katia abreuPresidente do diretório do PMDB na Bahia e aliado do vice-presidente Michel Temer, o ex-ministro Geddel Vieira Lima finalizou ação em que pede que seu partido expulse a ministra Kátia Abreu (Agricultura), que prega a permanência dos quadros do partido no governo Dilma Rousseff.

No documento, ele afirma que a ministra pratica “notória afronta” à “deliberação suprema”, que decidiu no último dia 29 romper com o governo, determinando que todos os peemedebistas com cargo na administração federal abandonem os postos.

Amiga pessoal de Dilma, Kátia Abreu tem trabalhado para permanecer no posto e chegou a ventilar que havia sido convidada a se filiar ao PR, notícia que desagradou a cúpula da legenda.

Na peça, Geddel cita mensagens enviadas por Kátia Abreu logo após a decisão do desembarque do PMDB. A ministra foi flagrada pela Folha de S.Paulo avisando a um interlocutor que “todos os seis” ministros do PMDB que ainda estão no governo pediriam licença da sigla e permaneceriam em seus cargos.

O estatuto da legenda, no entanto, não contempla licença partidária.”Por todos os atos e fatos versados e comprovados nesta representação, à obviedade se conclui da violação pela representada [Kátia Abreu] nos tipos legais acima transcritos, cuja consequência normativa é aplicação concreta da medida disciplinar de expulsão, com o cancelamento da filiação peemedebista”, conclui o texto.

http://www.jornaldotocantins.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here