A constatação veio após a realização do exame complementar confirmatório western blotting.

O Governo do Tocantins, por meio da Agência de Defesa Agropecuária (Adapec), confirmou na manhã desta sexta-feira, 3, um novo caso de mormo em uma égua de quatro anos de idade, numa propriedade rural, localizada no município de São Salvador, na região sul do Estado. A constatação veio após a realização do exame complementar confirmatório de western blotting. A eutanásia do animal será realizada na próxima semana.

Segundo a Agência, todas as medidas sanitárias estão sendo tomadas. Além da interdição da propriedade foco e eutanásia do equídeo, será feito o saneamento. Ela só será considerada saneada e desinterditada, após a realização de dois exames consecutivos com resultados negativos de todos os equídeos existente na propriedade. Serão coletadas também amostras para exames dos animais susceptíveis a doença nos vínculos epidemiológicos para a realização de exames para mormo, dentre outras medidas sanitárias.

O responsável pelo Programa Estadual de Sanidade dos Equídeos da Adapec, Raydleno Mateus Tavares, disse que a confirmação do caso veio, por meio do laboratório oficial do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). “Recebemos a informação do caso positivo para Mormo neste animal, diretamente do Mapa, após o proprietário realizar o exame em um laboratório particular credenciado ao Ministério, feito em teste sorológico de triagem com o método de diagnóstico Elisa. Como o resultado foi positivo, a amostra foi então enviada para o laboratório oficial (Lanagro), que também confirmou a doença, por meio do exame western blotting que é o método complementar confirmatório,” explicou Raydleno.

A Adapec dispõe de novo método de eutanásia onde é utilizado o químico com o fármaco T-61, o qual tem por objetivo realizar a eutanásia do animal por meio químico, levando a indução à morte de forma rápida, sem dor e com mínimo de estresse.

Este é o primeiro caso de Mormo registrado no município de São Salvador, e o quinto este ano no Estado, todos registrados na região sul do Tocantins. Por se tratar de uma zoonose, a Agência comunicou à Secretaria da Saúde do Estado a confirmação do caso, conforme prevê a legislação.

Vale lembrar que em casos de suspeita da doença, o produtor rural deve notificar imediatamente a Adapec em uma das suas unidades ou pelo Disque Defesa 0800.63.11.22, bem como denunciar trânsito clandestino de animais.

Mormo

O Mormo é uma doença infectocontagiosa causada por bactéria que acomete principalmente os equídeos (asininos, equinos e muares). Nos equídeos, os principais sintomas são nódulos nas narinas, corrimento purulento, pneumonia, febre e emagrecimento. Existe ainda a forma latente (assintomática) na qual os animais não apresentam sintomas, mas possuem a enfermidade.

Adapec.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here