O Inmet cita até mesmo o risco de mortalidade, principalmente de crianças e idosos.

Tendo em vista o aviso emitido pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) sobre uma onda de calor intenso que deve atingir 21 cidades do Tocantins, com grau de severidade e grande perigo para os próximos dias, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) emitiu um alerta à população tocantinense com relação aos riscos causados por este fenômeno climático.

Conforme o Inmet, as temperaturas devem ficar 5ºC acima da média. Nos próximos dias haverá uma seqüência de pelos menos três dias seguidos com temperaturas mínimas ou máximas, acima do esperado para a região, com umidade relativa do ar que varia entre 20% e 12%, bem abaixo dos índices preconizados pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Isso também aumenta o risco de incêndios florestais.

A permanência de dias com temperatura acima do normal representa riscos relevantes para a saúde, como ressecamento da pele, desconforto nos olhos, boca e nariz, aumentando o incômodo nas pessoas e até mesmo o risco de mortalidade, principalmente de crianças e idosos.

“São mais vulneráveis ao calor: crianças nos primeiros anos de vida, idosos, portadores de doenças crônicas (hipertensão, arritmia, respiratórias, renais, diabetes e alcoolismo, obesos), acamados, pessoas com problemas ou transtornos mentais ou sofrimento psíquico e pessoas que utilizam determinados medicamentos, como: anti-hipertensivos, antiarrítmicos, diuréticos e antidepressivos”, detalha Sérgio Luís de Oliveira, Diretor de Vigilância em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador.

Diante desse cenário, é recomendado às Secretarias Municipais de Saúde que planejem e realizem ações de prevenção e promoção da saúde da população relacionadas à estiagem, às queimadas e aos incêndios florestais em conjunto com o setor de meio ambiente, coordenadoria municipal de Defesa Civil- COMDEC e/ou Brigadas de Incêndios, Companhia Independente de Polícia Militar Rodoviária e Ambiental , agricultura, educação entre outros no município.

“A ação dos municípios é muito importante para que se criem mecanismos de alerta a toda a população, e para que a divulgação destas ações preventivas aconteça de forma simplificada para que seja ampliada, principalmente quanto aos cuidados relativos a esses fatores de riscos com relação às condições climáticas nesse período, permitindo assim, intervenções em tempo hábil para evitar ou minimizar os agravos à saúde nestes dias de aumento de temperaturas, que iremos enfrentar no decorrer desta semana”, finaliza o diretor.

O alerta foi emitido para que as população redobre seus cuidados com a saúde nos próximos dias, então em caso de emergência, o INMET recomenda que a população contate imediatamente a Defesa Civil através do telefone 199 e que sigam algumas recomendações durante este período.

Cuidados durante o período de aumento da temperatura:

– Evite a exposição direta ao sol, em especial, entre às 10 e às 16 horas, use chapéus e óculos escuros;

– Use roupa solta e aplique sempre protetor solar;

– Diminua os esforços físicos e repouse frequentemente em locais à sombra, frescos e arejados;

– Aumente o consumo de água ou de sucos de frutas naturais, sem adição de açúcar, mesmo sem ter sede;

– Faça refeições leves, pouco condimentadas e mais frequentes;

– Permaneça de 2 a 3 horas por dia num ambiente fresco;

– No período de maior calor, tomar um banho com água ligeiramente morna. Evite mudanças bruscas de temperaturas;

– Evite a entrada do calor. Feche cortinas e/ou janelas mais expostas ao calor e facilite a circulação do ar;

– Abra as janelas durante a noite;

– Utilize menos roupas de cama e vista-se com menos roupas ao dormir, sobretudo, em bebês e pessoas acamadas.

Mapa mostra os alertas para ondas de calor no Brasil; os locais em vermelho estão em "grande perigo"

AF Notícias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here