Confusão aconteceu no último jogo da primeira fase do estadual após um lance polêmico. O Araguaína perdeu a partida e a vaga nas semifinais

O assistente Gilvaneis Pires foi agredido por jogadores do Araguaína no fim da partida contra o Tocantinópolis, neste sábado (4), no estádio Mirandão em Araguaína. O duelo era válido pela última rodada da primeira fase do Tocantinense. O time da casa foi derrotado por 2 a 1. Ele auxiliou o árbitro Leandro Oliveira.

A confusão começou por causa de um lance já no final da partida. Aos 47 do segundo tempo, o ataque do time da casa mandou uma bola na área, em meio a um bate-rebate, os atletas afirmaram que a bola entrou, mas a arbitragem não marcou. Revoltados, os jogadores começaram a agredir o trio.

O GloboEsporte.com entrou em contato com o árbitro da partida, Leandro Oliveira, que confirmou a agressão ao assistente.

– Invadiram o gramado, o Gilvaneis foi agredido e faturou o braço. Estou no hospital com ele.

Além de ficar de fora das semi com esta derrota, o Araguaína corre o risco de perder seis pontos por escalação irregular contra o Tocantinópolis, na sexta rodada. Com isso, pode ser rebaixado à Segundona.  Já houve um primeiro julgamento no TJD, porém, a equipe foi absolvida. Na quarta-feira (1º), o TEC entrou com recurso para a realização de um novo, que está marcado para a próxima segunda-feira (6), às 19h30, no Pleno TJD, no auditório da FTF.(fonte:g1/to)

Confusão Araguaína (Foto: Lucas Ferreira/TV Anhanguera)
Jogadores do Araguaína foram para cima da arbitragem no fim do jogo (Foto: Lucas Ferreira/TV Anhanguera)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here