Maior patrimônio dos goianos, Celg é vendida por R$ 2,187 bi

Apesar do governador Marconi Perillo (PSDB) ter prometido na campanha eleitoral que não venderia a Celg, a estatal foi arrematada hoje por R$ 2,187 bilhões pela Italiana Enel, única interessada. 

Apesar do ágio de 28%, o valor é menos da metade que a solução boicotada por Marconi em 2010, quando o então governador Alcides Rodrigues encontrou uma solução, que na prática aportaria cerca de R$ 6 bilhões na empresa goiana. 

Enel é a mesma empresa que comprou a usina Cachoeira Dourada, no governo Maguito Vilela (PMDB) dentro do plano de estatização do governo Fernando Henrique Cardoso (PSDB). Os governos estaduais eram obrigados a estatizar setores da economia, como pré requisito para renegociar as dívidas. 

No caso da venda da Celg, a decisão foi de foro íntimo de Marconi. O fluxo de caixa da companhia é de cerca de R$ 8 bihões, mas foi fortemente endividada nos últimos 16 anos.(fonte:goiás real)

Idoso morre ao volante e carro desgovernado provoca acidente

Um idoso morreu após sofrer um mal súbito enquanto dirigia e o carro desgovernado acabou provocando um acidente. O caso aconteceu nessa terça-feira (29), em Paraíso do Tocantins, região Central do Estado.

O acidente foi na Avenida Transbrasiliana, setor Bela Vista. A Avenida é paralela à rodovia BR-153 e é bastante movimentada. O idoso foi identificado como, Raimundo Nonato Ferreira de Oliveira (66 anos). O carro que ele dirigia acabou batendo em um outro veículo dirigido por uma mulher que seguia em direção contrária e só parou depois de bater em um muro. A condutora do outro carro não sofreu ferimentos.

(Foto Surgiu/Edição Portal O Norte)

Depois da colisão populares foram até o carro em do idoso e perceberam que ele estava desacordado. O Corpo de Bombeiros então foi acionado e constatou a morte de Raimundo de Oliveira.

O corpo dele foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) da cidade para apurar a causa da morte.(fonte:portal o norte)

Parentes de homens desaparecidos fazem protesto e cobram investigação

Tio e sobrinho saíram para pescar e não voltaram para casa, em Xambioá.
Manifestantes atearam fogo em pneus para chamar atenção da polícia.

Parentes e amigos de dois homens que estão desaparecidos desde o último sábado (26)fizeram um protesto nesta terça-feira (29), na BR-153 em Xambioá, norte do Tocantins. Eles colocaram fogo em pneus para chamar a atenção da Polícia Civil para o caso. A manifestação foi feita perto da delegacia da cidade. A pista, que ficou interditada nos dois sentidos, só foi liberada nesta manhã, segundo a Polícia Rodoviária Federal.

A Polícia Civil informou que o caso está sendo investigado e que equipes da Polícia Militar e Polícia Civil fazem buscas em fazenda nas proximidades da TO-164, na região onde os homens teriam desaparecido.

Moacir Junior Silva Franco, 22 anos, e o tio Ivan Silva Oliveira, 36 anos, saíram para pescar e desapareceram. O caso foi registrado na delegacia da cidade.

A namorada de Moacir, Adrielle Silva de Carvalho, 18 anos, disse que cerca de 300 pessoas participaram do protesto. Já a Polícia Rodoviária Federal informou que cerca de 70 compareceram. O ato começou na tarde desta terça-feira e terminou por volta de meia-noite.

Ela disse que a família quer informações. “Estamos sem notícias de nada. Estamos muito angustiados, sem dormir, sem comer. A mãe está chorando, estamos todos desesperados”, disse Adrielle.

SSP diz que policiais civis e militares fazem buscas na tentativa de encontrar desaparecidos (Foto: Divulgação/SSP TO)
SSP diz que policiais civis e militares fazem buscas na tentativa de encontrar desaparecidos (Foto: Divulgação/SSP TO)

Entenda
Parentes contaram à polícia que tio e sobrinho saíram para pescar no riacho Xambica no último sábado (26), mas não voltaram para casa.

