Secretário-geral do partido em GO relatou que ato é uma ‘retaliação’.
Ele contou que manifestantes usavam máscaras e levavam faixas.

Fonte:g1/go

Manifestantes tentaram invadir, na tarde deste sábado (30), a sede do Diretório Estadual do PTB, em Goiânia, segundo o secretário-geral do partido em Goiás, Volnei Duarte. Ele afirmou que o ato é uma “retaliação” à posição da sigla de apoiar o impeachment  da presidente Dilma Rousseff.

“É uma retaliação ao deputado Jovair Arantes [relator da comissão especial do impeachment da Câmara dos Deputados]. Estão tentando nos intimidar. Estão tentando acusar o Jovair de golpista, mas o partido não considera um golpe o impeachment da presidente”, declarou ao G1 o secretário-geral do PTB em Goiás.

De acordo com Duarte, o ato, que durou cerca de 15 minutos, contou com mais de 10 pessoas. Alguns manifestantes estavam encapuzados e outros usavam máscaras de papel com imagens dos rostos do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e do vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB).

Duarte contou que o grupo conseguiu entrar no andar térreo do prédio, mas não chegou a invadir o diretório porque o porteiro e funcionários de uma loja que fica no mesmo local intervieram. Assim, os manifestantes saíram do prédio, deixando as faixas e cartazes.

O secretário-geral tentou registrar o caso na Central de Flagrantes da Polícia Civil. No entanto, isso não foi feito. Escrivães o informaram que a situação não se configura crime de dano ao patrimônio. Eles o orientaram a procurar a delegacia responsável pela região do diretório na segunda-feira (2), com as imagens das câmeras de segurança.

Manifestantes usavam máscaras com imagens dos rostos de políticos impressas em GoiÂnia, Goiás (Foto: Divulgação/ PTB)
Manifestantes usavam máscaras com imagens dos rostos de políticos impressas (Foto: Divulgação/ PTB)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here