Destaque

Acusado de tentar matar ex-namorada com golpes de facão será levado a júri popular

Crime aconteceu em novembro do ano passado, após vítima sair de um show em Araguaína. Milena Abreu ficou com o rosto desfigurado.

Divino da Silva Marinho, acusado de tentar matara namorada com golpes de facão, vai ser levado a júri popular. A decisão foi tomada nesta terça-feira (27) pela 1ª Vara Criminal de Araguaína. 

O crime ocorreu no dia 15 de novembro do ano passado, quando Milena Abreu de Moura estava saindo de um show realizado para comemorar o aniversário de Araguaína.

A data do julgamento ainda não foi divulgada. Na decisão, o juiz Francisco Vieira Filho disse que o laudo de exame pericial demonstra que houve crime contra a vida. A vítima foi agredida com vários golpes de facão, que desfiguraram o rosto dela.

O crime foi praticado porque o acusado não aceitava o término do relacionamento, segundo Milena.

Conforme o juiz, caberá aos jurados definirem o real motivo da agressão e se houve motivo torpe. Ele afirmou ainda, na decisão, que é possível que o fato tenha sido praticado por causa da condição de sexo feminino da vítima, fato que qualifica o crime.

Milena Abreu foi agredida com golpes de facão (Foto: Divulgação)

Crime

A tentativa de homicídio aconteceu no final da Avenida Via Lago, próximo de uma ponte, em novembro do ano passado. A jovem Milena Abreu de Moura, de 18 anos, foi agredida no rosto com golpes de facão.

Ela foi socorrida pelos Bombeiros com fraturas expostas na mandíbula e mão direita. Também apresentava ferimentos nos braços e pernas. A jovem foi levada para o Hospital Regional de Araguaína em estado grave.

Uma tia da vítima contou que o homem estava inconformado com o término do relacionamento. Conforme a polícia, o suspeito é ex-presidiário do presídio Barra da Grota, onde cumpriu pena por roubo.

G1 Tocantins

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.