O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) começou obras de correção no trecho da BR-153 perto da cidade de Talismã, no sul do estado.

A pista no local ficou cheia de ondulações e canais que acabavam formando poças de água durante as chuvas. A Defesa Civis da região disse que registrou 21 acidentes no mesmo trecho em pouco mais de um ano.

Imagens feitas pelo próprio Dnit mostram que máquinas estão sendo usadas para quebrar os calombos de asfalto que se formaram e nivelar a pista. Estas deformações são resultado do tráfego intenso de veículos pesados. A BR-153 é a mais movimentada do Tocantins e é utilizada para tambpém escoar a produção agrícola do centro-oeste para os portos de Belém e São Luís.

A previsão do departamento é que o reparo esteja concluído até o fim de janeiro. Segundo o órgão o serviço estava previsto para dezembro do ano passado, mas acabou atrasando. No começo do mês, em um período de menos de 24 horas, três acidentes foram registrados no local deixando mais de 15 feridos ao todo, três deles em estado grave.

A principal causa dos acidentes no local, segundo a Defesa Civil, é a aquaplanagem. Como as ondulações são muito altas, os carros de passeio não conseguem desviar das poças. Placas de sinalização foram colocadas no trecho para indicar o risco de acidentes.

Gazeta do cerrado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here