Polícia encontra plantação de maconha em casa na região sul de Palmas

Foram encontrados 15 pés de maconha, além de outros vasos com sementes. Suspeito foi preso e autuado por tráfico de drogas.

Uma plantação de maconha foi encontrada na tarde desta quarta-feira (31) na região sul de Palmas. Emival Dalat Filho, de 36 anos, foi encontrado no local e preso por tráfico de drogas. A Polícia Civil chegou até o suspeito após denúncias anônimas.

Foram encontradas pela polícia 15 plantas cultivadas, outros 13 vasos semeados com semente de maconha, mas sem as plantas germinarem. Ainda foram localizadas sete garrafas contendo folhas de maconha.

A prisão aconteceu por volta das 8h da manhã, em uma casa no setor Morada do Sol, na região sul de Palmas, após denúncias anônimas.

O suspeito foi preso por tráfico de drogas e levado para a central de flagrantes, onde foi autuado. Depois, ele foi levado para a Casa de Prisão Provisória de Palmas.

G1 Tocantins

No Tocantins presidente tranca câmara para impedir votação e juiz autoriza arrombamento

Vereadores precisaram recorrer à Justiça, após presidente se recusar deixar cargo. Polêmica começou ainda em dezembro na Câmara de Pau D’Arco, norte do Tocantins.

Caminhonete da Polícia Militar capota após sair da pista proximo a Natividade Tocantins

Policiais tiveram escoriações, mas não precisaram ir ao hospital. Caso foi entre Chapada da Natividade e Santa Rosa do Tocantins, na região central do estado.

Uma caminhonete da Polícia Militar capotou após sair da pista na manhã desta quarta-feira (31). O acidente foi na BR-010, entre Chapada da Natividade e Santa Rosa do Tocantins, na região central do estado.

Os policiais tiveram escoriações, mas não precisaram ser levados ao hospital. Eles foram socorridos pelos militares de Natividade.

Não há informações sobre as causas do acidente, mas nas imagens é possível ver que chovia no momento em que a caminhonete capotou. Ela foi parar em um atoleiro ao lado da rodovia.

A PM de Natividade informou que a equipe envolvida no acidente não perseguia criminosos quando tudo aconteceu. O site procurou o comando da Polícia Militar em Palmas e aguarda posicionamento sobre o caso. 

G1 Tocantins

Em peixe Tocantins alunos deixam de ir à escola por falta de transporte na zona rural

Na única escola do local as aulas só até o 9° ano. Aqueles que quiserem dar continuidade aos estudos precisam ir a vila mais próxima, que fica a mais de 40 km.

Estudantes da zona rural de Peixe, no sul do estado, estão perdendo aula por falta de transporte escolar. Isso porque o ônibus não está passando no povoado Lagoa do Romão para buscá-los.

Na única escola do local as aulas oferecidas vão só até o 9° ano. Encerrada essa etapa, os filhos dos lavradores que quiserem dar continuidade aos estudos precisam ir a vila mais próxima, que fica a mais de 40 km.

O material escolar dos filhos da lavradora Clenilda Vasconcelos está sem uso. Tudo foi preparado cuidadosamente, mas desde que as aulas começaram no último dia 22, eles não foram à escola.

“Sem o ônibus não tem como eles irem para a escola porque a gente não tem condições de levá-los. Nossa situação é fraca aqui”, reclama.

“Eu fico em casa, vou para a igreja, assisto televisão. Fico vendo o tempo passar”, diz a estudante Josilaine Silva.

Para o estudante Vânio da Silva a situação é ainda mais difícil. Ele mora em uma fazenda distante do povoado onde fica o ponto de ônibus.

Se fosse para a escola usando o único meio de transporte da família, uma motocicleta, teria que conduzir por mais de 100 km em estrada de chão todos os dias.

“Não dava, primeiro por causa do clima, segundo por causa da estrada. São 108 km ida e volta”, conta.

Há quase 10 dias com o filho longe da escola, a mãe dele, a lavradora Filene da Silva, não vê a hora do problema do transporte escolar ser resolvido. “Nós queremos que tragam o ônibus para levar nossos filhos”, pede.

Quem esperou ansiosa para cursar o ensino médico, agora sente desânimo. “Eu fico triste de estar perdendo aula, prova. Vou fazer o quê?”, questiona a estudante Karen Rodrigues.

A Secretaria Estadual de Educação disse que o transporte escolar dos alunos é de responsabilidade da Prefeitura de Peixe e que repassou dinheiro para regularizar a situação.

Já a prefeitura informou que a renovação do convênio para o transporte está em negociação com o governo e que o impasse se deve aos baixos valores pagos e ao atraso nos pagamentos, mas não disse quando vai retomar o transporte dos alunos.

