Moradores da região precisam viajar até Palmas ou Porangatu (GO). Atendimento não tem prazo para voltar ao normal.

A agência do INSS de Gurupi, na região sul do estado, continua sem médicos para realizar perícias. A opção para quem precisa de atendimento é viajar até Palmas ou Porangatu (GO). Segundo funcionários da agência, desde abril do ano passado não é feita nenhuma perícia na cidade. O problema é que o único profissional que trabalhava no local está de licença.

Quem precisa do serviço já liga direto no canal de atendimento do INSS e agenda a perícia em outra cidade.

“Errado demais isso porque se não tem um médico aqui aí tem que mandar para Palmas ou Porangatu (GO). Como é que a gente vai sobreviver? Não tenho condições de pagar um carro para ir lá atrás de um médico. Se tem aqui, não tem que andar atrás”, afirmou Adelino Alves, lavrador.

A dona Idália Rodrigues dedicou a vida à costura. Os anos de trabalho lhe renderam muitas dores e a necessidade de um benefício. A costureira só conseguiu passar pela perícia médica depois de viajar até outra cidade.

“A gente cumpre com os deveres a vida inteira, mas no dia que você precisa do benefício a correria é grande: empurra para um lado, empurra para outro. Você apela para tudo e tem hora que chega a desanimar”, contou.

Quem busca atendimento na agência cobra uma solução para o problema que já passa dos nove meses. “Tem que contratar um médico para atender a população porque sem a perícia médica fica aí dependente”, reclamou Tânia Mara Santo.

Outro lado

O INSS informou, em nota, que a única perita médica só atendeu normalmente entre janeiro e agosto do ano passado. De agosto até outubro de 2018 os atendimentos no INSS de Gurupi só foram possíveis porque outros peritos se deslocaram de outras agências para atender na cidade.

A superintendência do INSS em Brasília não soube informar quando a perita volta ao trabalho em Gurupi.

G1 Tocantins.

Notícias Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here