Atendente de lanchonete onde acusado foi preso com menina de 2 anos prestou depoimento

A atendente da lanchonete que desconfiou do coronel reformado da PM Pedro Chavarry, no último sábado (10), e chamou a polícia após flagrá-lo com uma criança nua no carro, afirmou em depoimento, nesta quarta-feira (14), já ter visto o acusado no local pelo menos quatro vezes, sempre com meninas nuas. Chavarry acabou detido por suspeita de estupro de vulnerável, no último domingo (11), na Zona Norte do Rio.

“Eu já tinha desconfiado dele. Quando fui entregar o lanche, vi a criança com a calcinha mexida. Aí eu pedi para alguém ligar para a polícia”, contou a testemunha, na Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (Dcav). As informações são do portal G1.

Ainda de acordo com o depoimento dela, a polícia não achou o carro ao chegar ao local e, nesse meio tempo, Chavarry teria tentado fugir. “Eu comecei a gritar, pedi para alguém fazer alguma coisa. Foi quando um casal avisou à Polícia Militar qual era o carro e ele foi preso”, relatou.

A mulher, que não quis ser identificada, disse ainda que teve de mudar de casa e que pedirá para entrar no Programa de Proteção à Testemunha .

Também ontem, a suspeita de ter levado a criança até o coronel, Thuane dos Santos Pimenta, de 23 anos, foi encaminhada para o Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, na Zona Oeste do Rio.(fonte:notícias ao minuto)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here