O senador Telmário Mota (PDT-RR) relatou nesta quinta-feira (14) uma conversa que teve com a presidente Dilma Rousseff. De acordo com a Folha de S. Paulo, o vice-líder do governo no Senado contou que a petista está arrependida de ter confiado em Michel Temer.

O senador relatou que o vice-presidente era o responsável por organizar a base aliada do governo no Congresso. No entanto, diz Mota, teria conspirado contra Dilma. “Temer era um homem que gozava da total confiança do governo. Ele que realmente controlava essa parceria da presidente Dilma e ela confiava nele. Mas poucos sabiam que ele já estava no processo de conspiração porque ele, como tinha informações privilegiadas, inclusive informações de Estado, fez um conluio com o Cunha [presidente da Câmara, Eduardo Cunha]. O governo planejava um ato e o Cunha entrava com as pautas-bombas para inviabilizar o país”, explicou.

O senador disse que não divulgou a conversa antes pois acreditava ter sido um bate papo informal, só que agora estava mais confortável com a revelação. “E ela me dizia que o grande arrependimento foi ela ter confiado no Temer, em todos os sentidos”, completou.

“E o que ele faz hoje para cassar a presidente Dilma? O PMDB pula fora. E agora ameaça expulsar quem não votar a favor do impeachment. Olhe como eles começam a usar a mão de ferro. Começam a bater na democracia com a mão de ferro”, finalizou.

Fonte:msn notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here