Os kits alimentares foram adquiridos a partir de doações em dinheiro realizadas por meio de transferências bancárias ou de desconto direito na folha de pagamento daqueles que atuam na Defensoria Pública. Assim, a cada mês, diversas cestas básicas eram montadas e destinadas a diferentes regiões, visando, assim, contemplar o máximo de municípios possíveis nestes seis meses de atuação da campanha.

De acordo com Guilherme Vilela Ivo Dias, defensor público presidente da Comissão da “Juntos contra a fome” e da Associação das Defensoras e dos Defensores Públicos do Estado do Tocantins (Adpeto), que deu apoio à campanha,os números alcançados foram bastante relevantes e destacam o engajamento de toda a Instituição Defensoria na causa.

“A adesão à campanha foi muito positiva. Se avaliarmos, foram mais de 80 cestas básicas arrecadas por cada mês de campanha, o que é bem relevante. Certamente, estamos muito orgulhosos do que realizamos. O nosso desejo era poder ajudar a cada família necessitada do Tocantins, mas ficamos felizes por saber que aos menos 501 famílias hipossuficientes do Estado tiveram acesso aos kits de alimentos, o que as ajudou no enfrentamento destes tempos tão difíceis”, ressalta Guilherme Vilela.

Cronograma e quantitativos

A primeira remessa de cestas básicas foi distribuída em maio, contemplando famílias hipossuficientes de Araguatins, Arraias, Itacajá e Tocantinópolis. Em cada um destes municípios, 25 cestas foram doadas, totalizando 100 kits alimentares.

Já a segunda remessa, a de junho, levou 76 cestas básicas a comunidades de Gurupi [25], Mateiros [26] e Pau D’Arco [25]. No caso de Mateiros, as doações foram direcionadas a pessoas selecionadas pelo projeto Corona do Bem 063.

Em julho, a terceira remessa foi destinada a famílias de Paraíso do Tocantins, Araguaína e Pedro Afonso, sendo 25 cestas para cada localidade, totalizando 75 kits de alimentos.

A remessa de agosto, a quarta da sequência, levou 25 cestas para Augustinópolis e a mesma quantidade a Itaguatins. Em Palmas, 9 cestas foram entregues a famílias de adolescentes que cumprem medida socioeducativa no Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) da Capital. Por fim, totalizando 100 cestas básicas, outras 41 foram entregues na Fundação Nacional do Índio (Funai) para serem distribuídas para indígenas na zona urbana e rural do Município de Tocantínia.

A penúltima remessa, distribuída em setembro, levou a Taguatinga e Paraíso do Tocantins 50 cestas, sendo 25 em cada um dos municípios. Também foram contempladas duas aldeias indígenas situadas no município de Formoso do Araguaia, que dividiram entre si outras 25 cestas básicas.

Por fim, a sexta remessa, a de outubro, reuniu outras 50 cestas básicas, que foram distribuídas para os Municípios de Ponte Alta do Tocantins (25) e Colinas do Tocantins (25), mas a campanha seguirá até o final do ano de 2020, destinando cestas básicas para famílias carentes do Estado do Tocantins.

Doações até dezembro

Vale lembrar que a campanha ainda está em andamento e as doações podem ser realizadas durante o mês de dezembro, inclusive tendo sido prorrogado o prazo para os descontos na folha de pagamento, que podem ser feitos somente esta quinta-feira, 5 de novembro, quando fecha a folha de dezembro.

Para doar por meio de desconto na folha é simples: acesse o link Juntos Contra a Fome e preencha o formulário corretamente. Caso esteja com dúvidas, assista a esse vídeo com o passo a passo de como realizar o cadastro.

A quantia a ser doada é livre e após formalizar a doação nesta modalidade, você também pode acompanhar o processo por aqui, no Portal, a partir da seção “Servidores” ou “Defensores”, no campo “Doações”.

Outras formas de doar

Para quem ainda seguirá de mãos dadas com a “Juntos contra a fome” mas não deseja optar pelo desconto em folha, ou não integra o corpo profissional da Defensoria Pública, seguem os dados para transferência bancária, TED ou DOC:

Banco Sicoob Credipar (Banco Cooperativo do Brasil S.A. Bancoob)

Código do Banco (pode ser necessário em casos de TED e DOC): 756

Agência 3263-8

Conta 103.228-3

Associação das Defensoras e Defensores Públicos do Estado do Tocantins

(CNPJ: 38.144.622/0001-66)

Surgiu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here