Parentes disseram que esta é a primeira vez em que eles somem sem deixar notícias. Os dois não levaram documentos e nem celulares. Eles estavam em uma motocicleta, mas o veículo ainda não foi encontrado, segundo o delegado Wilson Oliveira, que investiga o caso.(fonte:g1/to)

Ônibus pega fogo na BR-153, em Rianápolis

Foram necessárias três viaturas para extinguir as chamas do veículo

Um ônibus de passageiros pegou fogo na madrugada desta quarta-feira (30) quando trafegava na BR-153, próximo a Rianápolis. O Corpo de Bombeiros de Jaraguá foi acionado e foram necessárias três viaturas para eliminar as chamas.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o motorista disse que o ônibus apresentou problemas na roda traseira e, assim que ele encostou, o fogo começou na parte de trás do veículo. O condutor ainda conseguiu abrir o compartimento de bagagens e retirou alguma delas, mas grande parte dos pertences dos passageiros foram consumidos pelo fogo.

Todos os 37 passageiros conseguiram sair do veículo antes do incêndio atingir grande proporção e ninguém ficou ferido. Metade da pista ficou interditada durante a madrugada e, pela manhã, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) chegou ao local para ajudar na fluidez do trânsito, já que o ônibus ainda continua no local.

O ônibus, que partiu de São Paulo com destino a Maranhão, ficou completamente destruído com o incêndio. Ainda de acordo com o Corpo dos Bombeiros, os passageiros ficaram nas margens da rodovia durante a madrugada enquanto os responsáveis pela viagem foram a cidades vizinhas providenciar outro veículo para prosseguir com a trajeto.(fonte:mais goiás noticias )

Cinegrafista Ari Júnior deve ser velado na sede do Goiás, seu time de coração

Torcedor fanático do clube, profissional é uma das 71 vítimas da queda do avião que levava equipe da Chapecoense para final da Copa Sul-Americana, na Colômbia

O corpo do cinegrafista goiano Ari Ferreira de Araújo Júnior, conhecido como Ari Júnior, de 48 anos, deve ser velado no Ginásio Luis Torres de Abreu, localizado na Serrinha, sede do Goiás Esporte Clube, no Setor Bela Vista, em Goiânia. Torcedor fanático do time, ele foi um dos 71 mortos na queda do avião que levava a equipe da Chapecoense para a final da Copa Sul-Americana, na Colômbia. Outras seis pessoas sobreviveram.

A assessoria de imprensa do Goiás confirmou a informação por telefone. O local é o mesmo onde foi velado corpo do ex-jogador Fernandão, ídolo do clube, que morreu em 2014, aos 36 anos em um acidente de helicóptero. No entanto, a data da cerimônia ainda está indefinida, pois não há previsão de quando o corpo chegará ao Brasil para ser reconhecido.

O governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), declarou luto oficial pela tragédia e colocou o Gabinete de Gestão de Assuntos Internacionais à disposição da família de Ari. Em nota, destacou que vai “oferecer a assistência necessária para o sepultamento” do profissional.

Querido entre jornalistas e também no meio esportivo, Ari Júnior recebeu várias homenagens de pessoas como o jogador de basquete Thiago Splitter, o líbero Serginho, a pentatleta Yane Marques, a nadadora Ana Marcela Cunha, a judoca Sarah Menezes e a triatleta Fernanda Keller

Perfil

Antes de ser cinegrafista, Ari Júnior começou como porteiro na TV Serra Dourada, afiliada do SBT em Goiânia. Na década de 1990, trabalhou na TV Anhanguera, onde fez imagens marcantes, como da Caminhada Ecológica entre Aruanã e Goiânia, às margens do Rio Araguaia, em 1996.

Depois de 1997, Ari foi para a TV Globo em São Paulo e, em 2012, foi convidado a trabalhar na Globo do Rio de Janeiro. Atualmente, ele integrava a equipe do programa Planeta Extremo. Em abril de 2015, fez parte da comitiva que estava no Nepal quando houve um terremoto, que matou milhares de pessoas. As imagens feitas pelo cinegrafista goiano rodaram o mundo.

