A doença é transmitida pelas vias aéreas superiores, por meio de contato direto e prolongado com o doente sem tratamento.

No início do mês de novembro foi realizado no Colégio Estadual Professora Oneides Rosa de Moura, uma ação de educação em saúde com o tema: O que é Hanseníase? Tratamento, cura e medidas preventivas.

 

Parte do Programa Saúde na Escola (PSE) cuja a finalidade é acompanhar o peso, altura, saúde bucal, acuidade visual e atualização de cartão de vacina. Essas ações são realizadas anualmente com todos os educandos do município de Palmeirópolis Tocantins.

         

A atividade foi realizada nos três períodos, onde todos os educandos foram reunidos no salão principal do colégio. A palestra deu inicio com a apresentação dos profissionais de saúde responsáveis pelo evento e logo em seguida iniciou-se a apresentação em Data Show do tema: O que é Hanseníase? Tratamento, cura e medidas preventivas.

Também foi apresentado um vídeo explicativo dessa doença, onde a enfermeira Jucilene Duarte Marinho (Jô), relatou a importância de procurar a Unidade Básica de Saúde, se observar alguma mancha com alteração de sensibilidade.

Se tiver tido contato próximo e prolongado com alguém que teve essa doença (a avaliação nesses casos deve ser feita 1 x por ano durante 10 anos).

O diagnóstico dessa doença é clinico, ou seja, não existe exame especifico para diagnostico, a avalição é feita na Unidade Básica de Saúde por uma enfermeira e a fisioterapeuta do NASF.

O Tratamento é gratuito, feito exclusivamente pela rede pública. Essa doença é endêmica e de difícil controle, com constantes casos novos. Por isso a importância do rastreamento precoce de possíveis casos.

A Fisioterapeuta do NASF Juliana Correia de Souza, relatou a importância de realizar a avalição nos casos suspeitos e quando fechado o diagnostico seguir corretamente o tratamento, pois a doença tem cura e quanto antes for diagnosticada, menor a chance de sequelas e complicações para o paciente.

Também foi explicado a importância de realizar a fisioterapia nos casos em tratamento, como medida preventiva de complicações e medida de alívio de dores causada pela doença.

O encerramento das atividades foi aberto para dúvidas dos educandos, onde foi esclarecida cada pergunta. E qualquer outra dúvida procurar a Unidade de Saúde mais próxima.

Responsáveis: Enfermeira Jucilene Duarte Marinho (Jô) da Equipe Saúde da Família (ESF) Elena Maria Borges e a Fisioterapeuta Juliana Correia de Souza do Núcleo de Apoio a Saúde da família (NASF). 

Apoio: Programa Saúde na Escola (PSE) e Profissional de Educação Física Ítalo Magalhães da Academia da Saúde.

Da redação/Com release da secretaria de saúde de Palmeirópolis

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here