G1 Tocantins

Carro fica destruído após pegar fogo dentro de estádio no sul do Tocantins

Bombeiros já encontraram o carro tomado pelas chamas. Dono do veículo não foi localizado e causas do incêndio ainda são desconhecidas.

Um carro ficou destruído após pegar fogo dentro do estádio Pereirão, em Paraíso do Tocantins, na região central do estado.

O Corpo de Bombeiros informou que foi chamado ao local na madrugada desta quarta-feira (31) e encontrou o veículo totalmente em chamas.

Segundo os Bombeiros, o carro com placa de Palmas estava próximo do muro do estádio e foi incendiado por completo. O combate às chamas durou cerca de 20 minutos. Ninguém ficou ferido.

A PM esteve no local, mas não passou detalhes sobre o caso. O dono do veículo não foi localizado e a perícia deve investigar se o incêndio foi ou não criminoso.

G1 Tocantins

Micro-ônibus de banda capota e mata filho de cantor Cristiano Neves

Segundo testemunhas, chovia no momento do acidente e a pista estava escorregadia. A BR-135 é conhecido por ‘Rodovia da Morte’ pois é palco de frequentes acidentes.

O cantor, que estava no veículo no momento do acidente, presenciou a morte do filho. A imagem que circulou foi de Cristiano debruçado sobre Ademir, desesperado ao vê-lo morto.

De acordo com as primeiras informações, a vítima viajava com a banda do pai em um micro-ônibus quando o veículo perdeu o controle na pista molhada e capotou.  Ele estava no banco ao lado do motorista.

A Polícia Civil esteve no local do acidente e informou que o condutor do micro-ônibus perdeu o controle da direção na descida de uma ladeira da localidade Santa Marta.

De acordo com o agente Darci Benvindo, o trecho da BR-135 onde houve o acidente é considerado “perigoso” e é constante a ocorrência de acidentes.

Ainda não há detalhes do que teria provocado a perda do controle da direção. Há informações de que o motorista do micro- ônibus teria dormido, mas a Polícia Civil garante que é apenas uma especulação.

No veículo havia nove pessoas. As outras oito foram socorridas e encaminhadas ao hospital regional de Corrente com escoriações leves. O pai da vítima, o cantor Cristiano Neves, está bastante abalado com a morte do filho.

Na redes sociais, fãs do cantor lamentam a morte de Ademir. Os músicos retornavam do Ceará e seguiam para São Paulo.

Passageiros são socorridos após acidente com van do cantor Cristiano Neves (Foto: Divulgação/PM)

Fonte:cidadesemfoco

Governo suspende reformas de barreiras sanitárias em 12 cidades do Tocantins

Medida foi tomada por falta de recursos para pagar a construtora que está realizando as obras. Barreiras servem para impedir que produtos contaminados circulem pelo estado.

O Governo do Tocantins decidiu suspender as obras de reforma em 12 barreiras sanitárias do Tocantins.

A medida foi tomada por falta de recursos para pagar a contrutora responsável por fazer o trabalho, no Diário Oficial do Estado a Secretaria de Infraestrutura indica que o pagamento de novembro já está atrasado e não há orçamento para realizar os próximos.

Este tipo de barreira serve para monitorar as cargas de origem vegetal e animal que entram no estado. É uma medida de segurança para evitar que as lavouras ou rebanhos sejam atingidos por pragas ou que produtos contaminados cheguem ao comércio do estado.

Agência de Defesa Agropecuária usa os postos para fazer as fiscalizações nas rodovias.

Em 2016, por exemplo, uma carga de quase 1,5 mil quilos de camarão foi apreendida ao passar pela barreira de Aguiarnópolis. Os fiscais perceberam que o produto estava estragado e mandaram destruir tudo.

Situação parecida aconteceu em Goiatins em março de 2017, quando 180 kg de peixes podres foram flagrados dentro de um caminhão que passou pela barreira da cidade.

Confira a lista de cidades afetadas pela suspensão:

  • Aguiarnópolis
  • Ananás
  • Araguatins
  • Couto Magalhães
  • Esperantina
  • Lizarda
  • Pau d’Arco
  • Ponte Alta do Bom Jesus
  • Porto nacional
  • São Sebastião
  • Talismã
  • Xambioá

Informações do G1/Tocantins

Após condenação, Lula mantém entre 34% e 37% das intenções de voto

Petista lidera os cinco cenários em que é incluído na pesquisa.

Após ter a condenação por corrupção e lavagem de dinheiro confirmada pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva manteve os índices de intenção de voto na corrida presidencial que tinha em dezembro, segundo pesquisa do Instituto Datafolha divulgada na madrugada desta quarta-feira, 31, pela Folha de S.Paulo.

O petista lidera os cinco cenários em que é incluído, com entre 34% e 37% da preferência do eleitorado – mesma faixa do levantamento de dezembro.

O deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) vem em segundo lugar, com 15% a 18% das intenções de voto – no mês passado, o parlamentar tinha entre 17% e 18%.

A pesquisa foi feita na segunda-feira, 29, e na terça-feira, 30 – após, portanto, o julgamento no TRF-4, que ocorreu na quarta-feira, 24, e que pode tirar Lula da disputa por causa da Lei da Ficha Limpa.

Nos cinco cenários que incluem Lula, o terceiro lugar apresenta empate técnico. Na primeira simulação, Geraldo Alckmin (PSDB) e Ciro Gomes (PDT) têm 7% e Joaquim Barbosa (sem partido), 5%. No segundo cenário, Alckmin e Ciro mantêm os 7%, e Alvaro Dias (Podemos) tem 4%.

Na terceira simulação, Marina Silva (Rede) aparece com 8% e Luciano Huck (sem partido) tem 6% – mesmo porcentual de Alckmin e Ciro. Numa quarta hipótese, Marina tem 10%, Ciro, 7%, Dias, 4%, e João Doria (PSDB), 4%.

Um quinto cenário apresenta Marina com 7%, Alckmin e Ciro com 6%, Huck com 5%, Barbosa e Dias com 3% – neste caso, o presidente Michel Temer, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, ficam com 1% cada.

No segundo turno, Lula venceria Alckmin (49% a 30%) e Marina (47% a 32%) e Bolsonaro (49% a 32%).

Noticias ao Minuto

Comissão de prefeitos da ATM busca na Assembleia Legislativa evitar perca de recursos do ICMS Ecológico

Alterações na Lei do ICMS alteram distribuição de recursos; Municípios com terras indígenas e integrantes do Mapa do Turismo Brasileiro devem receber mais.

Uma comissão de prefeitos formada pela Associação Tocantinense de Municípios (ATM) se reuniu nesta terça-feira, 30, com o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Mauro Carlesse, e demais deputados, para discutir as alterações ocorridas em dezembro de 2017 da Lei 2.959/2015, que regulamenta os critérios e cálculos de participação dos Municípios no ICMS Ecológico.

O encontro ocorreu no gabinete presidencial, na Assembleia Legislativa, em Palmas.

Os prefeitos Fábio Vaz (Palmeirópolis), Manoel Silvino (Tocantínia), Marlen Ribeiro (São Félix do Tocantins) e Zé Augusto (Peixe) apresentaram ao presidente da Assembleia a preocupação da grande maioria dos prefeitos diante das alterações na lei do ICMS Ecológico, ocorridas no final do ano passado.

“Nós desenvolvemos uma série de ações ambientais pautadas nos critérios do benefício estabelecidos para este ano, e as mudanças vão interferir diretamente na comprovação de ações realizadas e na previsão de recursos que entrariam aos cofres municipais”, projeta o prefeito de Palmeirópolis, Fábio Pereira Vaz.

A reunião contou ainda com a presença dos deputados José Bonifácio, Vilmar de Oliveira e Wanderlei Barbosa, do secretário Executivo da ATM, Jailton Bezerra e do assessor jurídico da ATM, Solano Donato.

Mudanças

A Lei 3.319, de 22 de dezembro de 2017, altera a Lei 2.959 e define novos índices para o calculo do ICSM Ecológico repassado aos cofres municipais.

Anteriormente, o índice dos Municípios que detêm em seus territórios terras indígenas e quilombolas era de 3,5, sendo agora 4,0. Além disso, um novo critério de distribuição foi incorporado à metodologia de avaliação do benefício fiscal, o chamado índice de turismo sustentável, de 1,0.

A preocupação dos gestores, segundo o prefeito de Peixe, Zé Augusto, é que com a criação e elevação de alguns índices, os demais serão reduzidos, e isso interfere na pulverização dos recursos aos cofres municipais.

“Um pequeno número de municípios abriga em seus territórios terras indígenas e quilombolas. Além disso, o índice de turismo sustentável será aplicado apenas aos Municípios que integram o Mapa do Turismo Brasileiro, sendo que no Tocantins, apenas 40 cidades estão no mapa, numa realidade de 139 municípios tocantinenses”, enfatizou Augusto. Os prefeitos estão preocupados ainda com os novos critérios de avaliação. “Fizemos todo um trabalho conforme preconiza as regras de participação. Agora, a cartilha mudou e temos receios de que os Municípios sejam prejudicados no ato de comprovação das ações ambientais”, revelou o prefeito de São Félix do Tocantins, Marlen Ribeiro.

O presidente da Assembleia Legislativa, Mauro Carlesse, afirmou que levará novamente a discussão aos seus pares, e que a Casa buscará compreender melhor a realidade de cada Município para que uma distribuição equitativa seja contemplada. “Somos municipalistas e vamos levar essa preocupação dos prefeitos para as discussões da Assembleia.”, garantiu Carlesse.

