Corpo foi encontrado próximo de estrada no setor industrial de Gurupi, na região sul do estado. Investigação começou após filho chegar na casa do pai e encontrar marcas de sangue nas paredes.

Dois jovens de 19 e 23 anos foram presos pela Polícia Civil suspeitos de matar Marcelo Pereira da Silva e enterrar o corpo em uma cova rasa no setor industrial de Gurupi, na região sul do estado.

As investigações começaram na manhã desta quinta-feira (9) após o filho da vítima encontrar sinais de violência e sangue nas paredes da casa do pai no Jardim Bulevar.

“A Polícia Militar acionou os trabalhos de perícia criminal em local de crime e também as equipes da DHPP, que acompanharam a coleta de provas periciais e iniciaram as investigações”, explicou o delegado Hélio Domingos, da Delegacia de Homicídios de Gurupi.

A Polícia Civil chegou aos dois suspeitos após peritos encontrarem manchas de sangue e objetos da vítima no carro de um deles. Câmeras de vigilância flagraram a movimentação dos suspeitos e auxiliaram nas investigações.

O corpo de Marcelo Pereira foi encontrado no início da noite em uma cova rasa coberta por galhos, próximo de uma estrada no Parque Industrial em Gurupi. Ele tinha marcas de violência na cabeça que teriam sido provocadas por um facão e um pedaço de madeira.

A localização do corpo ocorreu após os suspeitos indicarem dois possíveis locais onde teriam feito a desova. Ainda de acordo com a Polícia Civil, um dos suspeitos confessou o crime e disse que estava sendo ameaçado pela vítima. O outro homem disse que foi obrigado a participar do crime.

A vítima tinha passagens pela polícia. Em 2018, Marcelo Pereira foi preso após comprar um trator e pagar com cheques sem fundos. Na época a máquina foi encontrada após ser revendida.

Os suspeitos foram autuados por latrocínio e serão levados para a Casa de Prisão Provisória de Gurupi.

G1 Tocantins.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here