Encontro acontece a portas fechadas e ainda não acabou.

Doria participa do encontro e houve debate. A reunião acontece a portas fechadas e ainda não acabou. A Folha de S. Paulo confirmou o episódio com três fontes que estão no local.

Um dos integrantes da sigla que relatou a discussão diz que o presidenciável ainda teria justificado: “Eu não sou falso”. O contexto das declarações ainda não está claro.

Alckmin foi o responsável pela ascensão de Doria dentro do PSDB. O presidenciável tucano comprou uma briga interna pesada para lançar o então aliado à Prefeitura de São Paulo, em 2016.

Após vencer a disputa, Doria passou a flertar com a ideia de concorrer à Presidência. Alckmin se impôs, saiu candidato ao Planalto e Doria deixou a prefeitura para disputar o governo do estado.

Ao longo da campanha, porém, com o padrinho político passando por dificuldades, o ex-prefeito subiu o tom de seu discurso, aproximando sua fala da de Jair Bolsonaro (PSL).

Haddad diz estar disposto a incorporar propostas de Ciro a seu programa

No domingo (7), logo após a votação do primeiro turno, quando Alckmin já havia perdido e o PSDB amargava o pior resultado desde sua fundação, Doria declarou apoio a Bolsonaro.

Candidato ao governo paulista, Doria está em uma ofensiva para tirar Alckmin do comando nacional do PSDB. O ex-prefeito disputa o governo paulista e quer tomar controle do partido, aproveitando-se da derrota de Alckmin na eleição presidencial.

Desde domingo, quando o prefeito de São Bernardo do Campo, Orlando Morando, aliado de Doria, defendeu que Alckmin deixe a presidência do PSDB, o grupo do candidato a governador se movimenta para enfraquecer adversários internos. Com informações da Folhapress.

Por noticia ao minuto

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here