ICMS Ecológico

No Tocantins, 13% do total arrecadado com o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) é destinado aos municípios que desenvolvem ações ambientais que resultem na preservação e conservação do meio ambiente. Os recursos destinados a cada município dependem de índices calculados pela Secretaria da Fazenda – Sefaz, com base nas estatísticas do Naturatins, da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Hídricos – Semarh e do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins – Ruraltins.

Entre as metodologias avaliadas para determinar esse percentual estão a implantação e a execução da Política Municipal de Meio Ambiente, a existência de unidades de conservação e terras indígenas e quilombolas dentro da área do Município, o controle e combate às queimadas e saneamento básico e conservação da água e solo. A ATM observa que em algumas cidades tocantinenses o recurso do ICMS Ecológico tem se sobressaído e, em alguns casos, é considerado a maior fonte de recursos destinados ao município, em relação a outros repasses. 

Associação Tocantinense de Municípios – ATM

Empresa diz que vai indenizar parentes de mortos em acidente de ônibus no TO

Real Maia informou que acionou a seguradora para indenizar as famílias dos mortos e os passageiros que ficaram feridos. Duas pessoas continuam internadas em Palmas.

A empresa Real Maia informou que acionou a seguradora para indenizar as famílias das sete pessoas que morreram e também os passageiros que ficaram feridos e tiveram que ser levado para hospitais, após um acidente na TO-040. 

Um ônibus capotou em Novo Jardim, próximo a Dianópolis, na madrugada deste domingo (28). Dois feridos continuam internados

Nesta segunda-feira (29), o gerente da empresa Paulo Miguel falou sobre o possível excesso de velocidade que pode ter contribuído para o acidente. “Qualquer informação agora pode ser um pouco precipitada. Tem que aguardar a perícia. O ônibus tem câmera e vamos passar as imagens para as autoridades. Estamos aguardando a chegada do veículo.”

O acidente

O ônibus é da empresa Real Maia e fazia a linha Barreiras (BA)-Palmas. De acordo com a Polícia Militar, o motorista disse que os freios do veículo falharam. Ambulâncias da região fizeram o transporte dos feridos.

Entre as pessoas que morreram está a servidora Dilma Raimundo de Sousa Silva, que trabalhava no Banco do Empreendedor do Tocantins. Em nota, a instituição lamentou a perda. “Tivemos o privilégio de ter grande parte de sua vida compartilhada conosco, nestes cerca de 20 anos de convivência. Anos estes, marcados pela alegria e um sorriso sempre presente.”

Outra vítima é Nayara Gomes Santos, que tinha 33 anos e era professora de matemática da Secretaria Municipal de Educação (Semed) desde 2015. Ela trabalhava na Escola Municipal do Tucunzinho, na zona rural do município. A prefeitura também lamento a morte em nota. “Durante três anos foi uma profissional que se destacava com muita dedicação, profissionalismo e ética à rede municipal de ensino.”

Além delas, as outras pessoas que morreram foram José de Jesus Ribeiro, Francisca Maria Ferreira de Souza, Jecy Cirqueira, Angela Raquel Vanolli Mourão e Caroline Tavares Lustosa.

A empresária Edna Eliane Oliveira foi uma das sobreviventes do acidente de ônibus que matou 7 pessoas e deixou 20 feridas na TO-040, em Novo Jardim, na madrugada desse domingo (28). Em entrevista à TV Anhanguera, ela contou a imagem impactante que viu ao perceber que estava viva. “Eu olho para frente, aquele monte de gente, cadáveres. A única sobrevivente na parte de trás era eu. Aí eu fui saltando sobre as pessoas para poder sair do ônibus, não tive ajuda de ninguém.”

A empresária saiu de Luís Eduardo Magalhães (BA) com destino à Palmas. Ela viajava acompanhada de uma amiga, que estava ao lado dela. Ao perceber que estava viva, Edna chamou pela colega para sair do ônibus e então viu que a mulher havia morrido.

Feridos

Aderice Oliveira Vaz, que foi transportada de helicóptero porque estava em estado grave, passou por cirurgia e o estado de saúde é considerado estável. Racabe Luiz dos Santos Rodrigues está internado, em observação.

Esses pacientes estão entre as sete pessoas feridas que deram entrada no Hospital Regional de Dianópolis e depois foram transferidas para o HGP. Na manhã desta segunda tiveram alta: Eder Mestre Aguiar e Sandra Almeida Freitas. Ainda no domingo deixaram o hospital, Francisco Carlos Vinicius dos Santos, Bruna Tatiane de Jesus Meneses Rosangela Rodrigues Duarte tiveram alta ainda no domingo.

G1 Tocantins