículos, aplicou 01 notificação de infração de trânsito e prendeu 05 pessoas.

 
Bolsa e celular recuperado pela PM

Ainda, durante a operação, a PM apreendeu o equivalente a R$ 80,00 mil reais em joias, recuperou aparelhos celulares e dinheiro roubados, além de outros objetos.

 
Joias recuperadas pela PM

O 4º BPM e as Companhias especializadas manterão os esforços que se fizerem necessários para bem e fielmente cumprirem a sua missão na promoção de segurança pública de qualidade crescente aos cidadãos da região sul do Estado. E nesse aspecto, conta com o engajamento e fortalecimento dos elos do sistema de segurança pública e justiça criminal, exercidos pelas demais instituições e órgãos públicos, que assim como a PM, atuam de forma compartilhada para garantia desse imprescindível direito – segurança pública -, destacou o Comandante da Unidade, Maj QOPM Flávio Santos Brito.

Militares do 4º BPM participam de Blitz educativa de combate ao Aedes Aegypt: “Operação zica zero”

saude 3POLÍCIA MILITAR

Policiais militares do 2º Pelotão, no município de Palmeirópolis, participaram, na tarde desta quarta (16), da Operação conjunta de combate ao mosquito Aedes Aegypti.saude 2

A Operação foi realizada através de uma blitz educativa, denominada de “Zica zero”, a qual contou com a presença de militares da Unidade, agentes de saúde, agentes de edemias, assistentes sociais e vários outros funcionários municipais. Através da blitz, os militares junto com os agentes de endemias e saúde entregaram folhetos e orientaram a comunidade sobre o combate ao mosquito Aedes Aegypti, causador da Dengue, Zica e Chikungunya. Entre todos os presentes, foi visível a imagem de satisfação de poder participar de mais essa ação conjunta em prol do bem estar do cidadão, destacou o comandante do 2º Pelotão, 1º Ten QOPM Irenilton Silva da Cruz.

Aderaldo Nunes Potêncio – Cap QOA

Chefe da ASCOM

SÃO SALVADOR: 25 ANOS

received_952097978219454Prefeitura e comunidade comemoraram em grande estilo

 A Prefeitura da cidade de São Salvador do Tocantins realizou em fevereiro um grande evento para comemorar os 25 anos do município. A programação foi bem extensa e muito agradável. Entre as atrações, shows, eventos esportivos, concurso de música para jovens talentos da região, além de outras atividades.

A população recebeu consultas e orientações sobre saúde com a equipe de profissionais que esteve à disposição durante todo o evento no Pronto Atendimento. A secretaria de Saúde atendeu à população com aferição de pressão arterial, teste de glicemia e outros.

received_952075751555010O Festival de música foi um sucesso à parte com premiações especiais. O objetivo principal foi atingido: criar espaço para artistas regionais mostrarem seus talentos. No sábado (20) pela manhã foi inaugurado o pórtico de entrada da cidade, que ficou lindo aos olhos de quem por ali passa.

A prefeitura montou uma grande estrutura com atividades para crianças e adultos e o palco ficou pequeno para tantos sucessos em um só local. O ponto alto da comemoração, como já era esperado, foi à apresentação da dupla de sertanejo universitário que é sucesso em todo o país: Edy Brito e Samuel. Eles cantaram e mostraram muita carisma.

A surpresa aconteceu quando a dupla chamou ao palco Henrique e Juliano, filhos de Palmeirópolis; e Edson, daHENRIQUE E JULIANO dupla Edson e Udson. Juntos eles proporcionaram gritaria e emoção entre os fãs de todas as idades, fazendo o chão tremer e o público dançar e pular. O evento reuniu cerca de 10 mil pessoas, com o show principal começando por volta de meia noite, com direito à contagem regressiva. Como nos anos anteriores, a festa aconteceu no centro da cidade.

received_952097881552797 (1)Foi providenciada uma estrutura completa para o grande evento, incluindo praça de alimentação e palco com efeitos especiais. Também foi dada atenção especial para a segurança pública em parceria com Polícia Militar, Civil e CIPAMA, que fizeram um brilhante trabalho. O balanço da prefeitura foi altamente positivo.

