Crime teria acontecido em 2013 a partir do parcelamento irregular de uma propriedade rural na zona rural de Palmas. Investigação está sendo feita pelo 1º DP de Palmas.

Um inquérito foi aberto pela Polícia Civil para apurar crimes supostamente praticados pelo deputado federal Freire Júnior (MDB).

O parlamentar está sendo investigado por parcelamento irregular do solo e estelionato. Os crimes teriam sido cometidos a partir da venda de lotes em um condomínio fechado na zona rural de Palmas.

O site entrou em contato com o gabinete do deputado em Brasília (DF) e aguarda resposta.

Os crimes teriam acontecido no ano de 2013, mas começaram a ser investigados agora após um requerimento do Ministério Público. A investigação está sendo feita pelo delegado Cassiano Oyama, do 1º DP de Palmas.

De acordo com o delegado, uma empresa do deputado teria feito o parcelamento irregular de uma área na zona rural de Palmas e começado a vender os lotes.

O projeto teria oferecido obras de infraestrutura no local, mas não cumpriu o contrato.

Além disso, o contrato apontava a empresa do deputado como dona do imóvel. Porém, de acordo com as investigações, o terreno pertence a outras pessoas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here