Resultado foi puxado pela forte queda na construção civil. Dos oito setores analisados, apenas a indústria de transformação teve aumento no mês.

O Tocantins perdeu 1,1 mil vagas de emprego entre outubro e novembro, segundo dados do Ministério do Trabalho. O estado fechou o mês com queda de 0,62%. O resultado foi puxado principalmente pela construção civil, que terminou o mês com 990 vagas a menos e queda de mais de 6%.

Dos oito setores analisados, apenas a indústria de transformação teve aumento no número de vagas no período, com 94 a mais. Na administração pública não houve variação. A agropecuária, os serviços, o comércio, as indústrias de utilidade pública e as empresas da área extrativa e mineral todas registraram mais demissões do que contratações.

Na série histórica do estado, novembro é tradicionalmente um mês em que há mais demissões do que contratações. O resultado de 2018 é o pior para o mês desde 2016, quando foram 1,3 mil vagas a menos.

Em relação a novembro do ano passado, houve aumento de 2,7 mil vagas. Ao longo do ano o estado registrou recuperação na maioria dos meses, com destaque para os serviços e o comércio, que se recuperaram de resultado negativos em anos anteriores.

Já entre as maiores cidades, os piores resultados de novembro foram em Paraíso do Tocantins e Palmas. Araguaína foi a cidade que mais ganhou vagas no mês, com 75 postos de trabalho a mais.

G1 Tocantins.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here