O grupo foi parado pela PRF na BR-060 e houve a suspeita de que estaria indo para um ato pró-Dilma em Brasília

Após a polêmica envolvendo um grupo composto por 150 bolivianos — que estavam em três ônibus e que foram abordados pela Polícia Rodoviária Federal na BR-060, próximo a Guapó, a 27 km de Goiânia, nesta quinta-feira —, um vídeo foi publicado e compartilhado pelo WhatsApp explicando a confusão. Inicialmente, houve a suspeita de que a excursão estaria indo na verdade para um ato pró-Dilma em Brasília.

No vídeo, os bolivianos explicam que tudo não passou de um mal entendido. Inclusive afirmaram que o lançamento desse empreendimento será neste sábado (16), na capital.

Na filmagem, o boliviano Luis Carlos explica que veio para o lançamento de um projeto imobiliário. “Estamos aqui para o lançamento do maior parque aquático do Brasil, nosso projeto não tem nada a ver com política”, esclareceu. Eles não informaram de qual empreendimento se trata.

Segundo a PRF, os 150 bolivianos foram fiscalizados, mas não foi encontrada nenhuma irregularidade. Os passageiros, todos bolivianos, alegaram que estavam indo para um congresso em Goiânia, mas teriam errado o caminho. Eles contaram que estavam autorizados a trafegar até Goiânia e, daqui, retornarem para o seu local de origem, não podendo ir até Brasília.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here