O governador Marconi Perillo (PSDB) decidiu aumentar a participação das Organizações Sociais (OS) em seu governo. Depois de hospitais e escolas, até o Hemocentro e toda a rede pública de hemoterapia passará a ter a administração terceirizada. A OS que contemplada terá contrato estimado em quase R$ 70 milhões anuais. 

A decisão de Marconi de terceirizar tudo que for possível tem a missão de dar sobrevida ao seu quarto governo. Os repasses para as OS e a forma com que esses recursos são investidos possuem fiscalização mais branda do Tribunal de Contas, da Assembleia Legislativa e do Ministério Público – há uma verdadeira caixa preta nesses contratos que escondem supersalários, apadrinhamento político. Além disso, o governo costuma atrasar repasses da Saúde sem que haja qualquer punição por isso – o que seria inviável por administração direta.

Os desgastes pela precarização no atendimento aos pacientes e atrasos nos contratos com empresas terceirizadas, que já fizeram diversas greves, são assumidos por essas Organizações Sociais, o que também vai ao encontro dos interesses do governo tucano. Em resumo, as OS passaram a facilitar a situação de um governo pífio, sem prioridades e que aposta na maquiagem e na propaganda para se manter.(fonte:goiás real)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here