Para fechar com chave-de-ouro aconteceu o final do circuito de vaquejada no domingo, com os vaqueiros locais e das cidades vizinhas e a noite um eletrizante show mecânico. Diante da crise que passa todo o país e pela necessidade de received_952078611554724tentar fazer o melhor com poucos recursos, a prefeitura de São Salvador, com muita criatividade, não mediu esforços para levar à população esta grande festa que já virou tradição. “Tudo foi preparado com carinho e profissionalismo, com a certeza de que tanto as atrações locais como o show maior agradaram a todos. Foi economizando um pouquinho daqui e dali que conseguimos realizar a festa”, disse o prefeito Charles Evilácio.

A programação alusiva ao aniversário da cidade atendeu a todos os públicos, com competições esportivas, vaquejada, cavalgada e grandes shows. 
O prefeito Charlereceived_952075664888352s agradeceu a presença de todos e disse estar feliz por proporcionar momentos de muita alegria aos cidadãos e visitantes. “Estamos trabalhando com muita dedicação e vontade para atender e suprir as necessidades da comunidade, e vamos continuar trabalhando received_952075704888348para o progresso e o desenvolvimento de nossa querida cidade. Parabéns, minha querida São Salvador”,concluiu.

Marcaram presenças diversas autoridades, dentre elas o prefeito de Palmeirópolis, Fabio Vaz, do Jaú Onassys Moreira, o deputado Ricardo Aires e vereadores locais. A festa de aniversário de São Salvador teve ainda um grande bolo com 25 metros e o tradicional ‘Parabéns a Você’, cantado com muita alegria por todos.

Em carta aberta, Lula diz que respeita o STF e que espera justiça

Ele criticou o vazamento de grampos de conversas telefônicas.
Nesta quinta, ex-presidente tomou posse como ministro de Dilma.

dilmaDo G1 São Paulo

A presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante posse de Lula no cargo de ministro-chefe da Casa Civil em Brasília (Foto: Adriano Machado/Reuters)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) divulgou uma “carta aberta” nesta quinta-feira (17) em que diz confiar no Supremo Tribunal Federal (STF) e esperar justiça. Diz também que, “sob o manto de processos conhecidos primeiro pela imprensa e só depois pelos diretamente e legalmente interessados, foram praticado atos injustificáveis de violência contra minha pessoa e de minha família”.

No documento, que foi enviado pela assessoria de imprensa do Instituto Lula, ele diz lamentar “os tristes e vergonhosos episódios das últimas semanas”, mas acrescenta que tais atos “não me farão descrer da instituição do Poder Judiciário”. “Nem me farão perder a esperança no discernimento, no equilíbrio e no senso de proporção de ministros e ministras da Suprema Corte”, disse o petista. “Justiça, simplesmente justiça, é o que espero, para mim e para todos, na vigência plena do estado de direito democrático”, acrescentou. 

Lula criticou o vazamento de grampos de conversas que teve com parentes e políticos, como a presidente Dilma Rousseff. “Não me conformo que se palavras ditas em particular sejam tratadas como ofensa pública, antes de se proceder a um exame imparcial, isento e corajoso do levantamento ilegal do sigilo das informações.”, afirmou (leia a íntegra da carta no fim desta reportagem).

Nesta quinta, o o ex-presidente tomou posse como ministro-chefe da Casa Civil. Duas liminares, porém, o impediram de exercer as funções do cargo (até a publicação desta reportagem, uma delas havia sido derrubada; leia mais).

Lula acrescentou que “dos membros do Poder Judiciário espero, como todos os brasileiros, isenção e firmeza para distribuir a Justiça e garantir o cumprimento da lei e o respeito inarredável ao estado de direito”. “Creio também nos critérios da impessoalidade, imparcialidade e equilíbrio que norteiam os magistrados incumbidos desta nobre missão.”