Quando não estava em viagens para a gravação do programa, costumava atuar fazendo coberturas esportivas. Ari nasceu em Goiânia, mas morou também em Trindade e deixa quatro filhos. Ele era devoto do Divino Pai Eterno.

Thiago Splitter posta homenagem ao cinegrafista Ari Júnior (Foto: Reprodução/Instagram)
Thiago Splitter posta homenagem ao cinegrafista Ari Júnior (Foto: Reprodução/Instagram)

Fonte:ge/go

Carros são atingidos por pedras em trecho da TO-010; polícia investiga

“Pode ser alguém querendo cometer um crime”, disse policial.
Casos acontecem sempre à noite na mesma rodovia.

Motoristas que passam por um trecho da TO-010, entre Lajeado e Palmas, no período da noite estão tendo os carros apedrejados. O fato vem preocupado quem passa pela região. De acordo a Polícia Militar, quatro motoristas relataram a situação. O caso está sendo investigado.  

Uma motorista que teve o carro atingido por pedras na última quarta-feira (23), conta ter ficado assustada, mas não sabia do que se tratava. “Nós pensávamos que era um caso isolado”, diz.

Clovis Leite, dono de um bar na TO-010, conta que alguns clientes já foram alvos dessas ações. Outros motoristas que já sofreram os ataques informaram que as ações acontecem sempre à noite. A suspeita é que ao ter o carro atingido, o motorista pare para ver o que aconteceu, ficando vulnerável a um provável assalto.

A major da PM, Lourdes Cristina, diz que o caso está sendo investigado. “Estamos colocando efetivos no local para ter essa certeza. Pode ser alguém querendo cometer um crime, podem ser crianças arremessando objetos ou outras pessoas que queiram ver o mal feito mesmo”, informa.

Segundo a polícia, quatro pessoas já relataram a situação, mas não houve assaltos. A polícia ainda orienta que os motoristas que tiverem os carros atingidos, sigam viagem, procurem um lugar seguro e entrem em contato imediato com a PM pelo telefone 190.(fonte:g1/to)

PEC 55 é aprovada no Senado em primeiro turno

Senadores aprovam o texto base da PEC que limita o teto de gastos públicos

O Senado aprovou na noite desta terça-feira a Proposta de Emenda à Constituição que estabelece um teto para os gastos públicos. Por 61 votos a 14, o texto base da PEC 55 – antiga PEC 241 – foi aprovado na primeira votação, mas ainda passará por mais três sessões de discussão e mais uma votação.

 
 Poucas horas antes de a sessão no Senado começar, milhares de manifestantes tomaram as ruas no entorno do Congresso para protestar contra a PEC e pedir pelo fora Temer. A Polícia usou bombas de gás para reprimir a manifestação, que seguiu pelo início doa noite. Não há registros oficiais sobre feridos.(fonte:el país)

Sobrevivente do voo da Chapecoense explica como se salvou

Uma das seis pessoas que sobreviveu revela como escapou com vida da tragédia que chocou o mundo nesta terça-feira

O boliviano Erwin Tumiri, um dos seis sobreviventes da queda do voo da Chapecoense, na madrugada desta terça-feira (29), revelou à imprensa como escapou com vida do trágico acidente que deixou 76 mortos.

Parte da tripulação, o comissário afirmou que não perdeu a vida porque seguiu um protocolo de segurança recomendado para desastres aéreos, segundo o Pragmatismo Político.

De acordo com Erwin, ele permaneceu em posição fetal com uma mala entre as pernas, amenizando o impacto da queda.

“Sobrevivi porque segui todos os protocolos de segurança” disse. “Com a situação de pânico, muitos se levantaram dos assentos e começaram a gritar. Coloquei uma mala entre as pernas e fiquei na posição fetal, recomendada para acidentes” completou, em entrevista ao jornal boliviano La Razón.

Erwin Tumiri era um dos nove bolivianos presentes no voo. Dois sobreviveram. A outra sobrevivente foi a assistente de bordo Ximena Suárez. Já os pilotos Miguel Quiroga, Ovar Goitia e Sisy Arias, além dos tripulantes Rommel Vacaflores, Alex Quispe, Gustavo Encinas e Angel Lugo morreram no acidente.

