As aulas não presenciais foram retomadas no dia 29 de junho para os alunos do 3º ano.

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado do Tocantins (Sintet) afirmou que, nesse momento, ainda não há segurança sanitária para o retorno das aulas presenciais no estado.

A secretária de Estado da Educação, Adriana Aguiar, anunciou ontem (28) que as aulas presenciais retornarão de forma gradativa na rede pública estadual ainda neste mês de outubro. “O protocolo de medidas de segurança para retomada das aulas presenciais está pronto, devendo ser revisado em conjunto com a Saúde. Ainda não posso precisar uma data, mas é certo que, já no mês de outubro, vamos retornar às aulas presenciais também de forma gradual; assim como fizemos na modalidade não presencial, observando todos os protocolos de segurança”, afirmou.

O Sintet disse que vai entrar com uma ação judicial ainda nesta terça-feira (29) pedindo para que não haja retorno das aulas presenciais sem segurança durante a pandemia do coronavírus.

“O Sindicato agendou uma reunião com a direção executiva e presidentes regionais para quarta-feira, 30 de setembro, para tomar outros encaminhamentos acerca do anuncio do governo sobre o retorno das aulas presenciais“, disse em nota.

Conforme a secretária Adriana Aguiar, a Seduc tem se preocupado com a questão da segurança no transporte escolar e da disponibilização de equipamentos de proteção individual (EPIs), tanto para os alunos quanto aos servidores, assim como a devida higienização das escolas e garantia da merenda escolar.

“No Estado do Tocantins, com a retomada das aulas não presenciais, desde o dia 29 de junho para os alunos do 3º ano, conseguimos assegurar a todos eles a conclusão do ano letivo 2020 ainda este ano, de forma que suas carreiras não sejam prejudicadas. E eles também serão os primeiros a retornar na modalidade presencial, e sucessivamente as demais séries”, ponderou Adriana Aguiar.

AF Notícias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here