O juiz Sérgio Moro retirou na quarta-feira (16) o sigilo de interceptações telefônicas do ex-presidenteLuiz Inácio Lula da Silva e acabou revelando conversas gravadas pela Polícia Federal com a presidente Dilma Rousseff, que o nomeou como ministro chefe da Casa Civil.

Leia a íntegra da carta de Lula:

  •  

“Carta aberta do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva 

Creio nas instituições democráticas, na relação independente e harmônica entre os Poderes da República, conforme estabelecido na Constituição Federal.

Dos membros do Poder Judiciário espero, como todos os brasileiros, isenção e firmeza para distribuir a Justiça e garantir o cumprimento da lei e o respeito inarredável ao estado de direito.

Creio também nos critérios da impessoalidade, imparcialidade e equilíbrio que norteiam os magistrados incumbidos desta nobre missão.

Por acreditar nas instituições e nas pessoas que as encarnam, recorri ao Supremo Tribunal Federal sempre que necessário, especialmente nestas últimas semanas, para garantir direitos e prerrogativas que não me  alcançam exclusivamente, mas a cada cidadão e a toda a sociedade.

Nos oito anos em que exerci a presidência da República, por decisão soberana do povo – fonte primeira e insubstituível do exercício do poder nas democracias – tive oportunidade de demonstrar apreço e respeito pelo Judiciário.

Não o fiz apenas por palavras, mas mantendo uma relação cotidiana de respeito, diálogo e cooperação; na prática, que é o critério mais justo da verdade.

Em meu governo, quando o Supremo Tribunal Federal considerou-se afrontado pela suspeita de que seu então presidente teria sido vítima de escuta telefônica, não me perdi em considerações sobre a origem ou a veracidade das evidências apresentadas.

Naquela ocasião, apresentei de pleno a resposta que me pareceu adequada para preservar a dignidade da Suprema Corte, e para que as suspeitas fossem livremente investigadas e se chegasse, assim, à verdade dos fatos.

Agi daquela forma não apenas porque teriam sido expostas a intimidade e as opiniões dos interlocutores.

Agi por respeito à instituição do Judiciário e porque me pareceu também a atitude adequada diante das responsabilidades que me haviam sido confiadas pelo povo brasileiro.

Nas últimas semanas, como todos sabem, é a minha intimidade, de minha esposa e meus filhos, dos meus companheiros de trabalho que tem sido violentada por meio de vazamentos ilegais de informações que deveriam estar sob a guarda da Justiça.

Sob o manto de processos conhecidos primeiro pela imprensa e só depois pelos diretamente e legalmente interessados, foram praticado atos injustificáveis de violência contra minha pessoa e de minha família.

Nesta situação extrema, em que me foram subtraídos direitos fundamentais por agentes do estado, externei minha inconformidade em conversas pessoais, que jamais teriam ultrapassado os limites da confidencialidade, se não fossem expostas publicamente por uma decisão judicial que ofende a lei e o direito.

Não espero que ministros e ministras da Suprema Corte compartilhem minhas posições pessoais e políticas.

Mas não me conformo que, neste episódio, palavras extraídas ilegalmente de conversas pessoais, protegidas pelo Artigo 5o. da Constituição, tornem-se objeto de juízos derrogatórios sobre meu caráter.

Não me conformo que se palavras ditas em particular sejam tratadas como ofensa pública, antes de se proceder a um exame imparcial, isento e corajoso do levantamento ilegal do sigilo das informações.

Não me conformo que o juízo personalíssimo de valor se sobreponha ao direito.

Não tive acesso a grandes estudos formais, como sabem os brasileiros. Não sou doutor, letrado, jurisconsulto. Mas sei, como todo ser humano, distinguir o certo do errado; o justo do injusto.

Os tristes e vergonhosos episódios das últimas semanas não me farão descrer da instituição do Poder Judiciário. Nem me farão perder a esperança no discernimento, no equilíbrio e no senso de proporção de ministros e ministras da Suprema Corte.

Justiça, simplesmente justiça, é o que espero, para mim e para todos, na vigência plena do estado de direito democrático.

Luiz Inácio Lula da Silva”