No voo que transportava a Chapecoense para a Colômbia, 71 pessoas morreram, entre elas dezenas de jornalistas, 19 jogadores do clube, a comissão técnica encabeçada por Caio Júnior, dirigentes do Chape, o presidente da Federação Catarinense (Delfim Peixoto).

Além de Erwin e Ximena, três jogadores da Chapecoense (Alan Ruschel, Follmann e Neto) sobreviveram, assim como o jornalista Rafael Henzel.O goleiro Danilo chegou a ser resgatado com vida, mas não resistiu aos ferimentos.

O que fazer em emergências?

Conforme o Live Science e com a NTSB, uma organização norte-americana independente que é responsável pela investigação de acidentes aéreos, mais de 95% dos passageiros envolvidos em desastres sobrevivem.

Embora algumas vezes seja impossível escapar com vida, existem algumas medidas que podem aumentar as chances de sobrevivência.

Posição: Os momentos mais críticos durante um voo são os três minutos após a decolagem e os oito minutos antes do pouso. Em caso de manobras críticas e pouso forçado, posicione as suas mãos cruzadas sobre a poltrona da frente e apoie a testa nas mãos. Se não existir nenhum assento à sua frente, deite-se sobre as pernas e abrace-as, mantendo a cabeça baixa.

Os pés devem ficar ao máximo para trás, pois, no caso de um impacto, ajudaria a prevenir canelas e pés sendo quebrado contra a base do assento à frente, o que também atrapalharia uma possível evacuação.

Lugar: Estudos e estatísticas sobre qual seria a área mais segura de um avião, entram em consenso de que a região traseira seria a que apresenta o maior índice de sobrevivência.

Roupas:68% das vítimas de acidentes aéreos morreram devido a incêndios pós-queda, aponta um relatório da NTSB. Portanto, o uso de calçados adequados e roupas que possam proteger a pele são as escolhas mais inteligentes.(fonte:notícias ao minuto)

Homens armados são presos em van que seguia para Araguaína

Dois homens foram presos e um conseguiu escapar durante uma abordagem policial a uma van que seguia de Marabá para Araguaína nesta terça-feira (29).

A Polícia Militar recebeu a denúncia de que homens armados estariam dentro da van e realizaram a abordagem da mesma próximo ao lixão de Xambioá, Norte do Tocantins.

Ao descerem da van, os suspeitos deixaram duas armas escondidas que foram encontradas durante a revista ao veículo. Outras três armas estavam escondidas dentro da mochila de um dos homens.

(Foto: Portal O Norte)

Assim que a van parou, um dos três suspeitos conseguiu fugir através de um matagal e a polícia realiza diligências na tentativa de localizar o homem, que até o fechamento desta matéria ele ainda não havia sido capturado.(fonte:portal o norte) 

Após meses foragido, ex-marido de deputada se entrega a Polícia

Frederico Gayer deve cumprir pena por assassinato

A Secretária de Segurança Pública confirmou que o empresário Frederico Gayer, ex-marido da deputada estadual Luana Ribeiro, se apresentou, na última quinta-feira, 24, espontaneamente à Cadeia Pública de Bernardo Sayão, cidade localizada a 337 quilômetros de Palmas.

Gayer estava foragido desde maio, quando foi condenado a 12 anos e seis meses de prisão por ter assassinado um homem, conhecido como Herbert Resende, na saída de uma boate em Goiânia há 19 anos. A pena deve ser cumprida na Penitenciária Odenir Guimarães, em Aparecida de Goiânia, região metropolitana da Capital de Goiás.
Ainda não está definida a data para realização do recambiamento do preso para a penitenciária Goiana.

Conheça o caso

Frederico Gayer foi condenado por matar Herbert Resende na saída da antiga boate Draft, localizada no setor Oeste de Goiânia. Segundo testemunhas do caso, a briga começou porque a ficha dos dois havia sido trocada por engano pelo atendente do caixa. Gayer, que na época exercia a funções de policial civil, teria ido até o carro, pegado a arma e esperado a vítima sair da boate onde o atingiu com um disparo. Ele morreu no local.(fonte:portal stylo)