Vítima disse à PM que estendia roupas no varal quando criminoso pediu água e a abusou segurando uma faca. Crime aconteceu em Porto Nacional.

Uma mulher de 30 anos foi estuprada dentro da própria casa, nesta quinta-feira (20), em Porto Nacional, na região central do Tocantins. De acordo com a Polícia Militar (PM), a vítima procurou a polícia e relatou que foi obrigada a fazer sexo com um homem que a atacou após pedir água. O crime aconteceu na frente do filho de 7 anos.

Segundo a PM, a mulher disse que estendia roupas no varal de casa quando um homem, em uma motocicleta, chegou no local e pediu informações sobre lotes para vender. Ela disse a ele que não sabia e que um pedreiro que trabalhava próximo à casa dela poderia ajudar.

O suspeito pediu um copo de água e quando a mulher entrou na casa para pegar, foi rendida. A vítima disse que o homem usou uma faca para ameaçá-la e a obrigou a fazer sexo oral nele.

O crime aconteceu dentro de um quarto, na frente do filho. Segundo a PM, a mulher ainda pediu para tirar a criança de perto, mas o criminoso não permitiu.

Após os abusos o homem fugiu do local sem levar nada. Até a publicação desta matéria ele não havia sido preso. A vítima fez boletim de ocorrência e exame de corpo de delito e o crime deve ser investigado.

G1 Tocantins.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here